Cidades

Merendeira de Belém representará o Norte em reality show

Maria Cláudia já foi a grande vencedora da segunda edição do prêmio nacional “Melhores Receitas da Alimentação Escolar”, promovido pelo FNDE

Portal Amazônia, com informações de Agência Belém

jornalismo@portalamazonia.com


Uma boa porção de dedicação e muito amor são os principais ingredientes utilizados por Maria Cláudia Ferreira, merendeira homenageada na tarde da última segunda-feira (11) na Escola José Alves Cunha, localizada no bairro do Tapanã, em Belém. Maria ganhou o prêmio “Melhores Receitas da Alimentação Escolar”, promovido pelo Fundo Nacional pelo Desenvolvimento da Educação (FNDE), que escolheu a melhor receita da merenda escolar da Região Norte do País. Ela levou o primeiro lugar com sua “macarronada paraense”.

Maria Cláudia foi a grande vencedora da segunda edição do prêmio, que tem abrangência nacional. Além de troféu, Maria Cláudia ganhou uma viagem à Punta Cana, na República Dominicana, no Caribe, e participou de cursos para aperfeiçoamento. Mês de julho ela irá participar do reality “Super Merendeiras” que irá reunir, no Rio de Janeiro, as dez merendeiras vencedoras do prêmio “Melhores Receita da Alimentação Escolar” de todas as regiões do Brasil.

Alunos e professores puderam retribuir um pouco do amor contido nos deliciosos pratos de Maria Cláudia. Antes que a merendeira chegasse à escola, uma grande homenagem foi montada para recebê-la. Danças e músicas tipicamente paraenses fizeram a alegria de quem acompanhou o evento.
   
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Com o sorriso estampado no rosto, Maria Cláudia disse que se sente muito feliz pelo reconhecimento do trabalho dela na escola. “Para mim é muito gratificante ser reconhecida profissionalmente, porque para ser merendeira é preciso ter, em primeiro lugar, amor. E é isso que eu tenho”, disse a homenageada.

A merendeira dona do prato mais saboroso da escola ainda revelou o segredo do sucesso da macarronada. “O tempero principal dessa receita é o amor, depois vieram os temperos regionais como o tucupi e o jambu”, contou. “Agradeço o apoio que a Prefeitura tem me dado para eu poder representar a Região Norte nesse evento”, afirmou Maria Cláudia, emocionada.

Aluno do terceiro ano, Arthur Rodrigues é um dos apaixonados pelos saborosos pratos de Maria Cláudia. Para ele, a participação da merendeira no reality vai mostrar um pouco do trabalho que ela faz na escola. “É legal ela receber o prêmio porque acho a comida dela muito gostosa. Eu sempre peço para a minha mãe fazer essa comida em casa”, disse.
   
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Prêmio

A premiação recebeu mais de 2 mil receitas de todo o Brasil. Na região Norte, Maria Cláudia conquistou o primeiro lugar com a “macarronada paraense”, que leva jambu e tucupi, ingredientes bem regionais, que agradaram o paladar dos alunos. Mês que vem ela viaja para o Rio e Janeiro (RJ), onde irá participar do reality show “Super Merendeiras”, promovido pela TV Escola com o apoio do FNDE.

“Essa premiação é resultado de um concurso que a Prefeitura participou, através da Fundação Municipal de Assistência ao Estudante (Fmae) com as merendeiras municipais. E nele tivemos três merendeiras que ganharam o primeiro, o segundo e o terceiro lugar”, informou Walmir Rodrigues, presidente da Fundação, que participou da homenagem promovida pela escola à Maria Cláudia.

Reality

O “Super Merendeiras” surgiu na primeira edição do programa “Melhores Receitas da Alimentação Escolar”. O evento foi criado para celebrar os 60 anos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A premiação tem abrangência nacional, mas as competições são de alcance regional. 
   
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Durante algumas semanas, uma equipe cinematográfica vai filmar as dez merendeiras vencedoras dos prêmios de cada região. “Serão feitas filmagens da vida das merendeiras desde a casa delas até o trabalho delas na escola. A gente não fica focada só na elaboração da receita”, explicou Sineide Neres, representante do PNDE.

O reality vai ser filmado no Rio de Janeiro e contará com treze episódios, com duração de 26 minutos cada. Os dois primeiros programas vão mostrar as imagens do dia a dia das merendeiras, os outros onze terão desafios culinários. A merendeira vencedora do reality vai mostrar sua receita aos países de língua portuguesa que colaboram com o evento.

