Internacional

Filho de Nicolás Maduro deverá supervisionar obras da Odebrecht

Segundo Diário Oficial da Venezuela, filho do presidente será diretor-geral de delegações e instruções presidenciais


 

Foto: Divulgação/Assembléia Legislativa na Venezuela

 

Em publicação no DiárioOficial venezuelano, o filho de presidente da Venezuela foi nomeado para o cargo de diretor-geral de delegações e instruções  presidenciais. Segundo o jornalista venezuelano Nelson Bocaranda, Nicolás Maduro Guerra será responsável por fiscalizar obras da empreiteira Odebrecht no país vizinho.

A empreiteira, que começou sendo investigada na Operação Lava-Jato no Brasil, atualmente também passa pelo escrutínio de outras organizações da América Latina e da Agência Federal de Investigação Americana (FBI). Em dezembro, a Odebrecht se declarou culpada em um tribunal dos Estados Unidos por violar as leis do país pagando funcionários para ajudar a garantir contratos. O FBI já apresentou a governos da América Latina, como Brasil, Peru, Colômbia e Venezuela informações sobre os possíveis acordos ilícitos.

Segundo o acordo negociado, a empreiteira brasileira pagou aproximadamente 98 milhões de dólares a funcionários e intermediários do governo da Venezuela entre 2006 e 2015. Em fevereiro deste ano as contas e os ativos da empreiteira foram bloqueados na Venezuela pelo Ministério da Justiça do país.O presidente Venezuelano, Nicolás Maduro, disse que os responsáveis serão duramente punidos. A oposição acredita que o governo está sendo muito lento para dar andamento no escândalo.


Internacional

Filho de Nicolás Maduro deverá supervisionar obras da Odebrecht

Segundo Diário Oficial da Venezuela, filho do presidente será diretor-geral de delegações e instruções presidenciais

Isaac Guerreiro

isaac.guerreiro@portalamazonia.com


 

Foto: Divulgação/Assembléia Legislativa na Venezuela

 

Em publicação no DiárioOficial venezuelano, o filho de presidente da Venezuela foi nomeado para o cargo de diretor-geral de delegações e instruções  presidenciais. Segundo o jornalista venezuelano Nelson Bocaranda, Nicolás Maduro Guerra será responsável por fiscalizar obras da empreiteira Odebrecht no país vizinho.

A empreiteira, que começou sendo investigada na Operação Lava-Jato no Brasil, atualmente também passa pelo escrutínio de outras organizações da América Latina e da Agência Federal de Investigação Americana (FBI). Em dezembro, a Odebrecht se declarou culpada em um tribunal dos Estados Unidos por violar as leis do país pagando funcionários para ajudar a garantir contratos. O FBI já apresentou a governos da América Latina, como Brasil, Peru, Colômbia e Venezuela informações sobre os possíveis acordos ilícitos.

Segundo o acordo negociado, a empreiteira brasileira pagou aproximadamente 98 milhões de dólares a funcionários e intermediários do governo da Venezuela entre 2006 e 2015. Em fevereiro deste ano as contas e os ativos da empreiteira foram bloqueados na Venezuela pelo Ministério da Justiça do país.O presidente Venezuelano, Nicolás Maduro, disse que os responsáveis serão duramente punidos. A oposição acredita que o governo está sendo muito lento para dar andamento no escândalo.

TAG corrupcaoOdebrecht VenezuelaNicolas Maduropresidente