Publicidade

Cidades

Home > Noticias > null

Em Manaus, Campanha Maio Amarelo visa a redução de acidentes de trânsito

O coordenador do evento e articulista do Portal Amazônia, Haniery Mendonça, falou sobre a importância das ações do 'Maio Amarelo'

Diego Oliveira

jornalismo@portalamazonia.com


'A mobilidade urbana de Manaus e seus desafios para 2030' será o tema central de um seminário realizado nesta quinta-feira, (2), a partir das 8h, no auditório da Ulbra, localizado na Avenida Carlos Drummond de Andrade, Conjunto Atílio Andreazza, 1460 - Japiim. O evento marca a abertura oficial da programação da Campanha “Maio Amarelo – o sentido é a vida”.

 

A ideia do Maio Amarelo surgiu em junho de 2010, na cidade de Soweto, na África do Sul, quando Zenani Mandela, neta de Nelson Mandela, foi atropelado, após deixar o show de abertura da Copa do Mundo. Como a jovem não resistiu aos ferimentos, a família iniciou uma campanha pelo mundo denominada “Semana Mundial da Segurança do Pedestre”.

 

Em 2011, em apoio a campanha iniciada pela família Mandela, a Organização das Nações Unidas (ONU), decretou a ‘Década de Ações para a Segurança no Trânsito’, onde os países signatários acordaram promover ações preventivas relacionadas ao trânsito de forma geral. O mês de maio foi escolhido por questões históricas relacionadas à segurança no trânsito e a cor amarela simboliza a mesma cor que conceitua ‘atenção’ nos semáforos. 

 

 

   
Foto: Reprodução/Rede Amazônica
 

 


De acordo com o coordenador do evento, Haniery Mendonça, que escreve artigos para ’Seu Amigo do Trânsito’, do Portal Amazônia, o objetivo dos eventos é chamar a atenção da população manauara, e dessa forma, reduzir os índices de acidentes de trânsito. “Lembrando que essa conscientização não é feita apenas em maio, pois, temos uma programação extensa durante o decorrer do ano”, afirmou.

 

Programação

 

Este ano, a campanha vai focar em três vertentes, pedestres, ciclistas e motociclistas. “É um movimento que visa o melhor para todos, afinal, evitar um acidente no trânsito pode salvar vidas. Nosso objetivo é gerar um debate na própria sociedade, e o seminário vai ser o ponta pé perfeito para iniciar a programação”, explicou Mendonça. 

 

Participarão do do seminário o especialista em programas de trânsito e criador do programa volvo de segurança, J. Pedro Corrêa; o coordenador geral da Associação Ciclístas Pedala Manaus, Paulo Aguiar; o representante da comissão de transportes e mobilidade urbana, Fernando Borges; o especialista em trânsito, Haniery Mendonça, e o especialista em gestão de mobilidade, Uarodi Guedes. 

 

 

 


Já no dia 4 de maio, a coach Helen Kit prepara a palestra ‘Mulheres Fabulosas no Trânsito - Perca o Medo de Dirigir’, a partir das 8h, também no auditório da Ulbra. A entrada é uma lata de leite em pó. “Mesmo passando na auto-escola, algumas mulheres ainda ficam com receito de dirigir pela cidade, então, a gente pensou nesse público, e claro, esperamos que ações como essas sejam valorizadas”, disse Mendonça. 

 

Os seminários tem vagas limitadas e os estudantes ganharão certificado com horas complementares. Mais informações pelo telefone (92) 9926-7600.

Cidades

Em Manaus, Campanha Maio Amarelo visa a redução de acidentes de trânsito

O coordenador do evento e articulista do Portal Amazônia, Haniery Mendonça, falou sobre a importância das ações do 'Maio Amarelo'


'A mobilidade urbana de Manaus e seus desafios para 2030' será o tema central de um seminário realizado nesta quinta-feira, (2), a partir das 8h, no auditório da Ulbra, localizado na Avenida Carlos Drummond de Andrade, Conjunto Atílio Andreazza, 1460 - Japiim. O evento marca a abertura oficial da programação da Campanha “Maio Amarelo – o sentido é a vida”.

 

A ideia do Maio Amarelo surgiu em junho de 2010, na cidade de Soweto, na África do Sul, quando Zenani Mandela, neta de Nelson Mandela, foi atropelado, após deixar o show de abertura da Copa do Mundo. Como a jovem não resistiu aos ferimentos, a família iniciou uma campanha pelo mundo denominada “Semana Mundial da Segurança do Pedestre”.

 

Em 2011, em apoio a campanha iniciada pela família Mandela, a Organização das Nações Unidas (ONU), decretou a ‘Década de Ações para a Segurança no Trânsito’, onde os países signatários acordaram promover ações preventivas relacionadas ao trânsito de forma geral. O mês de maio foi escolhido por questões históricas relacionadas à segurança no trânsito e a cor amarela simboliza a mesma cor que conceitua ‘atenção’ nos semáforos. 

 

 

   
Foto: Reprodução/Rede Amazônica
 

 


De acordo com o coordenador do evento, Haniery Mendonça, que escreve artigos para ’Seu Amigo do Trânsito’, do Portal Amazônia, o objetivo dos eventos é chamar a atenção da população manauara, e dessa forma, reduzir os índices de acidentes de trânsito. “Lembrando que essa conscientização não é feita apenas em maio, pois, temos uma programação extensa durante o decorrer do ano”, afirmou.

 

Programação

 

Este ano, a campanha vai focar em três vertentes, pedestres, ciclistas e motociclistas. “É um movimento que visa o melhor para todos, afinal, evitar um acidente no trânsito pode salvar vidas. Nosso objetivo é gerar um debate na própria sociedade, e o seminário vai ser o ponta pé perfeito para iniciar a programação”, explicou Mendonça. 

 

Participarão do do seminário o especialista em programas de trânsito e criador do programa volvo de segurança, J. Pedro Corrêa; o coordenador geral da Associação Ciclístas Pedala Manaus, Paulo Aguiar; o representante da comissão de transportes e mobilidade urbana, Fernando Borges; o especialista em trânsito, Haniery Mendonça, e o especialista em gestão de mobilidade, Uarodi Guedes. 

 

 

 


Já no dia 4 de maio, a coach Helen Kit prepara a palestra ‘Mulheres Fabulosas no Trânsito - Perca o Medo de Dirigir’, a partir das 8h, também no auditório da Ulbra. A entrada é uma lata de leite em pó. “Mesmo passando na auto-escola, algumas mulheres ainda ficam com receito de dirigir pela cidade, então, a gente pensou nesse público, e claro, esperamos que ações como essas sejam valorizadas”, disse Mendonça. 

 

Os seminários tem vagas limitadas e os estudantes ganharão certificado com horas complementares. Mais informações pelo telefone (92) 9926-7600.


TAG manausamazonasmaio amareloacidentes no transitoredução