Publicidade

Atualidades

Home > Noticias > null

Boa Vista, capital de Roraima, completa 129 anos; conheça sua história e cultura

A capital além de suas paisagens também tem a oferecer muitos outros serviços de turismo. Conheça alguns deles:

Portal Amazônia

jornalismo@portalamazonia.com


A capital de Roraima, Boa Vista, está completando hoje 129 anos. Com uma área de 5.117,9 km, a capital atrai muitos turistas por suas belas paisagens,  suas savanas amazônicas e outros pontos turísticos. 

 

 

 

Boa Vista foi fundada no século XIX, em 1830, pelo capitão Inácio Lopes de Magalhães. Ela se originou de uma das fazendas de gado localizada nos rios que fazem parte da bacia do Rio Branco, que pertencia a jurisdição da então vila ´ São José da Barra do Rio Negro´, atual Manaus.

         
Foto: Jorge Macedo/ Divulgação
           

Somente no dia 9 de julho de 1890, foi elevada a categoria de vila , central de um novo município com o nome Boa Vista do Rio Branco, criado pelo então governado da Província do Amazonas, Augusto Ximeno Villeroy. 

 

 

 

Segundo o IBGE,  65,1 % da população do estado de Roraima vive em Boa Vista, o que contabiliza cerca de 375 mil pessoas ocupando a capital. As características culturais da cidade envolve pratos típicos, o clima tropical, além de praias e resorts que fazem parte da programação.

 

 

 

Hoje com o nome Boa Vista, a capital além de suas paisagens também tem a oferecer muitos outros serviços de turismo. Conheça alguns deles:


 

Praça das Águas

 

         
Foto: Igor Martins/ Divulgação
           

Um ponto de destaque é o Portal do Milênio, monumento que foi construído no ano de 2000 para simbolizar o século XXI. A praça das águas também conta com monumentos culturais, fontes aquáticas e praças de alimentação. É um dos pontos mais visitados pelos moradores da capital.



Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo

 

         
Foto: Fabrício Araújo/ Divulgação
 


Um dos pontos turísticos visitados pelos turistas e moradores da região.

Foi a primeira igreja construída no Rio Branco.Os padres Beneditinos reconstruíram a Matriz com características germânicas e a tornaram única na região Amazônica no ano de 1920.

Entre os anos de 2005 e 2007, com o intuito de tentar reconstruir as características originais da matriz , foi iniciado pela prefeitura , um trabalho de restauração do prédio.

Monumento ao Garimpeiro

 

         
Foto: Fabrício Araújo/ Divulgação
 

O monumento é uma homenagem às pessoas que chegaram a Boa Vista para mão de obra e contribuição para o desenvolvimento de Roraima. A estátua em que o homem segura uma peneira, foi construída em 1960 pelo então governador, Hélio da Costa Campos.

Orla Taumanan

         
Foto: Reprodução
 



Localizado no centro histórico de Boa Vista, construída e mantida pela prefeitura do município. É uma grande estrutura suspensa sobre a margem do Rio Branco e foi inaugurada em julho de 2004. É bastante frequentada pela população local, conta com praças de alimentação e eventos culturais.

Ponte dos Macuxis

 

         
Foto: Fabrício Araújo/ Divulgação
 

A Ponte dos Macuxis é o único meio de acesso de Boa Vista aos municípios de Bonfim e Cantá interligados pela BR 174. A construção teve inicio em 1972, mas só finalizou em 1995, segundo relatos dos próprios moradores.

 

Atualidades

Boa Vista, capital de Roraima, completa 129 anos; conheça sua história e cultura

A capital além de suas paisagens também tem a oferecer muitos outros serviços de turismo. Conheça alguns deles:


A capital de Roraima, Boa Vista, está completando hoje 129 anos. Com uma área de 5.117,9 km, a capital atrai muitos turistas por suas belas paisagens,  suas savanas amazônicas e outros pontos turísticos. 

 

 

 

Boa Vista foi fundada no século XIX, em 1830, pelo capitão Inácio Lopes de Magalhães. Ela se originou de uma das fazendas de gado localizada nos rios que fazem parte da bacia do Rio Branco, que pertencia a jurisdição da então vila ´ São José da Barra do Rio Negro´, atual Manaus.

         
Foto: Jorge Macedo/ Divulgação
           

Somente no dia 9 de julho de 1890, foi elevada a categoria de vila , central de um novo município com o nome Boa Vista do Rio Branco, criado pelo então governado da Província do Amazonas, Augusto Ximeno Villeroy. 

 

 

 

Segundo o IBGE,  65,1 % da população do estado de Roraima vive em Boa Vista, o que contabiliza cerca de 375 mil pessoas ocupando a capital. As características culturais da cidade envolve pratos típicos, o clima tropical, além de praias e resorts que fazem parte da programação.

 

 

 

Hoje com o nome Boa Vista, a capital além de suas paisagens também tem a oferecer muitos outros serviços de turismo. Conheça alguns deles:


 

Praça das Águas

 

         
Foto: Igor Martins/ Divulgação
           

Um ponto de destaque é o Portal do Milênio, monumento que foi construído no ano de 2000 para simbolizar o século XXI. A praça das águas também conta com monumentos culturais, fontes aquáticas e praças de alimentação. É um dos pontos mais visitados pelos moradores da capital.



Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo

 

         
Foto: Fabrício Araújo/ Divulgação
 


Um dos pontos turísticos visitados pelos turistas e moradores da região.

Foi a primeira igreja construída no Rio Branco.Os padres Beneditinos reconstruíram a Matriz com características germânicas e a tornaram única na região Amazônica no ano de 1920.

Entre os anos de 2005 e 2007, com o intuito de tentar reconstruir as características originais da matriz , foi iniciado pela prefeitura , um trabalho de restauração do prédio.

Monumento ao Garimpeiro

 

         
Foto: Fabrício Araújo/ Divulgação
 

O monumento é uma homenagem às pessoas que chegaram a Boa Vista para mão de obra e contribuição para o desenvolvimento de Roraima. A estátua em que o homem segura uma peneira, foi construída em 1960 pelo então governador, Hélio da Costa Campos.

Orla Taumanan

         
Foto: Reprodução
 



Localizado no centro histórico de Boa Vista, construída e mantida pela prefeitura do município. É uma grande estrutura suspensa sobre a margem do Rio Branco e foi inaugurada em julho de 2004. É bastante frequentada pela população local, conta com praças de alimentação e eventos culturais.

Ponte dos Macuxis

 

         
Foto: Fabrício Araújo/ Divulgação
 

A Ponte dos Macuxis é o único meio de acesso de Boa Vista aos municípios de Bonfim e Cantá interligados pela BR 174. A construção teve inicio em 1972, mas só finalizou em 1995, segundo relatos dos próprios moradores.

 


TAG boa vistaturismoaniversarioamazonia