Cidades

Home > Noticias > null

Merendeira de Belém representará o Norte em reality show

Maria Cláudia já foi a grande vencedora da segunda edição do prêmio nacional “Melhores Receitas da Alimentação Escolar”, promovido pelo FNDE

Portal Amazônia, com informações de Agência Belém

jornalismo@portalamazonia.com


Uma boa porção de dedicação e muito amor são os principais ingredientes utilizados por Maria Cláudia Ferreira, merendeira homenageada na tarde da última segunda-feira (11) na Escola José Alves Cunha, localizada no bairro do Tapanã, em Belém. Maria ganhou o prêmio “Melhores Receitas da Alimentação Escolar”, promovido pelo Fundo Nacional pelo Desenvolvimento da Educação (FNDE), que escolheu a melhor receita da merenda escolar da Região Norte do País. Ela levou o primeiro lugar com sua “macarronada paraense”.

Maria Cláudia foi a grande vencedora da segunda edição do prêmio, que tem abrangência nacional. Além de troféu, Maria Cláudia ganhou uma viagem à Punta Cana, na República Dominicana, no Caribe, e participou de cursos para aperfeiçoamento. Mês de julho ela irá participar do reality “Super Merendeiras” que irá reunir, no Rio de Janeiro, as dez merendeiras vencedoras do prêmio “Melhores Receita da Alimentação Escolar” de todas as regiões do Brasil.

Alunos e professores puderam retribuir um pouco do amor contido nos deliciosos pratos de Maria Cláudia. Antes que a merendeira chegasse à escola, uma grande homenagem foi montada para recebê-la. Danças e músicas tipicamente paraenses fizeram a alegria de quem acompanhou o evento.
   
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Com o sorriso estampado no rosto, Maria Cláudia disse que se sente muito feliz pelo reconhecimento do trabalho dela na escola. “Para mim é muito gratificante ser reconhecida profissionalmente, porque para ser merendeira é preciso ter, em primeiro lugar, amor. E é isso que eu tenho”, disse a homenageada.

A merendeira dona do prato mais saboroso da escola ainda revelou o segredo do sucesso da macarronada. “O tempero principal dessa receita é o amor, depois vieram os temperos regionais como o tucupi e o jambu”, contou. “Agradeço o apoio que a Prefeitura tem me dado para eu poder representar a Região Norte nesse evento”, afirmou Maria Cláudia, emocionada.

Aluno do terceiro ano, Arthur Rodrigues é um dos apaixonados pelos saborosos pratos de Maria Cláudia. Para ele, a participação da merendeira no reality vai mostrar um pouco do trabalho que ela faz na escola. “É legal ela receber o prêmio porque acho a comida dela muito gostosa. Eu sempre peço para a minha mãe fazer essa comida em casa”, disse.
   
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Prêmio

A premiação recebeu mais de 2 mil receitas de todo o Brasil. Na região Norte, Maria Cláudia conquistou o primeiro lugar com a “macarronada paraense”, que leva jambu e tucupi, ingredientes bem regionais, que agradaram o paladar dos alunos. Mês que vem ela viaja para o Rio e Janeiro (RJ), onde irá participar do reality show “Super Merendeiras”, promovido pela TV Escola com o apoio do FNDE.

“Essa premiação é resultado de um concurso que a Prefeitura participou, através da Fundação Municipal de Assistência ao Estudante (Fmae) com as merendeiras municipais. E nele tivemos três merendeiras que ganharam o primeiro, o segundo e o terceiro lugar”, informou Walmir Rodrigues, presidente da Fundação, que participou da homenagem promovida pela escola à Maria Cláudia.

Reality

O “Super Merendeiras” surgiu na primeira edição do programa “Melhores Receitas da Alimentação Escolar”. O evento foi criado para celebrar os 60 anos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). A premiação tem abrangência nacional, mas as competições são de alcance regional. 
   
Foto: Divulgação/Agência Belém
 
Durante algumas semanas, uma equipe cinematográfica vai filmar as dez merendeiras vencedoras dos prêmios de cada região. “Serão feitas filmagens da vida das merendeiras desde a casa delas até o trabalho delas na escola. A gente não fica focada só na elaboração da receita”, explicou Sineide Neres, representante do PNDE.

O reality vai ser filmado no Rio de Janeiro e contará com treze episódios, com duração de 26 minutos cada. Os dois primeiros programas vão mostrar as imagens do dia a dia das merendeiras, os outros onze terão desafios culinários. A merendeira vencedora do reality vai mostrar sua receita aos países de língua portuguesa que colaboram com o evento.

TAG merenda escolarBelemfnde