Publicidade

Amazônia

Fundo Amazônia recebe novas doações da Noruega e da Alemanha

O Fundo tem a função captar doações para ações de prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento, conservação e do uso sustentável da Amazônia


O Fundo Amazônia recebeu dois novos aportes dos governos da Alemanha e da Noruega para ações de combate ao desmatamento e preservação da floresta na região. O governo norueguês doou R$ 139,3 milhões e o Banco de Desenvolvimento da Alemanha repassou R$ 131,9 milhões.  
Os aportes estão atrelados à taxa anual de desmatamento na Amazônia. Em junho, o governo da Noruega, maior doador do fundo, anunciou que reduziria sua contribuição por causa do aumento da derrubada na floresta em 2016. Criado em 2008, o fundo é administrado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em conjunto com o Ministério do Meio Ambiente.  
Com os repasses divulgados hoje (21), o total de recursos do Fundo Amazônia chega a R$ 3,1 bilhões. Desses, R$ 2,9 bilhões foram doados pela Noruega, R$ 192,7 milhões pela Alemanha e R$ 16 milhões pela Petrobras.  
Atualmente, o fundo tem duas chamadas públicas em andamento, que vão destinar R$ 350 milhões a projetos ligados ao fortalecimento de povos nativos, indígenas, ribeirinhos e quilombolas da região amazônica e à recuperação da cobertura vegetal. Desde a sua criação, 93 projetos foram beneficiados com recursos do Fundo Amazônia.   
 
Foto: Divulgação / IBAMA
 

Amazônia

Home > Noticias > null

Fundo Amazônia recebe novas doações da Noruega e da Alemanha

O Fundo tem a função captar doações para ações de prevenção, monitoramento e combate ao desmatamento, conservação e do uso sustentável da Amazônia

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


O Fundo Amazônia recebeu dois novos aportes dos governos da Alemanha e da Noruega para ações de combate ao desmatamento e preservação da floresta na região. O governo norueguês doou R$ 139,3 milhões e o Banco de Desenvolvimento da Alemanha repassou R$ 131,9 milhões.  
Os aportes estão atrelados à taxa anual de desmatamento na Amazônia. Em junho, o governo da Noruega, maior doador do fundo, anunciou que reduziria sua contribuição por causa do aumento da derrubada na floresta em 2016. Criado em 2008, o fundo é administrado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em conjunto com o Ministério do Meio Ambiente.  
Com os repasses divulgados hoje (21), o total de recursos do Fundo Amazônia chega a R$ 3,1 bilhões. Desses, R$ 2,9 bilhões foram doados pela Noruega, R$ 192,7 milhões pela Alemanha e R$ 16 milhões pela Petrobras.  
Atualmente, o fundo tem duas chamadas públicas em andamento, que vão destinar R$ 350 milhões a projetos ligados ao fortalecimento de povos nativos, indígenas, ribeirinhos e quilombolas da região amazônica e à recuperação da cobertura vegetal. Desde a sua criação, 93 projetos foram beneficiados com recursos do Fundo Amazônia.   
 
Foto: Divulgação / IBAMA
 

TAG Fundo AmazôniaalemanhaNoruega