Cidades

Homem é atacado no rosto por sucuri em Mato Grosso

Segundo Rodrigues, tudo aconteceu durante uma pescaria. Ele e um amigo foram surpreendidos pelo ataque da cobra


Um caso inusitado chamou a atenção dos moradores de Juara (município distante 690 quilômetros de Cuiabá) nesta semana. O empresário Moisés Rodrigues foi atacado no rosto por uma sucuri. Ao Portal Amazônia, Rodrigues falou sobre o susto e a forma que agiu para se livrar do animal.

   
O rosto de Rodrigues foi mordido pela cobra. Foto: Arquivo Pessoal
 
Segundo Rodrigues, tudo aconteceu durante uma pescaria. Ele e um amigo estavam finalizando a atividade e remaram até a margem. Em seguida, o empresário se posicionou para amarrar a corda do barco, mas não percebeu que a cobra se escondia em um tronco oco. “Não deu nem tempo de reagir, a sucuri pulou no meu rosto, segurei pelo pescoço dela e puxei. Meu amigo me ajudou a controlar o animal, afinal, elas têm força”, relatou.

   
Rodrigues manteve a calma durante o ataque. Foto: Arquivo Pessoal
 
Após o ataque, a dupla levou a cobra para um local afastado e a devolveram para a natureza. Rodrigues seguiu para o hospital do município para receber os devidos cuidados. “A equipe médica se assustou quando eu disse que era mordida de cobra no meu rosto, mas expliquei que o animal em questão não era peçonhento. Recebi três pontos próximos ao meu olho, e também, tratamento para evitar qualquer infecção”, disse.
   
Rodrigues colocou a cobra em um lugar afastado. Foto: Arquivo Pessoal
 
Esse foi o primeiro ataque que Rodrigues recebe de uma cobra. Apesar de estar acostumado com o Pantanal, o empresário garante que nunca passou por nada parecido. “A gente fica sabendo dos ataques, mas nunca pensa que vai ser uma vítima. Graças a Deus, que mantive a calma e pude raciocinar, pude impedir a cobra de agarrar no meu pescoço, se fosse outra pessoal mais nervosa, quero nem imaginar”, falou. 

Cidades

Home > Noticias > null

Homem é atacado no rosto por sucuri em Mato Grosso

Segundo Rodrigues, tudo aconteceu durante uma pescaria. Ele e um amigo foram surpreendidos pelo ataque da cobra

Diego Oliveira

jornalismo@portalamazonia.com


Um caso inusitado chamou a atenção dos moradores de Juara (município distante 690 quilômetros de Cuiabá) nesta semana. O empresário Moisés Rodrigues foi atacado no rosto por uma sucuri. Ao Portal Amazônia, Rodrigues falou sobre o susto e a forma que agiu para se livrar do animal.

   
O rosto de Rodrigues foi mordido pela cobra. Foto: Arquivo Pessoal
 
Segundo Rodrigues, tudo aconteceu durante uma pescaria. Ele e um amigo estavam finalizando a atividade e remaram até a margem. Em seguida, o empresário se posicionou para amarrar a corda do barco, mas não percebeu que a cobra se escondia em um tronco oco. “Não deu nem tempo de reagir, a sucuri pulou no meu rosto, segurei pelo pescoço dela e puxei. Meu amigo me ajudou a controlar o animal, afinal, elas têm força”, relatou.

   
Rodrigues manteve a calma durante o ataque. Foto: Arquivo Pessoal
 
Após o ataque, a dupla levou a cobra para um local afastado e a devolveram para a natureza. Rodrigues seguiu para o hospital do município para receber os devidos cuidados. “A equipe médica se assustou quando eu disse que era mordida de cobra no meu rosto, mas expliquei que o animal em questão não era peçonhento. Recebi três pontos próximos ao meu olho, e também, tratamento para evitar qualquer infecção”, disse.
   
Rodrigues colocou a cobra em um lugar afastado. Foto: Arquivo Pessoal
 
Esse foi o primeiro ataque que Rodrigues recebe de uma cobra. Apesar de estar acostumado com o Pantanal, o empresário garante que nunca passou por nada parecido. “A gente fica sabendo dos ataques, mas nunca pensa que vai ser uma vítima. Graças a Deus, que mantive a calma e pude raciocinar, pude impedir a cobra de agarrar no meu pescoço, se fosse outra pessoal mais nervosa, quero nem imaginar”, falou. 

TAG mato grossoCuiaba