Publicidade

Atualidades

Em Manaus, criador da Chilli Beans anuncia a abertura de 400 óticas da marca

Em entrevista à CBN Amazônia, o fundador da Chilli Beans contou como empreendeu e chegou ao posto de uma das mais renomadas marcas do mercado jovem


Caito Maia é o criador da marca Chilli Beans, maior loja de óculos e acessórios da América Latina, e em passagem por Manaus participou da 3ª edição do Projeto Plano B, da Fundação Rede Amazônica, transmitido ao vivo pela rádio CBN Amazônia Manaus, durante o programa Empreender na Amazônia, neste sábado (15). 
     
Foto:William Costa/Portal Amazônia
 

"Tudo começou quando eu estudava música nos Estados Unidos, e precisava de dinheiro. Juntei uma bolsa com 200 óculos e comecei a vendê-los. Rapidamente foram vendidos, e continuei vendendo. Até que recebi uma encomenda de 18 mil óculos, e não tinha como atender, mas o interessado me adiantou o dinheiro e de lá comecei a abrir os stands e não parei mais" conta Caito.


Segundo Caito, o objetivo da marca Chilli Beans é focar em moda, música e arte. E antes de qualquer efetivação de venda, nossos produtos possuem história. "Nossa abordagem ao cliente é feita por histórias, contamos ao cliente a história por trás de nossos produtos, e depois falamos o valor, que é sempre justo. Não cobramos caro", disse.
         
Foto:William Costa/Portal Amazônia
 

Sobre a marca Chilli Beans, Caito lembra que o envolvimento é tão forte que muitas pessoas tatuam não só a pimenta, que é a logo, mas também o nome da empresa. "Nossa marca é tão forte que as pessoas estão envolvidas em nossa história. No meu celular tenho mais de 300 fotos de pessoas que tatuaram a marca, e pra molecada fazer isso é um envolvimento muito grande. Os moleques gostam de nossos produtos, trazemos neles histórias", ressalta.


A Chille Beans tem mais de 800 lojas, e Caito garante que já visitou pelo menos 700, e o próximo passo é abrir Óticas. "Nossos relógios são montados aqui em Manaus, e o varejo se faz no chão de loja, nas andanças, nos mercados, eu faço isso. Há uma semana lançamos a primeira ótica para óculos de grau. Nossa ideia é avançarmos para 400 lojas nos próximos 4 anos. Não são lojas que nem as de shopping, mas são formatadas para o modelo de rua, e queremos atender cidades de até 50 mil habitantes", contou.

         
Foto:William Costa/Portal Amazônia
 

O Projeto Plano B tem o selo Acelera Amazônia, do Grupo Rede Amazônica, e tem objetivo de unir forças em busca de soluções e possibilidades de ações dos problemas que envolvem a região e discutir o futuro dos negócios. Em parceria com a Rede CBN Amazônia realiza edições especiais do programa Empreender na Amazônia, com empreendedores que relatam suas expertises, além de apresentar caminhos e alternativas econômicas para o desenvolvimento de negócios na região.


Caito Maia


Caito Maia começou a se envolver com óculos no final dos anos 90, quando foi aos Estados Unidos para estudar música – queria fazer sucesso com sua banda “Las Ticas Tienen Fuego”. Para completar o orçamento vendia óculos que comprava na Califórnia para os amigos. Ao voltar para o Brasil, passou a comercializar óculos no atacado para serem distribuídos em multimarcas.

Em 1998, decidido a investir em sua própria marca, lançou a primeira loja Chilli Beans, na Galeria Ouro Fino. Um sucesso contabilizado hoje em mais de 700 pontos de venda no Brasil e no exterior, em lugares como Estados Unidos, Colômbia, Peru, Kuwait, Israel e Portugal. Apesar do crescimento dos negócios, faz questão de participar de tudo o que acontece na rede Chilli Beans.


