Meio Ambiente

Operação aplica mais de R$ 6,5 milhões em multas por crimes ambientais em MT

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) mais de 6,3 mil hectares foram fiscalizados durante operação em 15 municípios do norte do Estado

Portal Amazônia, com informações da SEMA/MT

jornalismo@portalamazonia.com


Após oito dias de ação integrada de combate a crimes ambientais em 15 municípios do norte de Mato Grosso, a Operação Abafa Amazônia terminou ontem (11) com mais de 6,3 mil hectares de área fiscalizadas e autuadas, 46 perícias realizadas e uma notificação emitida. O valor de multas aplicadas ultrapassa R$ 6,5 milhões.


Além da operação, foram ministradas quatro palestras de educação ambiental para 320 alunos e cerca de 150 pessoas visitaram a base da operação instalada em Sinop (MT). 
  

 

Foto: Divulgação / SEMA MT

 



As ações foram realizadas pelas secretarias de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema) e Segurança Pública (Sesp) com apoio do Comitê Estadual de Gestão do Fogo e do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA). O objetivo principal foi fiscalizar e autuar os crimes cometidos por desmatamento e degradação florestal, em particular, queimadas não autorizadas e incêndios florestais.


A coordenação dos trabalhos foi realizada pelo comandante do BEA, o tenente coronel do Corpo de Bombeiros Militar do Mato Grosso, Paulo André Barroso. Ele acredita que os trabalhos conjuntos com entidades geram bons resultados para o meio ambiente. “As expectativas foram alcançadas, uma vez que todas as especializadas em proteção ao meio ambiente trabalharam conjuntamente no mesmo objetivo. Isso facilita a ação do Estado no enfrentamento aos crimes ambientais que ameaçam o Bioma Amazônico,” relatou.


Esta é a terceira Operação Abafa. A primeira foi no mesmo local, só que em 2016, quando foram realizadas duas prisões em flagrante, nove perícias de incêndio florestal, 30 notificações, e confeccionadas autuações que resultaram na aplicação de R$ 33 milhões em multas. E a segunda ocorreu neste ano, no município de Novo Santo Antônio, na região Araguaia.


Meio Ambiente

Operação aplica mais de R$ 6,5 milhões em multas por crimes ambientais em MT

Segundo a Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) mais de 6,3 mil hectares foram fiscalizados durante operação em 15 municípios do norte do Estado

Portal Amazônia, com informações da SEMA/MT

jornalismo@portalamazonia.com


Após oito dias de ação integrada de combate a crimes ambientais em 15 municípios do norte de Mato Grosso, a Operação Abafa Amazônia terminou ontem (11) com mais de 6,3 mil hectares de área fiscalizadas e autuadas, 46 perícias realizadas e uma notificação emitida. O valor de multas aplicadas ultrapassa R$ 6,5 milhões.


Além da operação, foram ministradas quatro palestras de educação ambiental para 320 alunos e cerca de 150 pessoas visitaram a base da operação instalada em Sinop (MT). 
  

 

Foto: Divulgação / SEMA MT

 



As ações foram realizadas pelas secretarias de Estado de Meio Ambiente de Mato Grosso (Sema) e Segurança Pública (Sesp) com apoio do Comitê Estadual de Gestão do Fogo e do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA). O objetivo principal foi fiscalizar e autuar os crimes cometidos por desmatamento e degradação florestal, em particular, queimadas não autorizadas e incêndios florestais.


A coordenação dos trabalhos foi realizada pelo comandante do BEA, o tenente coronel do Corpo de Bombeiros Militar do Mato Grosso, Paulo André Barroso. Ele acredita que os trabalhos conjuntos com entidades geram bons resultados para o meio ambiente. “As expectativas foram alcançadas, uma vez que todas as especializadas em proteção ao meio ambiente trabalharam conjuntamente no mesmo objetivo. Isso facilita a ação do Estado no enfrentamento aos crimes ambientais que ameaçam o Bioma Amazônico,” relatou.


Esta é a terceira Operação Abafa. A primeira foi no mesmo local, só que em 2016, quando foram realizadas duas prisões em flagrante, nove perícias de incêndio florestal, 30 notificações, e confeccionadas autuações que resultaram na aplicação de R$ 33 milhões em multas. E a segunda ocorreu neste ano, no município de Novo Santo Antônio, na região Araguaia.

TAG Mato GrossooperacaoAmazoniamulta