Publicidade

Cidades

Panamazonismo é discutido em evento internacional na capital do Amazonas

Encontro aborda o fortalecimento da economia regional em sociedades amazônicas.

Izabel Santos



Em dezembro, Manaus será a capital do panamazonismo. Foto: Chico Batata/Agecom

MANAUS - A capital do Amazonas será a capital do panamazonismo no próximo dia 3 de dezembro durante a primeira edição da Aliança de Mesas Redondas Panamericanas. O evento acontecerá entre às 9h e às 18h no Novotel, na zona Sul da cidade. A programação conta com diversas palestras sobre alternativas para o fortalecimento da economia regional em sociedades amazônicas. Além disso, uma parte da programação está reservada exclusivamente para mulheres.
O evento, que é promovido pela Associação Panamazonia, está dividido em duas partes. A primeira via das 9h às 12h e terá palestras do diretor da Fogás, Jonathan Benchimol; da superintendente da Suframa, Rebecca Garcia; do consultor econômico e empresarial, Francisco de Assis Mourão; do escritor amazonense, Márcio Souza; e do consultor empresarial, Gaitano Antonaccio.
Fundação da Mesa Redonda Pan-americana de ManausNa segunda parte do evento, de 14h30 às 18h, será realizada a fundação da unidade manauara da Mesa Redonda Pan-americana. A instituição é exclusivamente feminina e dedicada à promoção da cooperação e solidariedade entres as mulheres do continente americano, vinculada oficialmente à Organização dos Estados Americanos (OEA). Na ocasião, 150 membros participantes do evento serão convidadas a se associar à Mesa de Manaus.As palestrantes da vez serão a presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargadora Graça Figueiredo; a presidente do Comitê Cultura da Mesa Panamericana de La Paz, Carmen Bolaños; e a diretora da Mesa Panamericana de Goiânia, Regina Maria Batista de Souza.As inscrições são todas gratuitas, mas os interessados devem enviar email para info.panamazonia@gmail.com. Para mais informações (92) 99402-8238.

Cidades

Home > Noticias > null

Panamazonismo é discutido em evento internacional na capital do Amazonas

Encontro aborda o fortalecimento da economia regional em sociedades amazônicas.

Izabel Santos



Em dezembro, Manaus será a capital do panamazonismo. Foto: Chico Batata/Agecom

MANAUS - A capital do Amazonas será a capital do panamazonismo no próximo dia 3 de dezembro durante a primeira edição da Aliança de Mesas Redondas Panamericanas. O evento acontecerá entre às 9h e às 18h no Novotel, na zona Sul da cidade. A programação conta com diversas palestras sobre alternativas para o fortalecimento da economia regional em sociedades amazônicas. Além disso, uma parte da programação está reservada exclusivamente para mulheres.
O evento, que é promovido pela Associação Panamazonia, está dividido em duas partes. A primeira via das 9h às 12h e terá palestras do diretor da Fogás, Jonathan Benchimol; da superintendente da Suframa, Rebecca Garcia; do consultor econômico e empresarial, Francisco de Assis Mourão; do escritor amazonense, Márcio Souza; e do consultor empresarial, Gaitano Antonaccio.
Fundação da Mesa Redonda Pan-americana de ManausNa segunda parte do evento, de 14h30 às 18h, será realizada a fundação da unidade manauara da Mesa Redonda Pan-americana. A instituição é exclusivamente feminina e dedicada à promoção da cooperação e solidariedade entres as mulheres do continente americano, vinculada oficialmente à Organização dos Estados Americanos (OEA). Na ocasião, 150 membros participantes do evento serão convidadas a se associar à Mesa de Manaus.As palestrantes da vez serão a presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargadora Graça Figueiredo; a presidente do Comitê Cultura da Mesa Panamericana de La Paz, Carmen Bolaños; e a diretora da Mesa Panamericana de Goiânia, Regina Maria Batista de Souza.As inscrições são todas gratuitas, mas os interessados devem enviar email para info.panamazonia@gmail.com. Para mais informações (92) 99402-8238.

TAG