Publicidade

Ciência e Tecnologia

Home > Noticias > null

Acesso à internet e smartphones contribuem para o crescimento da economia digital no Amazonas

Nesta semana, a consultora de inovação, Gláucia Campos, palestrou sobre economia digital no “VH Summit: Governo e Tecnologia”

Diego Oliveira

jornalismo@portalmazonia.com


A economia digital é completamente baseada no uso de tecnologia. Hoje em dia, com uma boa conexão de internet e um smartphone na mão, o empreendedor consegue realizar todos os tramites necessários. E os usuários também cooperam para a popularização do comércio digital, por exemplo, as compras que você realiza por meio de aplicativo está inserida dentro da economia digital, ou também, as contas que você abre em um banco online.

O Amazonas, claro, está caminhando rumo à evolução, e cada vez mais, abre oportunidade para os empreendedores se arriscarem nesse nicho. Nesta semana, a consultora de inovação, Gláucia Campos, palestrou sobre economia digital, incentivos e desenvolvimento regional durante o “VH Summit: Governo e Tecnologia”,  no Vila Hub.

 
       
Foto: Reprodução/Shutterstock
 

De acordo com Gláucia, muitas pessoas estão inseridas dentro do universo da economia digital, apenas não sabem. “Hoje em dia, os jovens já nascem sabendo manipular um celular ou notebook, então, eles já estão mais acostumados com o universo digital. E com a evolução da velocidade da internet e dos telefones, o manauara tem uma ferramenta de trabalha nas mãos.

Coisa que antigamente era difícil de ver“, explicou.Na opinião da especialista, o futuro é otimista para o setor da economia digital.  Ela destaca um crescimento importante para a Amazônia. “Acho que a gente começa a visualizar melhor a economia digital, mas existem muitos paradigmas a serem quebrados, primeiro o entendimento de que toda essa transformação digital que estamos vivendo é primordial, não só para o Brasil, mas para a nossa região“, afirmou.

Os empresários precisam adequar seus negócios com a evolução do mercado. “Tudo está se voltando para a área digital, e a partir disso, os governos e instituições devem tomar iniciativas, não só para entender, mas também para apoiar e fazer crescer o setor. Acho bacana também que as pessoas se interessem pelo tema, pois, é uma forma bacana de aumentar a renda e encontrar novos meios de desenvolver certos trabalhos“, contou a especialista.  
         
Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia
   

VH Summit

O  “VH Summit: Governo e Tecnologia” aconteceu entre os dias 3 e 10 de agosto e tem o objetivo de contribuir para uma agenda de inovação e tecnologia para o setor público do Amazonas.

A abertura do evento contou com a presença de especialistas no tema das govtechs como Alexandre Barbosa do ITSRio, Pablo Cerdeira da FGV, Fernando Rieche do BNDES, Rafael Ribeiro da ABStartups, Rodrigo Felisdório do TCU e Deraldo Almeida da Gartner, que abordaram os impactos da transformação digital nos governos.


”VH Summit: Governo e Tecnologia” tem o apoio do Acelera Amazônia, selo da Fundação Rede Amazônica, que tem como objetivo inspirar e fortalecer o empreendedorismo inovador através de ações que conectem empreendedores, instituições e comunidade levando em consideração o desenvolvimento sustentável da Amazônia.


A Fundação Rede Amazônica é o braço institucional do Grupo Rede Amazônica, comprometida com a integração e desenvolvimento da Amazônia, com a missão de capacitar pessoas, articular parcerias e contribuir para o desenvolvimento social, ambiental e científico-tecnológico da região.

     
Ciência e Tecnologia

Acesso à internet e smartphones contribuem para o crescimento da economia digital no Amazonas

Nesta semana, a consultora de inovação, Gláucia Campos, palestrou sobre economia digital no “VH Summit: Governo e Tecnologia”


A economia digital é completamente baseada no uso de tecnologia. Hoje em dia, com uma boa conexão de internet e um smartphone na mão, o empreendedor consegue realizar todos os tramites necessários. E os usuários também cooperam para a popularização do comércio digital, por exemplo, as compras que você realiza por meio de aplicativo está inserida dentro da economia digital, ou também, as contas que você abre em um banco online.

O Amazonas, claro, está caminhando rumo à evolução, e cada vez mais, abre oportunidade para os empreendedores se arriscarem nesse nicho. Nesta semana, a consultora de inovação, Gláucia Campos, palestrou sobre economia digital, incentivos e desenvolvimento regional durante o “VH Summit: Governo e Tecnologia”,  no Vila Hub.

 
       
Foto: Reprodução/Shutterstock
 

De acordo com Gláucia, muitas pessoas estão inseridas dentro do universo da economia digital, apenas não sabem. “Hoje em dia, os jovens já nascem sabendo manipular um celular ou notebook, então, eles já estão mais acostumados com o universo digital. E com a evolução da velocidade da internet e dos telefones, o manauara tem uma ferramenta de trabalha nas mãos.

Coisa que antigamente era difícil de ver“, explicou.Na opinião da especialista, o futuro é otimista para o setor da economia digital.  Ela destaca um crescimento importante para a Amazônia. “Acho que a gente começa a visualizar melhor a economia digital, mas existem muitos paradigmas a serem quebrados, primeiro o entendimento de que toda essa transformação digital que estamos vivendo é primordial, não só para o Brasil, mas para a nossa região“, afirmou.

Os empresários precisam adequar seus negócios com a evolução do mercado. “Tudo está se voltando para a área digital, e a partir disso, os governos e instituições devem tomar iniciativas, não só para entender, mas também para apoiar e fazer crescer o setor. Acho bacana também que as pessoas se interessem pelo tema, pois, é uma forma bacana de aumentar a renda e encontrar novos meios de desenvolver certos trabalhos“, contou a especialista.  
         
Foto: Diego Oliveira/Portal Amazônia
   

VH Summit

O  “VH Summit: Governo e Tecnologia” aconteceu entre os dias 3 e 10 de agosto e tem o objetivo de contribuir para uma agenda de inovação e tecnologia para o setor público do Amazonas.

A abertura do evento contou com a presença de especialistas no tema das govtechs como Alexandre Barbosa do ITSRio, Pablo Cerdeira da FGV, Fernando Rieche do BNDES, Rafael Ribeiro da ABStartups, Rodrigo Felisdório do TCU e Deraldo Almeida da Gartner, que abordaram os impactos da transformação digital nos governos.


”VH Summit: Governo e Tecnologia” tem o apoio do Acelera Amazônia, selo da Fundação Rede Amazônica, que tem como objetivo inspirar e fortalecer o empreendedorismo inovador através de ações que conectem empreendedores, instituições e comunidade levando em consideração o desenvolvimento sustentável da Amazônia.


A Fundação Rede Amazônica é o braço institucional do Grupo Rede Amazônica, comprometida com a integração e desenvolvimento da Amazônia, com a missão de capacitar pessoas, articular parcerias e contribuir para o desenvolvimento social, ambiental e científico-tecnológico da região.

     

TAG manausamazonaseconomiadigital