Internacional

Com custos de US$ 34 milhões, nova sede do governo boliviano é inaugurada

De acordo com o governo boliviano, a troca de sede foi necessária porque antigo prédio tinha característica "colonialista"

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


Foto:Divulgação/ABI-Agencia Boliviana de Información
 
presidente da BolíviaEvo Moralesinaugurou nesta quinta-feira (9), a nova sede do governo. Denominada 'A Grande Casa do Povo', o novo palácio conta com 26 andares, três sótãos e um heliporto e foi inaugurado sob a polêmica de ter custado cerca de de US$ 34 milhões, segundo a imprensa internacional. De acordo com o governo boliviano, a troca de sede foi necessária porque antigo prédio tinha característica "colonialista". As informações são da Agência Brasil.

"Inauguramos a Casa Grande do Povo de onde governará com democracia com os bolivianos e as bolivianas. Deixamos para atrás o palácio colonialista em que tantos governos deram as costas para o povo; a nova Bolívia avança livre, digna e soberana", escreveu Evo Morales no Twitter.

A antiga sede do governo é um edifício de de 1551, construído na Praça Murillo, em La Paz , capital da Bolívia. Para Evo Morales, segundo a agência pública de notícias, o antigo prédio era símbolo dos governos neoliberais que tiraram do Estado sua riqueza, seu patrimônio e sua memória.   Ainda segundo a agência pública, Evo Morales considera a nova sede do governo uma representação do "processo de mudança" político, econômico e social que vive a Bolívia desde 2006 - quando o atual presidente assumiu o governo.

A inauguração da Casa Grande do Povo contou com uma oferenda a Pachamama, divindade máxima dos povos indígenas dos Andes, e diversas expressões da cultura original e tradicional da Bolívia.


Internacional

Home > Noticias > null

Com custos de US$ 34 milhões, nova sede do governo boliviano é inaugurada

De acordo com o governo boliviano, a troca de sede foi necessária porque antigo prédio tinha característica "colonialista"

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


Foto:Divulgação/ABI-Agencia Boliviana de Información
 
presidente da BolíviaEvo Moralesinaugurou nesta quinta-feira (9), a nova sede do governo. Denominada 'A Grande Casa do Povo', o novo palácio conta com 26 andares, três sótãos e um heliporto e foi inaugurado sob a polêmica de ter custado cerca de de US$ 34 milhões, segundo a imprensa internacional. De acordo com o governo boliviano, a troca de sede foi necessária porque antigo prédio tinha característica "colonialista". As informações são da Agência Brasil.

"Inauguramos a Casa Grande do Povo de onde governará com democracia com os bolivianos e as bolivianas. Deixamos para atrás o palácio colonialista em que tantos governos deram as costas para o povo; a nova Bolívia avança livre, digna e soberana", escreveu Evo Morales no Twitter.

A antiga sede do governo é um edifício de de 1551, construído na Praça Murillo, em La Paz , capital da Bolívia. Para Evo Morales, segundo a agência pública de notícias, o antigo prédio era símbolo dos governos neoliberais que tiraram do Estado sua riqueza, seu patrimônio e sua memória.   Ainda segundo a agência pública, Evo Morales considera a nova sede do governo uma representação do "processo de mudança" político, econômico e social que vive a Bolívia desde 2006 - quando o atual presidente assumiu o governo.

A inauguração da Casa Grande do Povo contou com uma oferenda a Pachamama, divindade máxima dos povos indígenas dos Andes, e diversas expressões da cultura original e tradicional da Bolívia.

TAG Evo MoralesBoliviainternacionalAmazonia Internacional