Economia

Caravana da Transformação terá ações de ressocialização em Mato Grosso

Serão expostos produtos confeccionados pelos reeducandos de diversas unidades prisionais do Estado

Portal Amazônia, com informações do Governo de Mato Grosso

jornalismo@portalamazonia.com


Pela primeira vez, as ações de ressocialização do Sistema Penitenciário de Mato Grosso serão mostradas à população na Caravana da Transformação, na edição que começa na próxima semana, em São José dos Quatro Marcos (328 km a Oeste de Cuiabá). O evento será realizado entre os dias 07 e 17 de março, no Parque Municipal Wilson Souza Rézio. Além do município sede, outras 13 cidades da região receberão atendimento nesta edição.

Serão expostos no estande da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh-MT), nos dias 10 e 11 de março, produtos confeccionados pelos reeducandos de diversas unidades prisionais. Das marcenarias instaladas, por exemplo, na penitenciária da Mata Grande em Rondonópolis, e no Centro de Ressocialização de Cuiabá, os reeducandos estão a todo vapor na fabricação de jogos de mesa, móveis, utensílios domésticos como tábuas de carne; suporte de vasos, além de artesanato, como tapetes, objetos de decoração, telas, enfim, uma diversidade de produtos feitos com qualidade.

 

 

Os reeducandos estão a todo vapor na fabricação dos móveis. Foto: Divulgação/Sejudh-MT

 


O diretor da Penitenciária da Mata Grande, Ailton Ferreira, explica que a intenção é mostrar como é o processo de ressocialização, que tem contribuído para dar uma nova oportunidade a centenas de reeducandos. “Participar da Caravana nos permite mostrar à população as ações positivas do sistema penitenciário”. Bancos fabricados na marcenaria da Mata Grande serão doados a uma instituição filantrópica ao final da Caravana da Transformação.

Um grupo de reeducandos da Cadeia Pública de São José dos Quatro Marcos também atuará durante a Caravana com a limpeza do espaço onde será montado o evento.

Economia

No CRC, na Capital, aproximadamente 30 reeducandos estão trabalhando no corte da madeira e montagem de tablados que serão utilizados como suporte na área de atendimento dos serviços de saúde. É uma economia de R$ 127 mil nos custos da organização da Caravana, que não necessitará locar os tablados.

Estas estruturas são necessárias na Caravana especialmente por dois motivos: garantir acessibilidade, em função do público idoso, uma vez que muitas pessoas têm dificuldade de locomoção, e também oferecer mais conforto, pois com a época de chuva as áreas onde serão instaladas as estruturas da Caravana ficam mais úmidas.

A madeira para confecção dos tablados foi doada pelo Juizado Volante Ambiental e é fruto de apreensão realizada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente de de produto florestal extraído ilegalmente. São em torno de mil peças de tablado que juntas medirão 95 metros de comprimento por 12 metros de largura. 

 

 

30 reeducandos estão trabalhando no corte da madeira. Foto: Divulgação/Sejudh-MT

 


Justiça

Na área do direito do consumidor, o Procon-MT levará diversas atividades ao público que visitar o espaço da Caravana da Transformação nos dias 10 e 11 de março. Serão também realizadas palestras nas escolas do município, enfatizando o direito do consumidor nas relações de compras e prestação de serviços.

No estande da Sejudh na Caravana, o público poderá usufruir do atendimento na plataforma  e serão realizadas atividades educativas com o público infantil.

Serviço bastante procurado pelos consumidores, o mutirão de combate ao endividamento será realizado em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade.

A Superintendência de Políticas Sobre Drogas promoverá a palestra “Novos paradigmas da política sobre drogas” com educadores municipais, no dia 10 de março, às 14h, e no dia 11 de março, às 15 h.

 

 


Economia

Caravana da Transformação terá ações de ressocialização em Mato Grosso

Serão expostos produtos confeccionados pelos reeducandos de diversas unidades prisionais do Estado

Portal Amazônia, com informações do Governo de Mato Grosso

jornalismo@portalamazonia.com


Pela primeira vez, as ações de ressocialização do Sistema Penitenciário de Mato Grosso serão mostradas à população na Caravana da Transformação, na edição que começa na próxima semana, em São José dos Quatro Marcos (328 km a Oeste de Cuiabá). O evento será realizado entre os dias 07 e 17 de março, no Parque Municipal Wilson Souza Rézio. Além do município sede, outras 13 cidades da região receberão atendimento nesta edição.

Serão expostos no estande da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh-MT), nos dias 10 e 11 de março, produtos confeccionados pelos reeducandos de diversas unidades prisionais. Das marcenarias instaladas, por exemplo, na penitenciária da Mata Grande em Rondonópolis, e no Centro de Ressocialização de Cuiabá, os reeducandos estão a todo vapor na fabricação de jogos de mesa, móveis, utensílios domésticos como tábuas de carne; suporte de vasos, além de artesanato, como tapetes, objetos de decoração, telas, enfim, uma diversidade de produtos feitos com qualidade.

 

 

Os reeducandos estão a todo vapor na fabricação dos móveis. Foto: Divulgação/Sejudh-MT

 


O diretor da Penitenciária da Mata Grande, Ailton Ferreira, explica que a intenção é mostrar como é o processo de ressocialização, que tem contribuído para dar uma nova oportunidade a centenas de reeducandos. “Participar da Caravana nos permite mostrar à população as ações positivas do sistema penitenciário”. Bancos fabricados na marcenaria da Mata Grande serão doados a uma instituição filantrópica ao final da Caravana da Transformação.

Um grupo de reeducandos da Cadeia Pública de São José dos Quatro Marcos também atuará durante a Caravana com a limpeza do espaço onde será montado o evento.

Economia

No CRC, na Capital, aproximadamente 30 reeducandos estão trabalhando no corte da madeira e montagem de tablados que serão utilizados como suporte na área de atendimento dos serviços de saúde. É uma economia de R$ 127 mil nos custos da organização da Caravana, que não necessitará locar os tablados.

Estas estruturas são necessárias na Caravana especialmente por dois motivos: garantir acessibilidade, em função do público idoso, uma vez que muitas pessoas têm dificuldade de locomoção, e também oferecer mais conforto, pois com a época de chuva as áreas onde serão instaladas as estruturas da Caravana ficam mais úmidas.

A madeira para confecção dos tablados foi doada pelo Juizado Volante Ambiental e é fruto de apreensão realizada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente de de produto florestal extraído ilegalmente. São em torno de mil peças de tablado que juntas medirão 95 metros de comprimento por 12 metros de largura. 

 

 

30 reeducandos estão trabalhando no corte da madeira. Foto: Divulgação/Sejudh-MT

 


Justiça

Na área do direito do consumidor, o Procon-MT levará diversas atividades ao público que visitar o espaço da Caravana da Transformação nos dias 10 e 11 de março. Serão também realizadas palestras nas escolas do município, enfatizando o direito do consumidor nas relações de compras e prestação de serviços.

No estande da Sejudh na Caravana, o público poderá usufruir do atendimento na plataforma  e serão realizadas atividades educativas com o público infantil.

Serviço bastante procurado pelos consumidores, o mutirão de combate ao endividamento será realizado em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade.

A Superintendência de Políticas Sobre Drogas promoverá a palestra “Novos paradigmas da política sobre drogas” com educadores municipais, no dia 10 de março, às 14h, e no dia 11 de março, às 15 h.

 

 

TAG Mato GrossoprojetoSistema Penitenciario ressocializacao