Meio Ambiente

Incêndio destrói 300 hectares em entorno de parque no Mato Grosso

Fogo teria começado em área de assentamento vizinha ao Parque Gruta da Lagoa Azul; bombeiros tentam evitar que se aproxime da área da reserva


Incêndio já destruiu 300 hectares no entorno do Parque Gruta da Lagoa Azul, em Nobres. Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de Mato Grosso
Um incêndio iniciado na segunda-feira (10) já destruiu aproximadamente 300 hectares de vegetação no entorno do Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul, localizado no Distrito de Bom Jardim, município de Nobres, a 151 km de Cuiabá (MT). O fogo é combatido pelo Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), do Corpo de Bombeiros.

O incêndio chegou a atingir uma pequena parte da área dentro do parque, mas foi contido e está no entorno da reserva, segundo informou ao G1 Mato Grosso o tenente-coronel Paulo André Barroso, comandante do BEA.

Onze bombeiros atuam no combate às chamas nesta quinta-feira (13). Eles contam com duas caminhonetes e equipamentos para o combate a incêndios florestais (bombas costais, abafadores, enxadas). O sinistro foi detectado por imagens de satélite e os bombeiros fizeram sobrevoos para identificar a área afetada pelas chamas.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) diz que o incêndio teria começado em uma área de assentamento vizinha ao parque. Os bombeiros avaliam a possibilidade de enviar uma aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) para ajudar na operação.

Incêndios recorrentes

O Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul, que abriga uma região montanhosa, está localizado no município de Nobres, no Assentamento Rural Coqueiral/Quebó, na região Médio-Norte do Estado. Com mais de 12 mil hectares, o local é considerado um santuário ecológico que recebe todos os dias centenas de turistas que estão à procura de mergulhos em cavernas.

Um incêndio, em agosto de 2015, destruiu 25% da área no Parque Gruta da Lagoa Azul. Em outro ‘episódio’, em agosto de 2009, outro incêndio destruiu 80% do parque.

 


Meio Ambiente

Incêndio destrói 300 hectares em entorno de parque no Mato Grosso

Fogo teria começado em área de assentamento vizinha ao Parque Gruta da Lagoa Azul; bombeiros tentam evitar que se aproxime da área da reserva

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Incêndio já destruiu 300 hectares no entorno do Parque Gruta da Lagoa Azul, em Nobres. Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros de Mato Grosso
Um incêndio iniciado na segunda-feira (10) já destruiu aproximadamente 300 hectares de vegetação no entorno do Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul, localizado no Distrito de Bom Jardim, município de Nobres, a 151 km de Cuiabá (MT). O fogo é combatido pelo Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), do Corpo de Bombeiros.

O incêndio chegou a atingir uma pequena parte da área dentro do parque, mas foi contido e está no entorno da reserva, segundo informou ao G1 Mato Grosso o tenente-coronel Paulo André Barroso, comandante do BEA.

Onze bombeiros atuam no combate às chamas nesta quinta-feira (13). Eles contam com duas caminhonetes e equipamentos para o combate a incêndios florestais (bombas costais, abafadores, enxadas). O sinistro foi detectado por imagens de satélite e os bombeiros fizeram sobrevoos para identificar a área afetada pelas chamas.

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) diz que o incêndio teria começado em uma área de assentamento vizinha ao parque. Os bombeiros avaliam a possibilidade de enviar uma aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) para ajudar na operação.

Incêndios recorrentes

O Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul, que abriga uma região montanhosa, está localizado no município de Nobres, no Assentamento Rural Coqueiral/Quebó, na região Médio-Norte do Estado. Com mais de 12 mil hectares, o local é considerado um santuário ecológico que recebe todos os dias centenas de turistas que estão à procura de mergulhos em cavernas.

Um incêndio, em agosto de 2015, destruiu 25% da área no Parque Gruta da Lagoa Azul. Em outro ‘episódio’, em agosto de 2009, outro incêndio destruiu 80% do parque.

 

TAG Mato Grossoqueimadasincendioparque