Publicidade

Cidades

Forças Armadas continua fazendo segurança externa em presídio de Porto Velho

A prorrogação do decreto começa a valer nessa quinta-feira (28) e se estende até 29 de março.

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


As Forças Armadas vão continuar atuando na proteção do perímetro de segurança da Penitenciária Federal de Porto Velho. Decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, autorizando a medida, está publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (27).

A GLO começa a valer nessa quinta-feira (28) se estendendo até 29 de março. As tropas atuarão em articulação com as forças de segurança pública e com o apoio de agentes penitenciários do Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

De acordo com o decreto, caberá ao ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, definir a alocação dos meios disponíveis para o cumprimento da GLO. A ação das Forças Armadas compreenderá um raio de 10 quilômetros a partir do muro externo da penitenciária.

Foto: Pedro Bentes/Rede Amazônica
Operação da Polícia Federal

Em outubro do ano passado, a Polícia Federal (PF) deflagrou uma operação na Penitenciária Federal de Porto Velho para desarticular ações que estavam sendo planejadas por integrantes de uma organização criminosa contra agentes públicos.

Segunda a PF, o grupo criminoso pretendia sequestrar e matar agentes penitenciários. "As investigações identificaram que a facção criminosa já havia realizado o levantamento da rotina e atividade de diversos servidores públicos fora do ambiente de trabalho para serem sequestrados e/ou assassinados em seus momentos de folga".



Cidades

Home > Noticias > null

Forças Armadas continua fazendo segurança externa em presídio de Porto Velho

A prorrogação do decreto começa a valer nessa quinta-feira (28) e se estende até 29 de março.

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


As Forças Armadas vão continuar atuando na proteção do perímetro de segurança da Penitenciária Federal de Porto Velho. Decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), assinado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, autorizando a medida, está publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (27).

A GLO começa a valer nessa quinta-feira (28) se estendendo até 29 de março. As tropas atuarão em articulação com as forças de segurança pública e com o apoio de agentes penitenciários do Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

De acordo com o decreto, caberá ao ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, definir a alocação dos meios disponíveis para o cumprimento da GLO. A ação das Forças Armadas compreenderá um raio de 10 quilômetros a partir do muro externo da penitenciária.

Foto: Pedro Bentes/Rede Amazônica
Operação da Polícia Federal

Em outubro do ano passado, a Polícia Federal (PF) deflagrou uma operação na Penitenciária Federal de Porto Velho para desarticular ações que estavam sendo planejadas por integrantes de uma organização criminosa contra agentes públicos.

Segunda a PF, o grupo criminoso pretendia sequestrar e matar agentes penitenciários. "As investigações identificaram que a facção criminosa já havia realizado o levantamento da rotina e atividade de diversos servidores públicos fora do ambiente de trabalho para serem sequestrados e/ou assassinados em seus momentos de folga".


TAG forcas armadasPorto Velhopresidio