Publicidade

Ciência e Tecnologia

Métodos ágeis na Amazônia serão compartilhados na primeira edição do 'Agile in the Jungle'

O evento traz o selo Acelera Amazônia, da Fundação Rede Amazônica, e será realizado no dia 27 deste mês, em Manaus


Com o propósito de compartilhar experiências e disseminar os métodos ágeis na Região Norte, o Agile in the Jungle com o selo Acelera Amazônia será realizado no dia 27 deste mês, no Studio 5, em Manaus. A conferência contará com 5 salas com programação simultânea composta por 18 palestras e 2 workshops mão na massa com referências nacionais e locais, 2 coffee breaks, área para open spaces e área exclusiva para patrocinadores, visando a interação entre todos os participantes.   Segundo Alexandre Amorim, um dos coordenadores do Agile, a ideia é abordar os métodos ágeis a partir da expertise dos nomes mais renomados do país, no assunto.   "Os métodos ágeis vem mudando a forma de trabalhar das empresas ao redor de todo mundo, através de sua cultura de auto organização; multidisciplinaridade; envolvimento do cliente; entrega frequente de valor;  experimentação; melhoria contínua e liderança servidora. As práticas alinhadas à esses valores como o Scrum, Lean Kanban, Lean Startup, XP, Managament 3.0 tem demonstrado ser a melhor alternativa para lidar com a velocidade com que as mudanças acontecem  atualmente", conta Alexandre.


Na primeira conferência, entre as maiores autoridades no assunto, está Marcos Garrido, um dos fundadores da Knowledge21 e instrutor oficial da Scrum Alliance, com experiência em várias empresas internacionais, além dele, haverão palestrantes de destaques da região.
 
Foto:Divulgação
 
A parceria com o Grupo Rede Amazônica para realização do I Agile in the Jungle com o selo Acelera Amazônia, é uma troca de experiências, como ressalta Alexandre.   "O Grupo Rede Amazônica é reconhecido por sua capacidade de inovar. Esse evento vai trazer aprendizados e permitir a troca de experiências que podem acelerar ainda mais essa capacidade, aumentando sua eficiência - otimizando processos, eliminando gargalos - e a sua eficácia - ajudando a todos a escolher iniciativas de maior impacto para o negócio", disse.   As inscrições para o Agile in the Jungle continuam abertas até o dia 20 de julho, e podem ser feitas no site: http://www.agileinthejungle.com.br.


O Agile in the Jungle é uma conferência criada por membros da comunidade Agile Manaus, com o propósito de compartilhar experiências e disseminar Agilidade na Região.


O Acelera Amazônia é um selo de apoio da Fundação Rede Amazônica que tem como objetivo inspirar e fortalecer o empreendedorismo inovador através de ações que conectem empreendedores, instituições e comunidade levando em consideração o desenvolvimento sustentável da Amazônia.


A Fundação Rede Amazônica é o braço institucional do Grupo Rede Amazônica, comprometida com a integração e desenvolvimento da Amazônia, com a missão de capacitar pessoas, articular parcerias e contribuir para o desenvolvimento social, ambiental e científico-tecnológico da região.

Mais informações: https://www.sympla.com.br/agile-in-the-jungle__442191.


Ciência e Tecnologia

Home > Noticias > null

Métodos ágeis na Amazônia serão compartilhados na primeira edição do 'Agile in the Jungle'

O evento traz o selo Acelera Amazônia, da Fundação Rede Amazônica, e será realizado no dia 27 deste mês, em Manaus

William Costa

jornalismo@portalamazonia.com


Com o propósito de compartilhar experiências e disseminar os métodos ágeis na Região Norte, o Agile in the Jungle com o selo Acelera Amazônia será realizado no dia 27 deste mês, no Studio 5, em Manaus. A conferência contará com 5 salas com programação simultânea composta por 18 palestras e 2 workshops mão na massa com referências nacionais e locais, 2 coffee breaks, área para open spaces e área exclusiva para patrocinadores, visando a interação entre todos os participantes.   Segundo Alexandre Amorim, um dos coordenadores do Agile, a ideia é abordar os métodos ágeis a partir da expertise dos nomes mais renomados do país, no assunto.   "Os métodos ágeis vem mudando a forma de trabalhar das empresas ao redor de todo mundo, através de sua cultura de auto organização; multidisciplinaridade; envolvimento do cliente; entrega frequente de valor;  experimentação; melhoria contínua e liderança servidora. As práticas alinhadas à esses valores como o Scrum, Lean Kanban, Lean Startup, XP, Managament 3.0 tem demonstrado ser a melhor alternativa para lidar com a velocidade com que as mudanças acontecem  atualmente", conta Alexandre.


Na primeira conferência, entre as maiores autoridades no assunto, está Marcos Garrido, um dos fundadores da Knowledge21 e instrutor oficial da Scrum Alliance, com experiência em várias empresas internacionais, além dele, haverão palestrantes de destaques da região.
 
Foto:Divulgação
 
A parceria com o Grupo Rede Amazônica para realização do I Agile in the Jungle com o selo Acelera Amazônia, é uma troca de experiências, como ressalta Alexandre.   "O Grupo Rede Amazônica é reconhecido por sua capacidade de inovar. Esse evento vai trazer aprendizados e permitir a troca de experiências que podem acelerar ainda mais essa capacidade, aumentando sua eficiência - otimizando processos, eliminando gargalos - e a sua eficácia - ajudando a todos a escolher iniciativas de maior impacto para o negócio", disse.   As inscrições para o Agile in the Jungle continuam abertas até o dia 20 de julho, e podem ser feitas no site: http://www.agileinthejungle.com.br.


O Agile in the Jungle é uma conferência criada por membros da comunidade Agile Manaus, com o propósito de compartilhar experiências e disseminar Agilidade na Região.


O Acelera Amazônia é um selo de apoio da Fundação Rede Amazônica que tem como objetivo inspirar e fortalecer o empreendedorismo inovador através de ações que conectem empreendedores, instituições e comunidade levando em consideração o desenvolvimento sustentável da Amazônia.


A Fundação Rede Amazônica é o braço institucional do Grupo Rede Amazônica, comprometida com a integração e desenvolvimento da Amazônia, com a missão de capacitar pessoas, articular parcerias e contribuir para o desenvolvimento social, ambiental e científico-tecnológico da região.

TAG ciencia tecnologiaAcelera Amazôniaagile in the jungleFundação Rede Amazônica