Economia

Artesanato acreano movimentou cerca de R$ 1,5 milhão em 2016

Vale destacar que os valores injetados na economia acreana também se devem a eventos realizados, como a Expoacre

Portal Amazônia, com informações da Agência Acre

jornalismo@portalamazonia.com


O balanço apresentado pela Coordenação do Artesanato Acreano, vinculada à Secretaria de Estado de Pequenos Negócios (SEPN), denota a relevância do setor para a movimentação da economia no Acre. Os dados conferem o total de R$ 1.548.106,25 circulado no estado com a venda de peças artesanais. Foram investidos diretamente no segmento mais de R$ 210 mil, entre recursos próprios do estado e convênios com o Sebrae.

Em 2016, o artesanato acreano participou de quatro feiras nacionais, entre elas a Feira Brasil Original, em São Paulo, onde foi campeão de vendas. Também esteve em cinco edições da feira de artesanato realizadas no Via Verde Shopping. 
 

 

Foto: Angela Peres/Ascom

 

Vale destacar que os valores injetados na economia acreana também se devem a eventos realizados, como a Expoacre e a Conferência Mundial da Ayahuasca, que contou com uma exposição de artesanato. O apoio do Sebrae e do gabinete da primeira-dama Marlúcia Cândida foi fundamental para o sucesso de vendas da loja de artesanato Acre Made in Amazônia, que completou um ano de funcionamento em dezembro, no shopping.
O ano também foi de premiação. Quatro artesãos receberam no fim de 2016 o Prêmio Top 100 Sebrae, no Rio de Janeiro. Na oportunidade, comercializaram mais de R$ 100 mil durante rodadas de negócios. O artesanato segue fortalecendo, inclusive, a iniciativa de feiras regionais de economia solidária no estado.

A expectativa da Secretaria de Pequenos Negócios é de chegar aos três mil artesãos no sistema, entre novos cadastros e recadastramentos em 2017.


Economia

Artesanato acreano movimentou cerca de R$ 1,5 milhão em 2016

Vale destacar que os valores injetados na economia acreana também se devem a eventos realizados, como a Expoacre

Portal Amazônia, com informações da Agência Acre

jornalismo@portalamazonia.com


O balanço apresentado pela Coordenação do Artesanato Acreano, vinculada à Secretaria de Estado de Pequenos Negócios (SEPN), denota a relevância do setor para a movimentação da economia no Acre. Os dados conferem o total de R$ 1.548.106,25 circulado no estado com a venda de peças artesanais. Foram investidos diretamente no segmento mais de R$ 210 mil, entre recursos próprios do estado e convênios com o Sebrae.

Em 2016, o artesanato acreano participou de quatro feiras nacionais, entre elas a Feira Brasil Original, em São Paulo, onde foi campeão de vendas. Também esteve em cinco edições da feira de artesanato realizadas no Via Verde Shopping. 
 

 

Foto: Angela Peres/Ascom

 

Vale destacar que os valores injetados na economia acreana também se devem a eventos realizados, como a Expoacre e a Conferência Mundial da Ayahuasca, que contou com uma exposição de artesanato. O apoio do Sebrae e do gabinete da primeira-dama Marlúcia Cândida foi fundamental para o sucesso de vendas da loja de artesanato Acre Made in Amazônia, que completou um ano de funcionamento em dezembro, no shopping.
O ano também foi de premiação. Quatro artesãos receberam no fim de 2016 o Prêmio Top 100 Sebrae, no Rio de Janeiro. Na oportunidade, comercializaram mais de R$ 100 mil durante rodadas de negócios. O artesanato segue fortalecendo, inclusive, a iniciativa de feiras regionais de economia solidária no estado.

A expectativa da Secretaria de Pequenos Negócios é de chegar aos três mil artesãos no sistema, entre novos cadastros e recadastramentos em 2017.

TAG AcreRio BrancoartesanatoeconomiaAmazonia Legal