Publicidade

Cidades

No Maranhão, 43 municípios afetados pelas chuvas já decretaram estado de emergência

A região mais afetada é a Baixada maranhense, na parte norte do estado, onde o Rio Turiaçu transbordou deixando milhares de pessoas desalojadas em municípios como Santa Helena e Pinheiros.

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


Quarenta e três municípios maranhenses já decretaram estado de emergência por causa das chuvas. A região mais afetada é a Baixada maranhense, na parte norte do estado, onde o Rio Turiaçu transbordou deixando milhares de pessoas desalojadas em municípios como Santa Helena e Pinheiros.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a cheia do Rio Gurupi, atinge as cidades que ficam na divisa com o Pará. O governo maranhense, enviou cestas básicas, colchões e roupas para as famílias afetadas pelas cheias.

Em algumas regiões, os bombeiros utilizam embarcações para levar a ajuda humanitária a povoados que estão isolados por causa das inundações. São Luís e região metropolitana também têm sofrido com o impacto das enchentes, detalha o comandante-geral do Corpo de bombeiros Célio Araújo.
 

A reportagem solicitou à prefeitura de São Luís sobre o número de desabrigados e ações de apoio aos atingidos, mas não obteve retorno até o fechamento dessa matéria. 

O volume de chuvas diminuiu esta semana e algumas famílias já conseguiram retornar para suas casas. De acordo com o comando do Corpo de Bombeiros, cerca de 5 mil pessoas ainda estão desabrigadas no estado.
 

 

A previsão que as chuvas continuem até maio. 


Cidades

Home > Noticias > null

No Maranhão, 43 municípios afetados pelas chuvas já decretaram estado de emergência

A região mais afetada é a Baixada maranhense, na parte norte do estado, onde o Rio Turiaçu transbordou deixando milhares de pessoas desalojadas em municípios como Santa Helena e Pinheiros.

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


Quarenta e três municípios maranhenses já decretaram estado de emergência por causa das chuvas. A região mais afetada é a Baixada maranhense, na parte norte do estado, onde o Rio Turiaçu transbordou deixando milhares de pessoas desalojadas em municípios como Santa Helena e Pinheiros.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a cheia do Rio Gurupi, atinge as cidades que ficam na divisa com o Pará. O governo maranhense, enviou cestas básicas, colchões e roupas para as famílias afetadas pelas cheias.

Em algumas regiões, os bombeiros utilizam embarcações para levar a ajuda humanitária a povoados que estão isolados por causa das inundações. São Luís e região metropolitana também têm sofrido com o impacto das enchentes, detalha o comandante-geral do Corpo de bombeiros Célio Araújo.
 

A reportagem solicitou à prefeitura de São Luís sobre o número de desabrigados e ações de apoio aos atingidos, mas não obteve retorno até o fechamento dessa matéria. 

O volume de chuvas diminuiu esta semana e algumas famílias já conseguiram retornar para suas casas. De acordo com o comando do Corpo de Bombeiros, cerca de 5 mil pessoas ainda estão desabrigadas no estado.
 

 

A previsão que as chuvas continuem até maio. 

TAG maranhaosituacao de emergenciacheiaenchente