Internacional

OEA poderá investigar suposto atentado contra Maduro

Secretário-geral da OEA, Luis Almagro, sugeriu que o órgão crie uma comissão internacional para investigar as denuncias de Nicolás Maduro

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


A Organização dos Estados Americanos (OEA) anunciou nesta quinta-feira (9) a possibilidade de que o órgão crie uma comissão de especialistas internacionais para investigar suposto atentado contra o presidente de Venezuela, Nicolás Maduro. A declaração foi dada secretário-geral da OEA, Luis Almagro. Em uma publicação em seu perfil no Twitter, no entanto, Almagro classificou o governo Maduro de “ditadura”.

Foto:Reprodução/Juan Manuel Herrera-OEA
“Dada a falta de credibilidade da ditadura da Venezuela e ao uso de tortura para incriminar, é necessário nomear uma Comissão de Especialistas Internacionais para  investigar circunstâncias do atentado a Maduro", disse Almagro na rede social.  

Dada falta de credibilidad de la dictadura #Venezuela y el uso de la tortura xa incriminar, urge nombrar Comision Expertos Intnales xa investigar circunstancias del atentado a Maduro. Es tan improcedente arrojar al régimen x la fuerza como que el régimen use la fuerza xa quedarse pic.twitter.com/amuQMDHQqG

— Luis Almagro (@Almagro_OEA2015) 8 de agosto de 2018
No último dia 4, durante as comemoração dos 81 anos da Guarda Nacional em Caracas, enquanto Maduro discursava, houve um barulho intenso devido à destruição de  drones carregados com explosivos. A informação foi divulgada pelo ministro da Comunicação e Informação da Venezuela, Jorge Rodríguez.

As autoridades venezuelanas alegam foi um atentado contra o presidente Maduro e envolve 19 pessoas, com apoio de colombianos e norte-americanos. As autoridades dos Estados Unidos e da Colômbia negam quaisquer envolvimentos.


Internacional

Home > Noticias > null

OEA poderá investigar suposto atentado contra Maduro

Secretário-geral da OEA, Luis Almagro, sugeriu que o órgão crie uma comissão internacional para investigar as denuncias de Nicolás Maduro

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


A Organização dos Estados Americanos (OEA) anunciou nesta quinta-feira (9) a possibilidade de que o órgão crie uma comissão de especialistas internacionais para investigar suposto atentado contra o presidente de Venezuela, Nicolás Maduro. A declaração foi dada secretário-geral da OEA, Luis Almagro. Em uma publicação em seu perfil no Twitter, no entanto, Almagro classificou o governo Maduro de “ditadura”.

Foto:Reprodução/Juan Manuel Herrera-OEA
“Dada a falta de credibilidade da ditadura da Venezuela e ao uso de tortura para incriminar, é necessário nomear uma Comissão de Especialistas Internacionais para  investigar circunstâncias do atentado a Maduro", disse Almagro na rede social.  

Dada falta de credibilidad de la dictadura #Venezuela y el uso de la tortura xa incriminar, urge nombrar Comision Expertos Intnales xa investigar circunstancias del atentado a Maduro. Es tan improcedente arrojar al régimen x la fuerza como que el régimen use la fuerza xa quedarse pic.twitter.com/amuQMDHQqG

— Luis Almagro (@Almagro_OEA2015) 8 de agosto de 2018
No último dia 4, durante as comemoração dos 81 anos da Guarda Nacional em Caracas, enquanto Maduro discursava, houve um barulho intenso devido à destruição de  drones carregados com explosivos. A informação foi divulgada pelo ministro da Comunicação e Informação da Venezuela, Jorge Rodríguez.

As autoridades venezuelanas alegam foi um atentado contra o presidente Maduro e envolve 19 pessoas, com apoio de colombianos e norte-americanos. As autoridades dos Estados Unidos e da Colômbia negam quaisquer envolvimentos.

TAG OEANicolas Maduroatentado contra maduroatentadoinvestigacaointernacionalAmazonia InternacionalVenezuela