Saúde

Amazônia lidera ranking de casos de HPV, diz MS

Na pesquisa apresentada pelo Ministério da Saúde, a capital tocantinense aparece em segundo lugar entre as capitais com maior infecção


As cidades de Palmas (TO), Cuiabá (MT), Macapá (AP) e São Luís (MA) aparecerem em segundo, terceiro, quarto e quinto lugares, respectivamente, como as capitais do país que lideram a lista com pessoas infectadas pelo HPV, só perdem para Salvador (BA).

 

Os números revelam que mais da metade da população brasileira está infectada com o papiloma vírus humano, vírus causador do câncer do colo de útero, pênis e outros mais.

 

Palmas ocupa o segundo lugar no ranking das capitais com mais infectados com uma taxa de prevalência de mais de 61%.
 

 

Foto: Divulgação / Agência Brasil

 

 

A vacina contra a doença está disponível para meninas de 9 a 14 anos e meninos com idades entre 11 e 14 anos. Palmas possui atualmente 32 salas de vacina, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, todas estão abastecidas com as doses da rotina. Além disso, existem doses para imunizar mulheres de até 26 anos, conforme orientação do Ministério da Saúde. 

 

Veja o ranking das cidade mais infectadas:

 

Salvador (BA) - 71,90%

Palmas (TO) - 61,80%

Cuiabá (MT) - 61,50%

Macapá (AP) - 61,30%

São Luís (MA) - 59,10%

Porto Alegre (RS) - 57,10%

Rio Branco (AC) - 55,90%

Vitória (ES) - 55,10%

Aracaju (SE) - 54,60%

Rio de Janeiro (RJ) - 54,50%

Teresina (PI) - 54,30%

Goiânia (GO)  - 54,10%

Fortaleza (CE) - 53,40%

Natal (RN) - 52,90%

Porto Velho (RO) - 52,90%

São Paulo (SP) - 52,00%

Boa Vista (RR) - 51,00%

Belém (PA) - 50,80%

Manaus (AM) - 50,30%

Curitiba (PR) - 48,00%

João Pessoa (PB) - 45,60%

Maceió (AL) - 45,10%

Florianópolis (SC) - 44,00%

Recife (PE) - 41,20%


Saúde

Amazônia lidera ranking de casos de HPV, diz MS

Na pesquisa apresentada pelo Ministério da Saúde, a capital tocantinense aparece em segundo lugar entre as capitais com maior infecção

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


As cidades de Palmas (TO), Cuiabá (MT), Macapá (AP) e São Luís (MA) aparecerem em segundo, terceiro, quarto e quinto lugares, respectivamente, como as capitais do país que lideram a lista com pessoas infectadas pelo HPV, só perdem para Salvador (BA).

 

Os números revelam que mais da metade da população brasileira está infectada com o papiloma vírus humano, vírus causador do câncer do colo de útero, pênis e outros mais.

 

Palmas ocupa o segundo lugar no ranking das capitais com mais infectados com uma taxa de prevalência de mais de 61%.
 

 

Foto: Divulgação / Agência Brasil

 

 

A vacina contra a doença está disponível para meninas de 9 a 14 anos e meninos com idades entre 11 e 14 anos. Palmas possui atualmente 32 salas de vacina, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, todas estão abastecidas com as doses da rotina. Além disso, existem doses para imunizar mulheres de até 26 anos, conforme orientação do Ministério da Saúde. 

 

Veja o ranking das cidade mais infectadas:

 

Salvador (BA) - 71,90%

Palmas (TO) - 61,80%

Cuiabá (MT) - 61,50%

Macapá (AP) - 61,30%

São Luís (MA) - 59,10%

Porto Alegre (RS) - 57,10%

Rio Branco (AC) - 55,90%

Vitória (ES) - 55,10%

Aracaju (SE) - 54,60%

Rio de Janeiro (RJ) - 54,50%

Teresina (PI) - 54,30%

Goiânia (GO)  - 54,10%

Fortaleza (CE) - 53,40%

Natal (RN) - 52,90%

Porto Velho (RO) - 52,90%

São Paulo (SP) - 52,00%

Boa Vista (RR) - 51,00%

Belém (PA) - 50,80%

Manaus (AM) - 50,30%

Curitiba (PR) - 48,00%

João Pessoa (PB) - 45,60%

Maceió (AL) - 45,10%

Florianópolis (SC) - 44,00%

Recife (PE) - 41,20%

TAG HPVministro da saudepesquisaPalmasCuiabaMacapáSao Luis