Internacional

Deputados opositores são impedidos de entrar no Parlamento da Venezuela

A informação foi dada pelo Parlamento, controlado pela oposição, através de uma mensagem no Twitter, na qual assinalam que, por "ordens da ilegal ANC"

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


Um grupo de deputados opositores denunciou nesta segunda-feira (6) que foram impedidos pela Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militarizada) de acessar a sede principal do Parlamento venezuelano por supostas ordens da Assembleia Nacional Constituinte (ANC). A informação é da Agência Brasil.
 

 

Foto:Reprodução/Agência Brasil

 

A informação foi dada pelo Parlamento, controlado pela oposição, através de uma mensagem publicada no Twitter, na qual assinalam que, por "ordens da ilegal ANC", a Guarda Bolivariana "se nega" a dar acesso aos deputados à sede do Palácio Federal Legislativo. Além disso, a segunda vice-presidente do Parlamento, a opositora Dennis Fernández, disse a jornalistas que também não foi permitida a entrada de funcionários e da imprensa.

 

Ela tinha previsto dar uma entrevista coletiva na sede do Parlamento, mas devido ao impedimento da GNB, a opositora fez suas declarações do lado de fora do edifício, de onde também se aproximaram pessoas identificadas com o governismo para proferir ofensas ao grupo.

 

 

Em outras ocasiões, os parlamentares opositores tiveram que enfrentar situações similares, pois não é a primeira vez que a Guarda Bolivariana impede o acesso à sede do Legislativo, onde também estava prevista a entrevista coletiva da coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD).

 

Para amanhã foi convocada uma sessão do Parlamento, para a qual é esperada a presença de todos os deputados, pois a última foi suspensa devido a falta de quórum.


Internacional

Deputados opositores são impedidos de entrar no Parlamento da Venezuela

A informação foi dada pelo Parlamento, controlado pela oposição, através de uma mensagem no Twitter, na qual assinalam que, por "ordens da ilegal ANC"

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


Um grupo de deputados opositores denunciou nesta segunda-feira (6) que foram impedidos pela Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militarizada) de acessar a sede principal do Parlamento venezuelano por supostas ordens da Assembleia Nacional Constituinte (ANC). A informação é da Agência Brasil.
 

 

Foto:Reprodução/Agência Brasil

 

A informação foi dada pelo Parlamento, controlado pela oposição, através de uma mensagem publicada no Twitter, na qual assinalam que, por "ordens da ilegal ANC", a Guarda Bolivariana "se nega" a dar acesso aos deputados à sede do Palácio Federal Legislativo. Além disso, a segunda vice-presidente do Parlamento, a opositora Dennis Fernández, disse a jornalistas que também não foi permitida a entrada de funcionários e da imprensa.

 

Ela tinha previsto dar uma entrevista coletiva na sede do Parlamento, mas devido ao impedimento da GNB, a opositora fez suas declarações do lado de fora do edifício, de onde também se aproximaram pessoas identificadas com o governismo para proferir ofensas ao grupo.

 

 

Em outras ocasiões, os parlamentares opositores tiveram que enfrentar situações similares, pois não é a primeira vez que a Guarda Bolivariana impede o acesso à sede do Legislativo, onde também estava prevista a entrevista coletiva da coalizão opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD).

 

Para amanhã foi convocada uma sessão do Parlamento, para a qual é esperada a presença de todos os deputados, pois a última foi suspensa devido a falta de quórum.

TAG VenezuelaNicolas MadurooposicaoassembleiaTwitter