Esportes

Amazonense é único brasileiro a participar de prova de natação na Itália

Vítor Gadelha, de 20 anos, venceu a Maratona Del Golfo Capri Napoli na categoria solo


"São 36 quilômetros, saindo da ilha de Capri até a cidade de Nápoles", especifica o jovem amazonense Vítor Gadelha sobre a prova de natação que participou na Itália este ano: a Maratona Del Golfo Capri Napoli. Essa é a primeira vez que um amazonense completa uma maratona aquática internacional. E vence.
 

Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia

 

Gadelha participou da 52ª edição, que conta com uma prova oficial e uma não-oficial. "A diferença entre elas é que a oficial participa do circuito mundial de ultramaratonas. Eu participei da não-oficial, que seria a porta de entrada para esse circuito", contou ao Portal Amazônia.

De acordo com o nadador de 20 anos, com esse feito ele já está apto a participar de uma prova oficial, caso convidado. "Mas eu ainda não pretendo entrar no circuito agora, até porque o circuito exige uma experiência muito grande que a gente ainda não tem. Quero passar mais uns três a quatro anos fazendo algumas provas e depois ingressar no circuito para ter um resultado melhor", afirmou.

Chegada

Para chegar à prova, Vitor contou que seu treinador, Samir Barel, já havia participado da prova e sugeriu. O currículo do jovem foi enviado e a partir disso receberam um convite. No total foram 11 horas de prova, que culminaram na conquista da primeira colocação na categoria solo.

A prova aconteceu dia 30 de junho e a segunda etapa está marcada para 14 de julho. "É uma média de 20 a 30 atletas em cada uma e o mesmo percurso", informou Gadelha.
 

Foto:Reprodução/Facebook-Vitor Gadelha

 

O troféu e a medalha que o jovem exibe com orgulho revelam sua colocação: primeiro lugar individual e terceiro na prova geral. "Eu comecei a nadar com 11 anos para fugir da educação física na escola. No início eu não queria competir, mas fui nadando, competindo e peguei gosto, treinando até os 15 anos. Parei por um tempo e voltei com 17 anos, só com maratona aquática. A partir disso só cresce a distância", revelou o atleta.

Metas

Para 2017, Vítor Gadelha informou que ainda há outra meta: competir na 50ª  Maratona Aquática 14 Bis, de Bertioga a Santos, em São Paulo. "São 24 quilômetros. E para o ano que vem também já estamos planejando mais uma internacional. Tem várias, então ainda não está certo", adiantou. 

"É uma felicidade muito grande. Além de ser o primeiro amazonense à ir, consegui ser o primeiro amazonense à ganhar a prova. Eu fico muito orgulhoso de estar fazendo um trabalho certo e acho que ainda vem muito mais por aí", comentou o atleta. 

*Com a colaboração de Lucas Raposo


Esportes

Amazonense é único brasileiro a participar de prova de natação na Itália

Vítor Gadelha, de 20 anos, venceu a Maratona Del Golfo Capri Napoli na categoria solo

Clarissa Bacellar

clarissa.bacellar@portalamazonia.com


"São 36 quilômetros, saindo da ilha de Capri até a cidade de Nápoles", especifica o jovem amazonense Vítor Gadelha sobre a prova de natação que participou na Itália este ano: a Maratona Del Golfo Capri Napoli. Essa é a primeira vez que um amazonense completa uma maratona aquática internacional. E vence.
 

Foto: Clarissa Bacellar/Portal Amazônia

 

Gadelha participou da 52ª edição, que conta com uma prova oficial e uma não-oficial. "A diferença entre elas é que a oficial participa do circuito mundial de ultramaratonas. Eu participei da não-oficial, que seria a porta de entrada para esse circuito", contou ao Portal Amazônia.

De acordo com o nadador de 20 anos, com esse feito ele já está apto a participar de uma prova oficial, caso convidado. "Mas eu ainda não pretendo entrar no circuito agora, até porque o circuito exige uma experiência muito grande que a gente ainda não tem. Quero passar mais uns três a quatro anos fazendo algumas provas e depois ingressar no circuito para ter um resultado melhor", afirmou.

Chegada

Para chegar à prova, Vitor contou que seu treinador, Samir Barel, já havia participado da prova e sugeriu. O currículo do jovem foi enviado e a partir disso receberam um convite. No total foram 11 horas de prova, que culminaram na conquista da primeira colocação na categoria solo.

A prova aconteceu dia 30 de junho e a segunda etapa está marcada para 14 de julho. "É uma média de 20 a 30 atletas em cada uma e o mesmo percurso", informou Gadelha.
 

Foto:Reprodução/Facebook-Vitor Gadelha

 

O troféu e a medalha que o jovem exibe com orgulho revelam sua colocação: primeiro lugar individual e terceiro na prova geral. "Eu comecei a nadar com 11 anos para fugir da educação física na escola. No início eu não queria competir, mas fui nadando, competindo e peguei gosto, treinando até os 15 anos. Parei por um tempo e voltei com 17 anos, só com maratona aquática. A partir disso só cresce a distância", revelou o atleta.

Metas

Para 2017, Vítor Gadelha informou que ainda há outra meta: competir na 50ª  Maratona Aquática 14 Bis, de Bertioga a Santos, em São Paulo. "São 24 quilômetros. E para o ano que vem também já estamos planejando mais uma internacional. Tem várias, então ainda não está certo", adiantou. 

"É uma felicidade muito grande. Além de ser o primeiro amazonense à ir, consegui ser o primeiro amazonense à ganhar a prova. Eu fico muito orgulhoso de estar fazendo um trabalho certo e acho que ainda vem muito mais por aí", comentou o atleta. 

*Com a colaboração de Lucas Raposo

TAG ManausAmazonasnataçãocampeao