Saúde

Acre registra 2.220 casos de dengue até a primeira quinzena de outubro

Em 2017, no mesmo período, foram confirmadas 1.093 casos de dengue no Estado.

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


O Acre tem confirmados 2.220 casos de dengue, de janeiro até a primeira quinzena de outubro de 2018. Em 2017, no mesmo período, foram confirmadas 1.093 ocorrências.

Os municípios que registraram maior número de casos foram Cruzeiro do Sul, com 917; Rio Branco, com 666 casos; e Feijó, com 160. Quatro municípios do estado não têm casos de dengue confirmados: Sena Madureira, Jordão, Marechal Thaumaturgo e Assis Brasil.

Em relação à febre chikungunya, houve uma redução de 34,1% das notificações no estado em relação ao ano passado.
 
Foto: Divulgação/Agência Brasil
 
Comparando as notificações no mesmo período nos anos de 2017 e 2018, também houve uma redução no número de notificações de zika no estado. A diminuição foi de 64,8%.

O governo do estado informou que o combate ao mosquito é uma ação dos municípios, mas que, na próxima semana, algumas cidades terão ações de combate à doença intensificadas pela Vigilância em Saúde Ambiental e Controle de Endemias da Secretaria de Saúde do Acre.

A população pode evitar a proliferação do mosquito tomando algumas medidas, como: encher de areia ou terra os pratos que possam armazenar água, manter bem tampados baldes, tonéis, piscinas e caixas d’água e guardar pneus ao abrigo da chuva e da água.


Saúde

Home > Noticias > null

Acre registra 2.220 casos de dengue até a primeira quinzena de outubro

Em 2017, no mesmo período, foram confirmadas 1.093 casos de dengue no Estado.

Portal Amazônia, com informações da Agência Brasil

jornalismo@portalamazonia.com


O Acre tem confirmados 2.220 casos de dengue, de janeiro até a primeira quinzena de outubro de 2018. Em 2017, no mesmo período, foram confirmadas 1.093 ocorrências.

Os municípios que registraram maior número de casos foram Cruzeiro do Sul, com 917; Rio Branco, com 666 casos; e Feijó, com 160. Quatro municípios do estado não têm casos de dengue confirmados: Sena Madureira, Jordão, Marechal Thaumaturgo e Assis Brasil.

Em relação à febre chikungunya, houve uma redução de 34,1% das notificações no estado em relação ao ano passado.
 
Foto: Divulgação/Agência Brasil
 
Comparando as notificações no mesmo período nos anos de 2017 e 2018, também houve uma redução no número de notificações de zika no estado. A diminuição foi de 64,8%.

O governo do estado informou que o combate ao mosquito é uma ação dos municípios, mas que, na próxima semana, algumas cidades terão ações de combate à doença intensificadas pela Vigilância em Saúde Ambiental e Controle de Endemias da Secretaria de Saúde do Acre.

A população pode evitar a proliferação do mosquito tomando algumas medidas, como: encher de areia ou terra os pratos que possam armazenar água, manter bem tampados baldes, tonéis, piscinas e caixas d’água e guardar pneus ao abrigo da chuva e da água.

TAG denguechicungunyazikaAedes aegyptiacre