Publicidade

Cidades

Cachorro é resgatado por Corpo de Bombeiros após cair em rio de Rondônia

De início o Benezinho foi um pouco hostil, pois estava em situação de risco e achou que os homens iriam machucá-lo


Uma inspeção para averiguar a elevação do nível dos rios de Pimenta Bueno (RO), município localizado a pouco mais de 520 quilômetros de Porto Velho, resultou no salvamento do "Benezinho", um cachorro que estava se afogando no rio. O resgate aconteceu na última sexta-feira (11), e ganhou repercussão nas redes sociais após uma publicação realizada pelo Corpo de Bombeiros.

Segundo o G1 Rondônia, o provável afogamento do cachorrinho só foi evitado porque a equipe, que estava em uma embarcação averiguando o nível dos rios que apresentaram aumento devido ao volume de chuvas na região, viu o animal que tentava se salvar nadando contra a correnteza do Rio Barão do Melgaço.

Segundo relatos do tenente Márcio Bueno, que junto com outro membro da corporação realizou o resgate ao cachorro, de início o Benezinho foi um pouco hostil, pois estava em situação de risco e achou que os homens iriam machucá-lo.


 
Foto: Divulgação
 

“Tivemos que primeiro conquistar a confiança dele, desligamos a embarcação, descemos paralelo a ele e começamos a fazer carinho na sua cabeça até ele confiar na gente. Quando ganhamos a sua confiança o colocamos na embarcação. Depois ele viu que estávamos ali pra ajudar e virou nosso amigo”, diz o tenente Márcio Bueno.

O salvamento também envolveu sorte, já que a equipe costuma fazer as medições com uma régua apenas nas margens do rio. Mas como o período é de alerta, devido o volume das águas, a corporação foi prestar apoio para a Defesa Civil.

O tenente ainda aponta que provavelmente o animal tenha caído no rio, devido a elevação do nível das águas que tem invadido ruas e isolado alguns moradores da região.

“Não estávamos ali para aquela missão, estávamos fazendo a inspeção no rio. Mas, conduzimos aquela vida em risco, independe de ser de um animal ou humana, a nossa missão é salvar e resgatar”, ressalta Márcio.


 
Foto: Divulgação
 

De volta ao lar

Após ter sido resgatado e levado para terra firme, o Benezinho quase foi adotado pela corporação. A missão foi recompensada com a gratidão do animal, que mesmo solto e em segurança, permaneceu ao lado dos seus novos heróis.

“Eu pensei que quando colocássemos ele em terra firme, ele correria e iria embora, mas ele ficou lá com a gente. Daí resolvemos levar para o quartel e publicar nas redes sociais para achar o dono. Se não encontrássemos íamos ficar com ele e torná-lo nosso mascote”.

A dona do Benezinho viu a publicação e foi pegar o animal de estimação, no dia seguinte ao resgate.

“Nossa intensão desde o início foi essa, resgatar o cão. Jamais podíamos passar por uma situação daquela e ignorar”, afirma o tenente.

Cidades

Home > Noticias > null

Cachorro é resgatado por Corpo de Bombeiros após cair em rio de Rondônia

De início o Benezinho foi um pouco hostil, pois estava em situação de risco e achou que os homens iriam machucá-lo

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Uma inspeção para averiguar a elevação do nível dos rios de Pimenta Bueno (RO), município localizado a pouco mais de 520 quilômetros de Porto Velho, resultou no salvamento do "Benezinho", um cachorro que estava se afogando no rio. O resgate aconteceu na última sexta-feira (11), e ganhou repercussão nas redes sociais após uma publicação realizada pelo Corpo de Bombeiros.

Segundo o G1 Rondônia, o provável afogamento do cachorrinho só foi evitado porque a equipe, que estava em uma embarcação averiguando o nível dos rios que apresentaram aumento devido ao volume de chuvas na região, viu o animal que tentava se salvar nadando contra a correnteza do Rio Barão do Melgaço.

Segundo relatos do tenente Márcio Bueno, que junto com outro membro da corporação realizou o resgate ao cachorro, de início o Benezinho foi um pouco hostil, pois estava em situação de risco e achou que os homens iriam machucá-lo.


 
Foto: Divulgação
 

“Tivemos que primeiro conquistar a confiança dele, desligamos a embarcação, descemos paralelo a ele e começamos a fazer carinho na sua cabeça até ele confiar na gente. Quando ganhamos a sua confiança o colocamos na embarcação. Depois ele viu que estávamos ali pra ajudar e virou nosso amigo”, diz o tenente Márcio Bueno.

O salvamento também envolveu sorte, já que a equipe costuma fazer as medições com uma régua apenas nas margens do rio. Mas como o período é de alerta, devido o volume das águas, a corporação foi prestar apoio para a Defesa Civil.

O tenente ainda aponta que provavelmente o animal tenha caído no rio, devido a elevação do nível das águas que tem invadido ruas e isolado alguns moradores da região.

“Não estávamos ali para aquela missão, estávamos fazendo a inspeção no rio. Mas, conduzimos aquela vida em risco, independe de ser de um animal ou humana, a nossa missão é salvar e resgatar”, ressalta Márcio.


 
Foto: Divulgação
 

De volta ao lar

Após ter sido resgatado e levado para terra firme, o Benezinho quase foi adotado pela corporação. A missão foi recompensada com a gratidão do animal, que mesmo solto e em segurança, permaneceu ao lado dos seus novos heróis.

“Eu pensei que quando colocássemos ele em terra firme, ele correria e iria embora, mas ele ficou lá com a gente. Daí resolvemos levar para o quartel e publicar nas redes sociais para achar o dono. Se não encontrássemos íamos ficar com ele e torná-lo nosso mascote”.

A dona do Benezinho viu a publicação e foi pegar o animal de estimação, no dia seguinte ao resgate.

“Nossa intensão desde o início foi essa, resgatar o cão. Jamais podíamos passar por uma situação daquela e ignorar”, afirma o tenente.

TAG rondoniaPimenta Buenoresgatecachorros