Cidades

Operação Assentamento Verde aplica mais de R$ 14 milhões em multas no Acre

Fiscalização apreendeu duas caminhonetes, 20 motosserras, combustível, alimentos, um quadriciclo, duas motocicletas, motores e vários suprimentos para as motosserras


A Operação Assentamento Verde, deflagrada entre os dias 7 e 25 de agosto em quatro municípios do Acre e algumas regiões do Amazonas, aplicou mais de R$ 14 milhões em multas por desmatamento ilegal. Segundo reportagem publicada no G1 Acre, a ação, que foi realizada pelo Batalhão de Policiamento Ambiental do Acre (BPA) e do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), apreendeu duas caminhonetes, 20 motosserras, combustível, alimentos, um quadriciclo, duas motocicletas, motores e vários suprimentos para as motosserras. As ações se concentraram nos municípios de Xapuri, Acrelândia, região de Porto Acre e Sena Madureira, no interior do estado acreano, com divisa no Amazonas.
 

Foto:Reprodução/Rede Amazônica

 

O major Samir Freitas, comandante do BPA, explicou que, apesar de a ação ser voltada apenas para as cidades acreanas, também foram detectadas áreas desmatadas no Amazonas. "Como foi detectado desmatamento muito próximo da divisa, foi necessário essa intervenção. Já que a assistência pelo Amazonas seria mais difícil pelo local da ocorrência", concluiu.

Após a fiscalização, cinco pessoas foram levadas para a sede da Polícia Federal do Acre, em Rio Branco, e três para a delegacia de Xapuri, interior do estado, pelo crime de desmatamento.

Só nessa etapa a gente fez 185 autos de infração. Foram mais de R$ 14 milhões em multas aplicadas. Identificamos os riscos, os responsáveis, e já foram lavradas as multas. Conseguimos, através do monitoramento, identificar o desmatamento que já aconteceu e os que ainda estão em andamento. Esses que estão em andamento chegamos e fizemos as apreensões de materiais", explicou ao G1 o chefe da Divisão Técnica de Fiscalização do Ibama, Sebastião Santos.

Ainda de acordo com o chefe da Divisão Técnica de Fiscalização do Ibama, a operação evitou o desmatamento ilegal de mais de 2 mil hectares em três das quatro áreas fiscalizadas.

"Esse trabalho faz parte do esforço de fiscalização de combate ao desmatamento ilegal e queimadas no estado do Acre, que vem sendo feito em conjunto com o Ibama, Batalhão Ambiental e Imac [Instituto de Meio Ambiente do Acre]. As equipes do Imac também estão em campo e têm outros resultados. O trabalho vai continuar durante do ano", complementou. 

*Deixe o Portal Amazônia com a sua cara. Clique aqui e participe.


Cidades

Operação Assentamento Verde aplica mais de R$ 14 milhões em multas no Acre

Fiscalização apreendeu duas caminhonetes, 20 motosserras, combustível, alimentos, um quadriciclo, duas motocicletas, motores e vários suprimentos para as motosserras

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


A Operação Assentamento Verde, deflagrada entre os dias 7 e 25 de agosto em quatro municípios do Acre e algumas regiões do Amazonas, aplicou mais de R$ 14 milhões em multas por desmatamento ilegal. Segundo reportagem publicada no G1 Acre, a ação, que foi realizada pelo Batalhão de Policiamento Ambiental do Acre (BPA) e do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), apreendeu duas caminhonetes, 20 motosserras, combustível, alimentos, um quadriciclo, duas motocicletas, motores e vários suprimentos para as motosserras. As ações se concentraram nos municípios de Xapuri, Acrelândia, região de Porto Acre e Sena Madureira, no interior do estado acreano, com divisa no Amazonas.
 

Foto:Reprodução/Rede Amazônica

 

O major Samir Freitas, comandante do BPA, explicou que, apesar de a ação ser voltada apenas para as cidades acreanas, também foram detectadas áreas desmatadas no Amazonas. "Como foi detectado desmatamento muito próximo da divisa, foi necessário essa intervenção. Já que a assistência pelo Amazonas seria mais difícil pelo local da ocorrência", concluiu.

Após a fiscalização, cinco pessoas foram levadas para a sede da Polícia Federal do Acre, em Rio Branco, e três para a delegacia de Xapuri, interior do estado, pelo crime de desmatamento.

Só nessa etapa a gente fez 185 autos de infração. Foram mais de R$ 14 milhões em multas aplicadas. Identificamos os riscos, os responsáveis, e já foram lavradas as multas. Conseguimos, através do monitoramento, identificar o desmatamento que já aconteceu e os que ainda estão em andamento. Esses que estão em andamento chegamos e fizemos as apreensões de materiais", explicou ao G1 o chefe da Divisão Técnica de Fiscalização do Ibama, Sebastião Santos.

Ainda de acordo com o chefe da Divisão Técnica de Fiscalização do Ibama, a operação evitou o desmatamento ilegal de mais de 2 mil hectares em três das quatro áreas fiscalizadas.

"Esse trabalho faz parte do esforço de fiscalização de combate ao desmatamento ilegal e queimadas no estado do Acre, que vem sendo feito em conjunto com o Ibama, Batalhão Ambiental e Imac [Instituto de Meio Ambiente do Acre]. As equipes do Imac também estão em campo e têm outros resultados. O trabalho vai continuar durante do ano", complementou. 

*Deixe o Portal Amazônia com a sua cara. Clique aqui e participe.

TAG desmatamentofiscalizacao ambientalIbamabatalhão ambientalmultaAcreAmazonas