Publicidade

Cidades

Home > Noticias > null

Manaus irá decretar Situação de Emergência por conta de cheia do rio Negro

Decreto possibilita o pedido de recursos do governo federal, sendo também a ferramenta jurídica que libera o encaminhamento do Aluguel-Social

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


O nível do rio Negro chegou a 29,07 metros, nessa segunda-feira (3), conforme dados do porto de Manaus, colocando a capital do Amazonas na cota de emergência pela subida das águas. O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, anunciou a Situação de Emergência, que deverá ser publicada no Diário Oficial do Município (DOM) nos próximos dias.

 

“O decreto possibilita que, caso necessário, solicitemos recursos do governo federal, sendo também a ferramenta jurídica que libera o encaminhamento do Aluguel-Social”, destacou o prefeito, durante coletiva de imprensa realizada na sede da prefeitura, zona Oeste.

 

Foto: Altemar Alcântara/Semcom 

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) divulgou que a cota máxima pode variar entre 29,18 metros a 29,33 metros. Desde o primeiro alerta de cheia na capital, o trabalho integrado de diversas secretarias da prefeitura já resultou na construção de mais de mil metros de pontes provisórias em seis bairros, dentro da operação SOS Enchente, e identificou 2.271 famílias que podem ser afetadas pelo fenômeno nos 15 bairros passíveis de alagação.

  

Conforme o monitoramento da Defesa Civil de Manaus, os bairros mais afetados pela cheia são: São Jorge, Colônia Antônio Aleixo, Aparecida, Educandos, Presidente Vargas, Mauazinho, Tarumã, Raiz, Betânia, Centro, Santo Antônio, Cachoeirinha, Glória, Compensa, Puraquequara, além de algumas áreas das zonas rural e ribeirinha.

 

     
Cidades

Manaus irá decretar Situação de Emergência por conta de cheia do rio Negro

Decreto possibilita o pedido de recursos do governo federal, sendo também a ferramenta jurídica que libera o encaminhamento do Aluguel-Social


O nível do rio Negro chegou a 29,07 metros, nessa segunda-feira (3), conforme dados do porto de Manaus, colocando a capital do Amazonas na cota de emergência pela subida das águas. O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, anunciou a Situação de Emergência, que deverá ser publicada no Diário Oficial do Município (DOM) nos próximos dias.

 

“O decreto possibilita que, caso necessário, solicitemos recursos do governo federal, sendo também a ferramenta jurídica que libera o encaminhamento do Aluguel-Social”, destacou o prefeito, durante coletiva de imprensa realizada na sede da prefeitura, zona Oeste.

 

Foto: Altemar Alcântara/Semcom 

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) divulgou que a cota máxima pode variar entre 29,18 metros a 29,33 metros. Desde o primeiro alerta de cheia na capital, o trabalho integrado de diversas secretarias da prefeitura já resultou na construção de mais de mil metros de pontes provisórias em seis bairros, dentro da operação SOS Enchente, e identificou 2.271 famílias que podem ser afetadas pelo fenômeno nos 15 bairros passíveis de alagação.

  

Conforme o monitoramento da Defesa Civil de Manaus, os bairros mais afetados pela cheia são: São Jorge, Colônia Antônio Aleixo, Aparecida, Educandos, Presidente Vargas, Mauazinho, Tarumã, Raiz, Betânia, Centro, Santo Antônio, Cachoeirinha, Glória, Compensa, Puraquequara, além de algumas áreas das zonas rural e ribeirinha.

 

     

TAG emergenciasituacao de emergenciacheiacheia em manausbairros manaus cheiario negro