Cidades

Acre tem a gasolina mais cara da Brasil

Dados da ANP mostram que estados da região praticam os maiores preços de gasolina no país

Portal Amazônia, com informações do G1

jornalismo@portalamazonia.com


Foto: Reprodução/Shutterstock

 

O preço médio da gasolina no Brasil subiu na primeira semana de 2017 e atingiu R$ 3,762 o litro, valor acima do registrado em todas as semanas de 2016. O reajuste de preços foi registrado em 18 estados. Na Amazônia Legal, o Amapá teve a maior alta percentual do país 4,08%, alcançando o preço de R$3,925. Já o Acre tem a gasolina mais cara do País, com R$4,231 o litro. Os dados são da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que monitora os preços dos combustíveis.

O Mato Grosso registra o menor preço da região da região amazônica, com R$3,61 por litro do combustível. Os dados mostram que o reajuste da gasolina ganhou fôlego a partir de dezembro do ano passado, quando a Petrobras aumentou o preço da gasolina nas refinarias. Apenas nas últimas quatro semanas, o valor do combustível subiu 1,92%. Em todo o ano de 2016, o preço da gasolina se apreciou 3,3%, abaixo da inflação. Na semana, a alta foi de 0,18%.

 

 

Reajuste nas refinarias

Desde outubro a Petrobras pratica uma nova política de definição de preços dos combustíveis, com reuniões mensais para definir os valores da gasolina e do diesel cobrados nas refinarias. Na última reunião, realizada no dia 5 de dezembro, a Petrobras aumentou o preço do diesel e manteve o da gasolina. Em dezembro, a Petrobras aumentou o preço do diesel e da gasolina. Nas reuniões anteriores, em outubro e novembro, a estatal reduziu os preços.


Cidades

Acre tem a gasolina mais cara da Brasil

Dados da ANP mostram que estados da região praticam os maiores preços de gasolina no país

Portal Amazônia, com informações do G1

jornalismo@portalamazonia.com


Foto: Reprodução/Shutterstock

 

O preço médio da gasolina no Brasil subiu na primeira semana de 2017 e atingiu R$ 3,762 o litro, valor acima do registrado em todas as semanas de 2016. O reajuste de preços foi registrado em 18 estados. Na Amazônia Legal, o Amapá teve a maior alta percentual do país 4,08%, alcançando o preço de R$3,925. Já o Acre tem a gasolina mais cara do País, com R$4,231 o litro. Os dados são da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), que monitora os preços dos combustíveis.

O Mato Grosso registra o menor preço da região da região amazônica, com R$3,61 por litro do combustível. Os dados mostram que o reajuste da gasolina ganhou fôlego a partir de dezembro do ano passado, quando a Petrobras aumentou o preço da gasolina nas refinarias. Apenas nas últimas quatro semanas, o valor do combustível subiu 1,92%. Em todo o ano de 2016, o preço da gasolina se apreciou 3,3%, abaixo da inflação. Na semana, a alta foi de 0,18%.

 

 

Reajuste nas refinarias

Desde outubro a Petrobras pratica uma nova política de definição de preços dos combustíveis, com reuniões mensais para definir os valores da gasolina e do diesel cobrados nas refinarias. Na última reunião, realizada no dia 5 de dezembro, a Petrobras aumentou o preço do diesel e manteve o da gasolina. Em dezembro, a Petrobras aumentou o preço do diesel e da gasolina. Nas reuniões anteriores, em outubro e novembro, a estatal reduziu os preços.

TAG petroleoAmazonia Legaleconomiagasolinacombustivel