Ciência e Tecnologia

Inpa abre inscrição para curso de imersão na floresta

O curso acontecerá de 8 a 14 de outubro na Reserva de Floresta Experimental (ZF-2), situada no Km 50 da BR-174


Uma semana imersos na floresta amazônica. Assim ficarão professores da rede pública e privada de ensino durante a 15ª edição do curso 'A floresta amazônica e suas múltiplas dimensões'. A capacitação é promovida pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), por meio do Laboratório de Psicologia e Educação Ambiental (Lapsea) e do Laboratório de Manejo Florestal (LMF) do Inpa, no âmbito do ICT – Madeiras da Amazônia – CNPq/ Fapeam.

O curso acontecerá de 8 a 14 de outubro na Reserva de Floresta Experimental (ZF-2), situada no Km 50 da BR-174 (Manaus-Boa Vista). As inscrições começam nesta segunda-feira (11) e vão até o dia 30 de setembro. Ao todo, serão oferecidas 30 vagas. O curso é gratuito.

Com aulas teóricas e práticas, o curso vem contribuindo na formação continuada de professores, compartilhando conhecimentos científicos a partir do aprofundamento de questões ecológicas e socioambientais, tendo a floresta amazônica como eixo central. Em 14 anos de curso, os profissionais do Inpa já formaram mais de 300 professores. O curso também resultou em um livro de mesmo nome.

 

 

Foto: Divulgação/Inpa

 


Segundo uma das coordenadoras do curso, a tecnologista do Inpa Genoveva Azevedo, o feedback que o curso trouxe no decorrer dos anos é muito positivo. “Há professores que retornam e relatam que por conta do curso se motivou, ficou inspirado e buscou se especializar cada vez mais”, diz Azevedo, acrescentando que o conteúdo adquirido pelos professores é socializado no dia a dia na sala de aula com os alunos.

O curso possui carga horária de 80 horas e, ao término, os professores receberão certificados. O conteúdo do curso é voltado à Amazônia atual, a floresta e mudanças globais, biodiversidade, fauna e flora associados, recursos hídricos, solos, sociodiversidade, produtos florestais e extrativismo, educação ambiental e vivências pedagógicas.

As vagas oferecidas são para professores do ensino fundamental e médio das redes pública e privada de ensino (capital e interior) que estejam ministrando, preferencialmente, as disciplinas de biologia, ciências, geografia, física e química. O curso será ministrado por um corpo docente formado por pesquisadores de várias áreas de conhecimento, estudantes de pós-graduação, bolsistas de pesquisa e técnicos do Inpa.

 


Os interessados devem fazer as inscrições presencialmente no Lapsea, situado no Campus I do Inpa, sala 1 (pavilhão ao lado do Restaurante). Podem solicitar a ficha de inscrição pelos e-mails: higuchi.mig@gmail.com, driterra@gmail.com. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (92)3643-3145 ou 3643-3361, no horário comercial (8h às 12h e das 14h às 18h).

As Secretarias de Estado de Educação do Amazonas (Seduc) e Municipal de Educação (Semed) são apoiadoras do curso.

Requisito para participação

Além de ser professor da rede pública ou privada atuando em sala de aula e não ter participado de outras edições do curso, não ter a titulação de mestrado ou doutorado; precisa ter disponibilidade para passar uma semana fora de casa.


Ciência e Tecnologia

Inpa abre inscrição para curso de imersão na floresta

O curso acontecerá de 8 a 14 de outubro na Reserva de Floresta Experimental (ZF-2), situada no Km 50 da BR-174

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Uma semana imersos na floresta amazônica. Assim ficarão professores da rede pública e privada de ensino durante a 15ª edição do curso 'A floresta amazônica e suas múltiplas dimensões'. A capacitação é promovida pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), por meio do Laboratório de Psicologia e Educação Ambiental (Lapsea) e do Laboratório de Manejo Florestal (LMF) do Inpa, no âmbito do ICT – Madeiras da Amazônia – CNPq/ Fapeam.

O curso acontecerá de 8 a 14 de outubro na Reserva de Floresta Experimental (ZF-2), situada no Km 50 da BR-174 (Manaus-Boa Vista). As inscrições começam nesta segunda-feira (11) e vão até o dia 30 de setembro. Ao todo, serão oferecidas 30 vagas. O curso é gratuito.

Com aulas teóricas e práticas, o curso vem contribuindo na formação continuada de professores, compartilhando conhecimentos científicos a partir do aprofundamento de questões ecológicas e socioambientais, tendo a floresta amazônica como eixo central. Em 14 anos de curso, os profissionais do Inpa já formaram mais de 300 professores. O curso também resultou em um livro de mesmo nome.

 

 

Foto: Divulgação/Inpa

 


Segundo uma das coordenadoras do curso, a tecnologista do Inpa Genoveva Azevedo, o feedback que o curso trouxe no decorrer dos anos é muito positivo. “Há professores que retornam e relatam que por conta do curso se motivou, ficou inspirado e buscou se especializar cada vez mais”, diz Azevedo, acrescentando que o conteúdo adquirido pelos professores é socializado no dia a dia na sala de aula com os alunos.

O curso possui carga horária de 80 horas e, ao término, os professores receberão certificados. O conteúdo do curso é voltado à Amazônia atual, a floresta e mudanças globais, biodiversidade, fauna e flora associados, recursos hídricos, solos, sociodiversidade, produtos florestais e extrativismo, educação ambiental e vivências pedagógicas.

As vagas oferecidas são para professores do ensino fundamental e médio das redes pública e privada de ensino (capital e interior) que estejam ministrando, preferencialmente, as disciplinas de biologia, ciências, geografia, física e química. O curso será ministrado por um corpo docente formado por pesquisadores de várias áreas de conhecimento, estudantes de pós-graduação, bolsistas de pesquisa e técnicos do Inpa.

 


Os interessados devem fazer as inscrições presencialmente no Lapsea, situado no Campus I do Inpa, sala 1 (pavilhão ao lado do Restaurante). Podem solicitar a ficha de inscrição pelos e-mails: higuchi.mig@gmail.com, driterra@gmail.com. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (92)3643-3145 ou 3643-3361, no horário comercial (8h às 12h e das 14h às 18h).

As Secretarias de Estado de Educação do Amazonas (Seduc) e Municipal de Educação (Semed) são apoiadoras do curso.

Requisito para participação

Além de ser professor da rede pública ou privada atuando em sala de aula e não ter participado de outras edições do curso, não ter a titulação de mestrado ou doutorado; precisa ter disponibilidade para passar uma semana fora de casa.

TAG ManausAmazonascursofloresta