Publicidade

Cidades

Nível do rio Machado atinge 11,45 metros e deixa famílias desabrigadas em Rondônia

Segundo a Semas, duas famílias desabrigadas foram encaminhadas durante o final de semana para o abrigo Adão Lamota


O nível do rio machado em Ji-Paraná (RO) atingiu o nível de 11,45 metros nesta segunda-feira (18). De acordo com a Defesa Civil, quase 20 famílias estão desabrigadas e desalojadas na Região Central do estado.

“Desde sexta-feira (15) nós estamos fazendo a retirada de famílias. As solicitações estão sendo realizadas através do 193 do Corpo de Bombeiros. Nós estamos em estado de alerta, já que a previsão é do nível continuar subindo”, destacou a coordenadora da Defesa Civil, Meire Zanettin.







Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), duas famílias desabrigadas foram encaminhadas durante o final de semana para o abrigo Adão Lamota no segundo distrito do município.

Uma das pessoas encaminhadas ao abrigo falou sobre a cheia do rio. “Eu vim para o abrigo ontem à tarde. Isso é um sofrimento muito grande e não temos sossego. Entrou muita água lá em casa e com isso eu perdi muitas coisas”, destacou a doméstica Franscimar de Lima.

De acordo com informações do G1 Rondônia, essa é segunda vez neste ano que a dona de casa Graciele Patrícia precisou deixar a residência e ir ao abrigo municipal.

“Nós saímos de lá com a água no joelho. Os bombeiros tiveram que retirar as crianças, desta vez a situação foi complicada. Nós estamos tristes porque pelo jeito vamos demorar um pouco para retornarmos para casa”, destacou.

Maiores cheias registradas

De acordo com a Agência Nacional de Águas (Ana), uma das piores marcas foi em fevereiro de 2014, quando o rio atingiu 11,62 metros. Em 1985 o rio registrou 11,55 metros.

Em 2014, 98 famílias ficaram desalojadas e 36 desabrigadas. Na época, os atingidos foram acolhidos no Ginásio de Esportes Gerivaldão.

Cidades

Home > Noticias > null

Nível do rio Machado atinge 11,45 metros e deixa famílias desabrigadas em Rondônia

Segundo a Semas, duas famílias desabrigadas foram encaminhadas durante o final de semana para o abrigo Adão Lamota

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


O nível do rio machado em Ji-Paraná (RO) atingiu o nível de 11,45 metros nesta segunda-feira (18). De acordo com a Defesa Civil, quase 20 famílias estão desabrigadas e desalojadas na Região Central do estado.

“Desde sexta-feira (15) nós estamos fazendo a retirada de famílias. As solicitações estão sendo realizadas através do 193 do Corpo de Bombeiros. Nós estamos em estado de alerta, já que a previsão é do nível continuar subindo”, destacou a coordenadora da Defesa Civil, Meire Zanettin.







Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), duas famílias desabrigadas foram encaminhadas durante o final de semana para o abrigo Adão Lamota no segundo distrito do município.

Uma das pessoas encaminhadas ao abrigo falou sobre a cheia do rio. “Eu vim para o abrigo ontem à tarde. Isso é um sofrimento muito grande e não temos sossego. Entrou muita água lá em casa e com isso eu perdi muitas coisas”, destacou a doméstica Franscimar de Lima.

De acordo com informações do G1 Rondônia, essa é segunda vez neste ano que a dona de casa Graciele Patrícia precisou deixar a residência e ir ao abrigo municipal.

“Nós saímos de lá com a água no joelho. Os bombeiros tiveram que retirar as crianças, desta vez a situação foi complicada. Nós estamos tristes porque pelo jeito vamos demorar um pouco para retornarmos para casa”, destacou.

Maiores cheias registradas

De acordo com a Agência Nacional de Águas (Ana), uma das piores marcas foi em fevereiro de 2014, quando o rio atingiu 11,62 metros. Em 1985 o rio registrou 11,55 metros.

Em 2014, 98 famílias ficaram desalojadas e 36 desabrigadas. Na época, os atingidos foram acolhidos no Ginásio de Esportes Gerivaldão.

TAG ji-paranarondoniacheiaRio Madeiraenchente