Internacional

Maduro convoca Assembleia Nacional Constituinte na Venezuela

Segundo o presidente venezuelano, não há outra alternativa e que desta forma se atingirá a paz e será vencido "o golpe de Estado"

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


 

Foto:Reprodução/Agência Brasil

 

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, fez nesta segunda-feira (1º) um chamado ao "poder constituinte originário" para que "a classe operária" convoque uma Assembleia Nacional Constituinte. Segundo ele, não há outra alternativa e que desta forma se atingirá a paz e será vencido "o golpe de Estado". As informações são da Agência Brasil.
 

"Anuncio que, no uso de minhas atribuições presidenciais como chefe de Estado constitucional, de acordo com o Artigo 347, convoco o poder constituinte originário para que a classe operária e o povo, em um processo nacional constituinte, convoque uma Assembleia Nacional Constituinte", disse Maduro em um grande ato com operários em Caracas por ocasião das celebrações do 1º de Maio.


Internacional

Maduro convoca Assembleia Nacional Constituinte na Venezuela

Segundo o presidente venezuelano, não há outra alternativa e que desta forma se atingirá a paz e será vencido "o golpe de Estado"

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


 

Foto:Reprodução/Agência Brasil

 

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, fez nesta segunda-feira (1º) um chamado ao "poder constituinte originário" para que "a classe operária" convoque uma Assembleia Nacional Constituinte. Segundo ele, não há outra alternativa e que desta forma se atingirá a paz e será vencido "o golpe de Estado". As informações são da Agência Brasil.
 

"Anuncio que, no uso de minhas atribuições presidenciais como chefe de Estado constitucional, de acordo com o Artigo 347, convoco o poder constituinte originário para que a classe operária e o povo, em um processo nacional constituinte, convoque uma Assembleia Nacional Constituinte", disse Maduro em um grande ato com operários em Caracas por ocasião das celebrações do 1º de Maio.

TAG Venezuelacrise politicaNicolas Maduroconstituição