Publicidade

Saúde

Home > Noticias > null

Amazonas tem mais de 35 mil casos de malária somente no primeiro semestre de 2018

Os municípios de São Gabriel da Cachoeira, Barcelos e Santa Isabel do Rio Negro declararam situação de emergência em função da malária

William Costa

william.costa@portalamazonia.com


O Amazonas é considerado o estado de maior risco de transmissão da malária no Brasil, e lidera o ranking segundo dados do Ministério da Saúde.

Em 2018, os números do primeiro semestre mostram um aumento de 10,36% nos casos, se comparado ao mesmo período do ano passado, ou seja, cerca de 35 mil novos casos.

Em Manaus, até junho de 2018 foram registrados quase 4 mil casos de malária. E no interior do estado, São Gabriel da Cachoeira, Barcelos e Santa Isabel do Rio Negro, são municípios que estão em situação de emergência.

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) acompanha a situação da malária no estado, bem como os riscos da doença, e conversou com a equipe do Portal Amazônia para falar sobre os impactos da malária no estado.

Confira a entrevista com Cristiano Fernandes, que é o chefe do Departamento de Vigilância Ambiental da FVS-AM. 
Saúde

Amazonas tem mais de 35 mil casos de malária somente no primeiro semestre de 2018

Os municípios de São Gabriel da Cachoeira, Barcelos e Santa Isabel do Rio Negro declararam situação de emergência em função da malária


O Amazonas é considerado o estado de maior risco de transmissão da malária no Brasil, e lidera o ranking segundo dados do Ministério da Saúde.

Em 2018, os números do primeiro semestre mostram um aumento de 10,36% nos casos, se comparado ao mesmo período do ano passado, ou seja, cerca de 35 mil novos casos.

Em Manaus, até junho de 2018 foram registrados quase 4 mil casos de malária. E no interior do estado, São Gabriel da Cachoeira, Barcelos e Santa Isabel do Rio Negro, são municípios que estão em situação de emergência.

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) acompanha a situação da malária no estado, bem como os riscos da doença, e conversou com a equipe do Portal Amazônia para falar sobre os impactos da malária no estado.

Confira a entrevista com Cristiano Fernandes, que é o chefe do Departamento de Vigilância Ambiental da FVS-AM. 

TAG malariabarcelosSão Gabriel da Cachoeirasanta isabel do rio negro