Publicidade

Meio Ambiente

Home > Noticias > null

Filhote de onça preta é resgatado em Manaquiri, no Amazonas

Batizado de Grego, filhote teria sido encontrado em junho. Esta é a quinta onça recebida pelo Ibama em 2015

Portal Amazônia, com informações do Ibama


Esta é a quinta onça recebida pelo Ibama em 2015. Foto: Divulgação/IbamaMANAUS - Um filhote de onça preta (Panthera onca) foi resgatado na última quarta-feira (7) no município de Manaquiri, interior do Amazonas, pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O filhote estava sob os cuidados de moradores da comunidade Araçatuba, localizada nas proximidades do Lago Mirau. Batizado de 'Grego' pelos comunitários, o animal é o primeiro espécime de onça preta recebido pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama.O Ibama informou que, de acordo com os moradores, o filhote teria sido encontrado sozinho e resgatado pelos comunitários no dia 15 de junho. A guarda do filhote está sob os cuidados do Zoológico do Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs), onde recebe cuidados de veterinários e biólogos. Mediante autorização do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), poderá compor o plantel do zoológico.DiferençasA onça preta e a onça pintada são variações de uma mesma espécie (Panthera onca). A onça preta possui a pelagem escura devido à maior quantidade de melanina, característica determinada geneticamente e que é mais rara. É possível ver manchas no formato das encontradas nas onças pintadas com padrão amarelado, as mais conhecidas. As onças são os maiores felinos das Américas e são importantes na manutenção do equilíbrio dinâmico dos outros seres da floresta.Criação não autorizadaO Ibama destaca que a criação de animais silvestres sem autorização é proibida por lei e está sujeita a sanções. A criação pode oferecer riscos para a saúde e a segurança das pessoas, como é no caso desta espécie.Esta é a quinta onça recebida pelo Ibama em 2015. Além das onças, também foram recebidos um maracajá, um gato mourisco e uma jaguatirica. No total contabiliza-se oito felinos até o momento.
Meio Ambiente

Filhote de onça preta é resgatado em Manaquiri, no Amazonas

Batizado de Grego, filhote teria sido encontrado em junho. Esta é a quinta onça recebida pelo Ibama em 2015

Portal Amazônia, com informações do Ibama


Esta é a quinta onça recebida pelo Ibama em 2015. Foto: Divulgação/IbamaMANAUS - Um filhote de onça preta (Panthera onca) foi resgatado na última quarta-feira (7) no município de Manaquiri, interior do Amazonas, pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O filhote estava sob os cuidados de moradores da comunidade Araçatuba, localizada nas proximidades do Lago Mirau. Batizado de 'Grego' pelos comunitários, o animal é o primeiro espécime de onça preta recebido pelo Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Ibama.O Ibama informou que, de acordo com os moradores, o filhote teria sido encontrado sozinho e resgatado pelos comunitários no dia 15 de junho. A guarda do filhote está sob os cuidados do Zoológico do Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs), onde recebe cuidados de veterinários e biólogos. Mediante autorização do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), poderá compor o plantel do zoológico.DiferençasA onça preta e a onça pintada são variações de uma mesma espécie (Panthera onca). A onça preta possui a pelagem escura devido à maior quantidade de melanina, característica determinada geneticamente e que é mais rara. É possível ver manchas no formato das encontradas nas onças pintadas com padrão amarelado, as mais conhecidas. As onças são os maiores felinos das Américas e são importantes na manutenção do equilíbrio dinâmico dos outros seres da floresta.Criação não autorizadaO Ibama destaca que a criação de animais silvestres sem autorização é proibida por lei e está sujeita a sanções. A criação pode oferecer riscos para a saúde e a segurança das pessoas, como é no caso desta espécie.Esta é a quinta onça recebida pelo Ibama em 2015. Além das onças, também foram recebidos um maracajá, um gato mourisco e uma jaguatirica. No total contabiliza-se oito felinos até o momento.

TAG