Publicidade

Meio Ambiente

"O Encontro das Águas é nosso", diz Robério Braga após tombamento do cartão postal

Com o tombamento do Encontro das Águas, Robério acredita que o espaço será mais bem explorado


Na tarde desta quinta-feira, (14), os funcionários do Grupo Rede Amazônica receberam o advogado e especialista em patrimônio histórico, Robério Braga, que falou sobre a importância do Instituto do Tombamento e Proteção de Bem Cultural. Dentre os assuntos destacados por Braga estava o Encontro das Águas, que teve finalmente o tombamento oficializado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).  
 
Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia
 

De acordo com Braga, é importante que as pessoas conheçam as diretrizes que envolvem os tombamentos de patrimônios do Estado, principalmente os comunicadores que são responsáveis por levar informações para a sociedade. "É uma alegria está na casa do Phelippe Daou. Hoje, eu trouxe uma opinião técnica para os jornalistas do Grupo Rede Amazônica sobre o processo de proteção do patrimônio cultural", contou.

Segundo Braga, o Encontro das Águas é um patrimônio 100% do Amazonas, e que precisa ser cuidado. “Além do Teatro Amazonas, os turistas conhecem o Estado através do encontro das Águas. Então, esse é um fenômeno natural de grande importância para a nossa região, com uma grande representatividade do cenário natural do Amazonas. Graças ao apoio do Governo do Estado e Federal, o  Encontro das Águas está definitivamente tombado”, falou o advogado.   
 
Foto:Diego Oliveira/Portal Amazônia
 

Com o tombamento do Encontro das Águas, Robério acredita que o espaço será mais bem explorado. “A partir do tombamento, qualquer pessoa que tente usar o espaço deverá obedecer várias regras técnicas, por que atualmente, as áreas próximas ao Encontro das Águas são utilizadas de forma deliberada, ou seja, cada um chega e faz o que quer”, contou. 

Meio Ambiente

Home > Noticias > null

"O Encontro das Águas é nosso", diz Robério Braga após tombamento do cartão postal

Com o tombamento do Encontro das Águas, Robério acredita que o espaço será mais bem explorado

Diego Oliveira

jornalismo@portalamazonia.com


Na tarde desta quinta-feira, (14), os funcionários do Grupo Rede Amazônica receberam o advogado e especialista em patrimônio histórico, Robério Braga, que falou sobre a importância do Instituto do Tombamento e Proteção de Bem Cultural. Dentre os assuntos destacados por Braga estava o Encontro das Águas, que teve finalmente o tombamento oficializado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).  
 
Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia
 

De acordo com Braga, é importante que as pessoas conheçam as diretrizes que envolvem os tombamentos de patrimônios do Estado, principalmente os comunicadores que são responsáveis por levar informações para a sociedade. "É uma alegria está na casa do Phelippe Daou. Hoje, eu trouxe uma opinião técnica para os jornalistas do Grupo Rede Amazônica sobre o processo de proteção do patrimônio cultural", contou.

Segundo Braga, o Encontro das Águas é um patrimônio 100% do Amazonas, e que precisa ser cuidado. “Além do Teatro Amazonas, os turistas conhecem o Estado através do encontro das Águas. Então, esse é um fenômeno natural de grande importância para a nossa região, com uma grande representatividade do cenário natural do Amazonas. Graças ao apoio do Governo do Estado e Federal, o  Encontro das Águas está definitivamente tombado”, falou o advogado.   
 
Foto:Diego Oliveira/Portal Amazônia
 

Com o tombamento do Encontro das Águas, Robério acredita que o espaço será mais bem explorado. “A partir do tombamento, qualquer pessoa que tente usar o espaço deverá obedecer várias regras técnicas, por que atualmente, as áreas próximas ao Encontro das Águas são utilizadas de forma deliberada, ou seja, cada um chega e faz o que quer”, contou. 

TAG manausAmazonas