Publicidade

Cidades

Home > Noticias > null

Em Rondônia, cota de inundação do rio Madeira chega ao 5º dia seguido

Mais de 110 famílias já foram afetadas diretamente pela cheia na capital, entre desalojadas e desabrigadas

Portal Amazônia, com informações do G1 Rondônia

jornalismo@portalamazonia.com


Afetando mais de 100 famílias, a cota de inundação do rio Madeira chegou, nesta quarta-feira (6), ao 5º dia consecutivo em Porto Velho (RO). Nesta quarta, cinco dias após atingir a cota de transbordamento, o rio Madeira amanheceu registrando 17,27 metros.

O nível de transbordamento do rio, de 17 metros, começou no sábado (2). No domingo (3) o nível chegou aos 17,35 m e a água começou passar por cima da BR-319, próximo da cabeceira da ponte que liga Porto Velho e Humaitá (AM).

Na segunda-feira (4) o nível do rio permaneceu acima dos 17 metros, oscilando entre 17,18 e 17,27 metros. Mesmo com a lâmina de água na pista da BR-319, o tráfego de veículos não foi interrompido.
 
 
Foto: Pedro Bentes/Rede Amazônica 
A previsão é que o nível do rio deve variar entre 17,20 e 17,40 metros nos próximos dias, segundo previsão do Sistema de Alerta Hidrológico da Bacia do Rio Madeira (SAH Rio Madeira). No distrito de Abunã, provavelmente o nível do rio Madeira irá se elevar.

Famílias afetadas

Mais de 110 famílias já foram afetadas diretamente pela cheia na capital, entre desalojadas e desabrigadas. Para ajudar as famílias atingidas pela cheia do rio, a Legião da Boa Vontade e a Associação Amigos da Leitura iniciou uma ação solidária para arrecadar alimentos, roupas e produtos de higiene pessoal (veja onde entregar).

Quando registrou a cheia histórica, em 2014, o nível do rio Madeira atingiu mais de 19 metros. Milhares de pessoas foram retiradas de casa. Outro ápice do nível do rio foi em 9 de abril de 2007, quando o Madeira chegou a 17,52 metros. Na época, a enchente invadiu bairros, distritos e afetou cerca de 1,6 mil famílias somente em Porto Velho.
 
Cidades

Em Rondônia, cota de inundação do rio Madeira chega ao 5º dia seguido

Mais de 110 famílias já foram afetadas diretamente pela cheia na capital, entre desalojadas e desabrigadas

Portal Amazônia, com informações do G1 Rondônia

jornalismo@portalamazonia.com


Afetando mais de 100 famílias, a cota de inundação do rio Madeira chegou, nesta quarta-feira (6), ao 5º dia consecutivo em Porto Velho (RO). Nesta quarta, cinco dias após atingir a cota de transbordamento, o rio Madeira amanheceu registrando 17,27 metros.

O nível de transbordamento do rio, de 17 metros, começou no sábado (2). No domingo (3) o nível chegou aos 17,35 m e a água começou passar por cima da BR-319, próximo da cabeceira da ponte que liga Porto Velho e Humaitá (AM).

Na segunda-feira (4) o nível do rio permaneceu acima dos 17 metros, oscilando entre 17,18 e 17,27 metros. Mesmo com a lâmina de água na pista da BR-319, o tráfego de veículos não foi interrompido.
 
 
Foto: Pedro Bentes/Rede Amazônica 
A previsão é que o nível do rio deve variar entre 17,20 e 17,40 metros nos próximos dias, segundo previsão do Sistema de Alerta Hidrológico da Bacia do Rio Madeira (SAH Rio Madeira). No distrito de Abunã, provavelmente o nível do rio Madeira irá se elevar.

Famílias afetadas

Mais de 110 famílias já foram afetadas diretamente pela cheia na capital, entre desalojadas e desabrigadas. Para ajudar as famílias atingidas pela cheia do rio, a Legião da Boa Vontade e a Associação Amigos da Leitura iniciou uma ação solidária para arrecadar alimentos, roupas e produtos de higiene pessoal (veja onde entregar).

Quando registrou a cheia histórica, em 2014, o nível do rio Madeira atingiu mais de 19 metros. Milhares de pessoas foram retiradas de casa. Outro ápice do nível do rio foi em 9 de abril de 2007, quando o Madeira chegou a 17,52 metros. Na época, a enchente invadiu bairros, distritos e afetou cerca de 1,6 mil famílias somente em Porto Velho.
 

TAG rondoniaRio Madeiracheiaenchente