Ciência e Tecnologia

Expoacre recebe a edição do Hackathon Smart Cities

Cerca de 50 programadores divididos entre designers, desenvolvedores e negociadores participaram do evento

Portal Amazônia, com informações da Agência Acre

jornalismo@portalamazonia.com


O mundo da ciência e da tecnologia ganha cada vez mais espaço na maior Feira de Negócio do Acre, a Expoacre.  Na noite desta sexta-feira (28) foi iniciado o hackathon Smart Cities – cidades inteligentes.

Cerca de 50 programadores divididos entre designers, desenvolvedores e negociadores atuam em grupos com até cinco componentes para apresentar como utilizar os diversos mecanismos tecnológicos na contribuição de setores ligados à infraestrutura urbana e assim tornar a cidade mais eficiência e com maior qualidade de vida.

“Unimos todos dos participantes, demonstramos problemáticas reais da cidade, de acordo com os dados repassados pelas gestões públicas, e damos o gatilho para cada grupo apresentar propostas que beneficiem a população, como melhorias na mobilidade urbana, saúde, educação e saneamento entre outros”, explica o representante do Fórum Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação e da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas, Cláudio Nascimento.

 

 

 

 

 

Foto: Júnior Aguiar/Secom

 


Com uma proposta de atuação na área de segurança pública, o acadêmico de análise de sistema, Deuzivan Soares, se reuniu com colegas de classe e até professores para encarar este desafio.

“Temos várias ideias sobre esta temática, agora vamos dialogar, definir metodologias, aplicabilidades e acolher as orientações dos especialistas do evento para construir a melhor proposta”, comenta.

A titular da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Sect), Renata Souza, destaca que este modelo de hackathon é o primeiro realizado na Amazônia onde os participantes ao longo das 48 horas de duração, receberão toda a assistência de alimentação, sorteios de brindes, entre diversas premiações, como cinco bolsas de pós-graduação.

“Muitos projetos feitos aqui poderão ser aplicados diretamente em áreas estratégicas da cidade, beneficiando a sociedade por meio da tecnologia e criatividade. O hackathon Smart Cities será um sucesso e iremos trabalhar para levar este modelo para o interior do estado”, disse Renata.

O evento é uma realização do governo do Estado, Prefeitura de Rio Branco, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Buscar Peças, com apoio da Uninorte, Casa Urbana, Connect Bem e The Place.


Ciência e Tecnologia

Expoacre recebe a edição do Hackathon Smart Cities

Cerca de 50 programadores divididos entre designers, desenvolvedores e negociadores participaram do evento

Portal Amazônia, com informações da Agência Acre

jornalismo@portalamazonia.com


O mundo da ciência e da tecnologia ganha cada vez mais espaço na maior Feira de Negócio do Acre, a Expoacre.  Na noite desta sexta-feira (28) foi iniciado o hackathon Smart Cities – cidades inteligentes.

Cerca de 50 programadores divididos entre designers, desenvolvedores e negociadores atuam em grupos com até cinco componentes para apresentar como utilizar os diversos mecanismos tecnológicos na contribuição de setores ligados à infraestrutura urbana e assim tornar a cidade mais eficiência e com maior qualidade de vida.

“Unimos todos dos participantes, demonstramos problemáticas reais da cidade, de acordo com os dados repassados pelas gestões públicas, e damos o gatilho para cada grupo apresentar propostas que beneficiem a população, como melhorias na mobilidade urbana, saúde, educação e saneamento entre outros”, explica o representante do Fórum Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação e da Rede Brasileira de Cidades Inteligentes e Humanas, Cláudio Nascimento.

 

 

 

 

 

Foto: Júnior Aguiar/Secom

 


Com uma proposta de atuação na área de segurança pública, o acadêmico de análise de sistema, Deuzivan Soares, se reuniu com colegas de classe e até professores para encarar este desafio.

“Temos várias ideias sobre esta temática, agora vamos dialogar, definir metodologias, aplicabilidades e acolher as orientações dos especialistas do evento para construir a melhor proposta”, comenta.

A titular da Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia (Sect), Renata Souza, destaca que este modelo de hackathon é o primeiro realizado na Amazônia onde os participantes ao longo das 48 horas de duração, receberão toda a assistência de alimentação, sorteios de brindes, entre diversas premiações, como cinco bolsas de pós-graduação.

“Muitos projetos feitos aqui poderão ser aplicados diretamente em áreas estratégicas da cidade, beneficiando a sociedade por meio da tecnologia e criatividade. O hackathon Smart Cities será um sucesso e iremos trabalhar para levar este modelo para o interior do estado”, disse Renata.

O evento é uma realização do governo do Estado, Prefeitura de Rio Branco, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Buscar Peças, com apoio da Uninorte, Casa Urbana, Connect Bem e The Place.

TAG AcreRio Brancoexpoacre