Publicidade

Cidades

Home > Noticias > null

'Família' de capivaras é flagrada atravessando rua em Rondônia; veja vídeo

Nas imagens, mais de 10 capivaras atravessam juntas uma das ruas de Cacoal, interior de Rondônia.

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Um vídeo viralizou nas últimas horas, depois que um morador registrou, na última segunda-feira (22), uma "família" de capivaras passeando próximo a um shopping, da cidade de Cacoal, interior de Rondônia, e divulgou as imagens na internet. As informações são do G1 Rondônia.


 

No registro, mais de 10 capivaras atravessam uma das ruas da cidade. Em entrevista ao G1, o biólogo Flávio Terassini alertou para os cuidados que os humanos devem tomar ao ver os animais nas ruas ou natureza.


 

"As capivaras mordem. As pessoas têm de evitar tentar manuseá-las, pois elas podem morder para tentar se defender, assim como qualquer outro animal. Mas elas são muito ariscas. Se alguém tentar chegar perto elas vão tentar fugir", explicou Flávio.


 

Segundo o biólogo, com o avanço de habitações desordenadas rumo a florestas, as pessoas precisam ter atenção ao se deparar com os roedores. "As capivaras em si não transmitem nenhuma doença aos seres humanos. Elas podem morder e transmitir o vírus da raiva. Na capivara há muitos carrapatos estrelas (coloridos) que podem transmitir uma doença bacteriana, a febre maculosa. E essa doença pode matar pessoas", disse o biólogo.


 

Jaime também lembra que no modo de vida, elas gostam de ficar próximas a igarapés ou lagoas. Se alimentam, principalmente, em grama e algumas verduras ou legumes.





Capivaras


As capivaras são consideradas os maiores roedores do planeta, podendo chegar a mais de 80 quilos. Os seus predadores são a onça-pintada e a sucuri.










   
Cidades

'Família' de capivaras é flagrada atravessando rua em Rondônia; veja vídeo

Nas imagens, mais de 10 capivaras atravessam juntas uma das ruas de Cacoal, interior de Rondônia.


Um vídeo viralizou nas últimas horas, depois que um morador registrou, na última segunda-feira (22), uma "família" de capivaras passeando próximo a um shopping, da cidade de Cacoal, interior de Rondônia, e divulgou as imagens na internet. As informações são do G1 Rondônia.


 

No registro, mais de 10 capivaras atravessam uma das ruas da cidade. Em entrevista ao G1, o biólogo Flávio Terassini alertou para os cuidados que os humanos devem tomar ao ver os animais nas ruas ou natureza.


 

"As capivaras mordem. As pessoas têm de evitar tentar manuseá-las, pois elas podem morder para tentar se defender, assim como qualquer outro animal. Mas elas são muito ariscas. Se alguém tentar chegar perto elas vão tentar fugir", explicou Flávio.


 

Segundo o biólogo, com o avanço de habitações desordenadas rumo a florestas, as pessoas precisam ter atenção ao se deparar com os roedores. "As capivaras em si não transmitem nenhuma doença aos seres humanos. Elas podem morder e transmitir o vírus da raiva. Na capivara há muitos carrapatos estrelas (coloridos) que podem transmitir uma doença bacteriana, a febre maculosa. E essa doença pode matar pessoas", disse o biólogo.


 

Jaime também lembra que no modo de vida, elas gostam de ficar próximas a igarapés ou lagoas. Se alimentam, principalmente, em grama e algumas verduras ou legumes.





Capivaras


As capivaras são consideradas os maiores roedores do planeta, podendo chegar a mais de 80 quilos. Os seus predadores são a onça-pintada e a sucuri.










   

TAG Cacoalcapivarasflagrarondonia