Publicidade

Saúde

Home > Noticias > null

Fevereiro Laranja: amazonenses ajudam com doações a pacientes em tratamento de doenças do sangue

O Programa Troco Solidário arrecada doações espontâneas em redes de supermercados parceiros em situados em Manaus para apoio à assistência de pacientes com doenças do sangue em tratamento na Fundação Hemoam.

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Em 2019, a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas – Hemoam, registrou 152 casos de leucemia. Segundo o Relatório de Gestão da Instituição de 2018, foram atendidos 26.550 pacientes com doenças do sangue.Conforme informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca), a leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos, geralmente, de origem desconhecida no qual atinge 10.800 brasileiros por ano. Tem como principal característica o acúmulo de células doentes na medula óssea.

       
Foto:Divulgação/Hemoam
 

Sintomas: dor nos ossos e articulações, fadiga, pequenas manchas avermelhadas ou roxas pelo corpo, dor de cabeça, náusea, sangramento nasal e na gengiva, palidez, vômito e visão dupla.   Prevenção: os exames de rotina se enquadram na prevenção da leucemia. É necessária atenção para qualquer alteração no sangue que possa surgir nestes exames e, caso exista suspeita da leucemia, é realizado um exame chamado mielograma, no qual é coletado uma pequena quantidade de medula óssea e se o resultado for positivo, o tratamento deve der iniciado imediatamente.   Pensando no auxilio do tratamento  da doença, a Fundação de Apoio ao Hemoam – Sangue Nativo, em 2017, lançou o Programa Troco Solidário que arrecada doações espontâneas em redes de supermercados parceiros em situados em Manaus para apoio à assistência de pacientes com doenças do sangue em tratamento na Fundação Hemoam.    Em entrevista ao Jornal Extra a psicóloga, Bia Nóbrega, fala da relação entre a doação e saúde mental, “melhor que doar é receber. A ciência nos mostra que há uma relação causal entre a caridade e a saúde mental. As pessoas que são solidárias, sistematicamente têm menor propensão à depressão e ansiedade, e são mais esperançosas por se sentirem no exercício do bem” destacou Nóbrega.   O Programa Troco Solidário conta ainda, com a parceria da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), para garantir a total transparência dos recursos recebidos e da aplicação das doações. A Secretaria também criou um código tributário específico que permite que as pessoas possam fazer suas doações em estabelecimentos comerciais, sem precisar usar o sistema bancário.   Por sua vez, a Fundação Sangue Nativo divulga para toda a sociedade, relatórios sobre os valores arrecadados em seus meios de comunicação.


   
Saúde

Fevereiro Laranja: amazonenses ajudam com doações a pacientes em tratamento de doenças do sangue

O Programa Troco Solidário arrecada doações espontâneas em redes de supermercados parceiros em situados em Manaus para apoio à assistência de pacientes com doenças do sangue em tratamento na Fundação Hemoam.


Em 2019, a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas – Hemoam, registrou 152 casos de leucemia. Segundo o Relatório de Gestão da Instituição de 2018, foram atendidos 26.550 pacientes com doenças do sangue.Conforme informações do Instituto Nacional do Câncer (Inca), a leucemia é uma doença maligna dos glóbulos brancos, geralmente, de origem desconhecida no qual atinge 10.800 brasileiros por ano. Tem como principal característica o acúmulo de células doentes na medula óssea.

       
Foto:Divulgação/Hemoam
 

Sintomas: dor nos ossos e articulações, fadiga, pequenas manchas avermelhadas ou roxas pelo corpo, dor de cabeça, náusea, sangramento nasal e na gengiva, palidez, vômito e visão dupla.   Prevenção: os exames de rotina se enquadram na prevenção da leucemia. É necessária atenção para qualquer alteração no sangue que possa surgir nestes exames e, caso exista suspeita da leucemia, é realizado um exame chamado mielograma, no qual é coletado uma pequena quantidade de medula óssea e se o resultado for positivo, o tratamento deve der iniciado imediatamente.   Pensando no auxilio do tratamento  da doença, a Fundação de Apoio ao Hemoam – Sangue Nativo, em 2017, lançou o Programa Troco Solidário que arrecada doações espontâneas em redes de supermercados parceiros em situados em Manaus para apoio à assistência de pacientes com doenças do sangue em tratamento na Fundação Hemoam.    Em entrevista ao Jornal Extra a psicóloga, Bia Nóbrega, fala da relação entre a doação e saúde mental, “melhor que doar é receber. A ciência nos mostra que há uma relação causal entre a caridade e a saúde mental. As pessoas que são solidárias, sistematicamente têm menor propensão à depressão e ansiedade, e são mais esperançosas por se sentirem no exercício do bem” destacou Nóbrega.   O Programa Troco Solidário conta ainda, com a parceria da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), para garantir a total transparência dos recursos recebidos e da aplicação das doações. A Secretaria também criou um código tributário específico que permite que as pessoas possam fazer suas doações em estabelecimentos comerciais, sem precisar usar o sistema bancário.   Por sua vez, a Fundação Sangue Nativo divulga para toda a sociedade, relatórios sobre os valores arrecadados em seus meios de comunicação.


   

TAG sangue nativo hemoamHemoamPrograma Troco Solidário