     

Atualidades

Home > Noticias > null

Em Manaus, criador da Chilli Beans anuncia a abertura de 400 óticas da marca

Em entrevista à CBN Amazônia, o fundador da Chilli Beans contou como empreendeu e chegou ao posto de uma das mais renomadas marcas do mercado jovem

William Costa

william.costa@portalamazonia.com


Caito Maia é o criador da marca Chilli Beans, maior loja de óculos e acessórios da América Latina, e em passagem por Manaus participou da 3ª edição do Projeto Plano B, da Fundação Rede Amazônica, transmitido ao vivo pela rádio CBN Amazônia Manaus, durante o programa Empreender na Amazônia, neste sábado (15). 
     
Foto:William Costa/Portal Amazônia
 

"Tudo começou quando eu estudava música nos Estados Unidos, e precisava de dinheiro. Juntei uma bolsa com 200 óculos e comecei a vendê-los. Rapidamente foram vendidos, e continuei vendendo. Até que recebi uma encomenda de 18 mil óculos, e não tinha como atender, mas o interessado me adiantou o dinheiro e de lá comecei a abrir os stands e não parei mais" conta Caito.


Segundo Caito, o objetivo da marca Chilli Beans é focar em moda, música e arte. E antes de qualquer efetivação de venda, nossos produtos possuem história. "Nossa abordagem ao cliente é feita por histórias, contamos ao cliente a história por trás de nossos produtos, e depois falamos o valor, que é sempre justo. Não cobramos caro", disse.
         
Foto:William Costa/Portal Amazônia
 

Sobre a marca Chilli Beans, Caito lembra que o envolvimento é tão forte que muitas pessoas tatuam não só a pimenta, que é a logo, mas também o nome da empresa. "Nossa marca é tão forte que as pessoas estão envolvidas em nossa história. No meu celular tenho mais de 300 fotos de pessoas que tatuaram a marca, e pra molecada fazer isso é um envolvimento muito grande. Os moleques gostam de nossos produtos, trazemos neles histórias", ressalta.


A Chille Beans tem mais de 800 lojas, e Caito garante que já visitou pelo menos 700, e o próximo passo é abrir Óticas. "Nossos relógios são montados aqui em Manaus, e o varejo se faz no chão de loja, nas andanças, nos mercados, eu faço isso. Há uma semana lançamos a primeira ótica para óculos de grau. Nossa ideia é avançarmos para 400 lojas nos próximos 4 anos. Não são lojas que nem as de shopping, mas são formatadas para o modelo de rua, e queremos atender cidades de até 50 mil habitantes", contou.

         
Foto:William Costa/Portal Amazônia
 

O Projeto Plano B tem o selo Acelera Amazônia, do Grupo Rede Amazônica, e tem objetivo de unir forças em busca de soluções e possibilidades de ações dos problemas que envolvem a região e discutir o futuro dos negócios. Em parceria com a Rede CBN Amazônia realiza edições especiais do programa Empreender na Amazônia, com empreendedores que relatam suas expertises, além de apresentar caminhos e alternativas econômicas para o desenvolvimento de negócios na região.


Caito Maia


Caito Maia começou a se envolver com óculos no final dos anos 90, quando foi aos Estados Unidos para estudar música – queria fazer sucesso com sua banda “Las Ticas Tienen Fuego”. Para completar o orçamento vendia óculos que comprava na Califórnia para os amigos. Ao voltar para o Brasil, passou a comercializar óculos no atacado para serem distribuídos em multimarcas.

Em 1998, decidido a investir em sua própria marca, lançou a primeira loja Chilli Beans, na Galeria Ouro Fino. Um sucesso contabilizado hoje em mais de 700 pontos de venda no Brasil e no exterior, em lugares como Estados Unidos, Colômbia, Peru, Kuwait, Israel e Portugal. Apesar do crescimento dos negócios, faz questão de participar de tudo o que acontece na rede Chilli Beans.


     

TAG plano bGrupo Rede AmazônicaRede Amazônica