Publicidade

Meio Ambiente

Após três meses, presidente da ICMBio pede exoneração

Em mensagem, Eberhard disse que deixa o comando do instituto por motivos pessoais

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


Depois de três meses no cargo, o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Adalberto Sigismundo Eberhard, pediu exoneração. O ICMBio faz parte da estrutura do Ministério do Meio Ambiente.

 

 

     
Foto: ReproduçãoAgëncia Brasil
 

 


A exoneração está publicada da edição desta terça-feira (16) do Diário Oficial da União.

 


Em mensagem, Eberhard disse que deixa o comando do instituto por motivos pessoais.

 


O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles divulgou uma nota na noite de ontem (15) em que “agradece todo o trabalho e dedicação do Sr. Adalberto Eberhard no período em que presidiu o ICMBio, especialmente pela maneira com que tratou os inúmeros desafios encontrados nesse necessário processo de restruturação”.

 

 

     

Meio Ambiente

Home > Noticias > null

Após três meses, presidente da ICMBio pede exoneração

Em mensagem, Eberhard disse que deixa o comando do instituto por motivos pessoais

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


Depois de três meses no cargo, o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Adalberto Sigismundo Eberhard, pediu exoneração. O ICMBio faz parte da estrutura do Ministério do Meio Ambiente.

 

 

     
Foto: ReproduçãoAgëncia Brasil
 

 


A exoneração está publicada da edição desta terça-feira (16) do Diário Oficial da União.

 


Em mensagem, Eberhard disse que deixa o comando do instituto por motivos pessoais.

 


O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles divulgou uma nota na noite de ontem (15) em que “agradece todo o trabalho e dedicação do Sr. Adalberto Eberhard no período em que presidiu o ICMBio, especialmente pela maneira com que tratou os inúmeros desafios encontrados nesse necessário processo de restruturação”.

 

 

     

TAG ICMBioexoneracao