Educação

Segunda turma de Bombeiros Mirins inicia em Iranduba, no Amazonas

Com 100% de aprovação escolar no ano passado, atividade é promovida pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado


O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), deu início a segunda turma de 'Bombeiros Mirins' em Iranduba nesta quarta-feira (5). A primeira equipe formada no município amazonense no ano passado teve 100% de aprovação escolar e o resultado positivo incentivou pais e alunos este ano.
 

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas

 

“O projeto educacional Bombeiro Mirim é voltado para crianças e adolescentes e tem como pré-requisito boas notas na escola. Quando isso não acontece, nós buscamos dar um suporte técnico para que eles melhorem o desempenho escolar”, ressaltou o comandante do Comando de Bombeiros do Interior, major Francisco Máximo.

A aula inaugural da segunda turma foi realizada na Câmara Municipal de Iranduba. Ao todo 41 crianças e adolescentes se inscreveram no projeto e durante um ano, irão receber treinamento para atuar nas mais diversas situações que envolvem a sociedade. Entre as atividades estão: noções de salvamento (aquático, pré-hospitalar, rapel), teoria de combate a incêndio, educação ambiental, de trânsito e informática.

No projeto, os alunos são avaliados com frequência e atingindo as metas propostas, são promovidos a alunos-soldados, alunos-cabos, podendo chegar a patente de oficial.

Aprovação

Em 2016, 50 crianças e adolescentes participaram da iniciativa com 100% de aprovação escolar. O rendimento é um pré-requisito para se tornar um Bombeiro Mirim. No total, 494 crianças participam do projeto que está presente em cinco municípios do Estado (Itacoatiara, Parintins, Iranduba, Rio Preto da Eva e Tefé). Todo o trabalho é executado por Bombeiros Militares,  com o apoio de voluntários nas áreas de pedagogia, psicologia entre outras especialidades.

O projeto é anual e voltado aos jovens de 7 a 16 anos que tem baixo rendimento escolar e risco social. Os interessados podem procurar as unidades da Corporação dos municípios, para informações sobre o curso e data de inscrição.


Educação

Segunda turma de Bombeiros Mirins inicia em Iranduba, no Amazonas

Com 100% de aprovação escolar no ano passado, atividade é promovida pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), deu início a segunda turma de 'Bombeiros Mirins' em Iranduba nesta quarta-feira (5). A primeira equipe formada no município amazonense no ano passado teve 100% de aprovação escolar e o resultado positivo incentivou pais e alunos este ano.
 

Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas

 

“O projeto educacional Bombeiro Mirim é voltado para crianças e adolescentes e tem como pré-requisito boas notas na escola. Quando isso não acontece, nós buscamos dar um suporte técnico para que eles melhorem o desempenho escolar”, ressaltou o comandante do Comando de Bombeiros do Interior, major Francisco Máximo.

A aula inaugural da segunda turma foi realizada na Câmara Municipal de Iranduba. Ao todo 41 crianças e adolescentes se inscreveram no projeto e durante um ano, irão receber treinamento para atuar nas mais diversas situações que envolvem a sociedade. Entre as atividades estão: noções de salvamento (aquático, pré-hospitalar, rapel), teoria de combate a incêndio, educação ambiental, de trânsito e informática.

No projeto, os alunos são avaliados com frequência e atingindo as metas propostas, são promovidos a alunos-soldados, alunos-cabos, podendo chegar a patente de oficial.

Aprovação

Em 2016, 50 crianças e adolescentes participaram da iniciativa com 100% de aprovação escolar. O rendimento é um pré-requisito para se tornar um Bombeiro Mirim. No total, 494 crianças participam do projeto que está presente em cinco municípios do Estado (Itacoatiara, Parintins, Iranduba, Rio Preto da Eva e Tefé). Todo o trabalho é executado por Bombeiros Militares,  com o apoio de voluntários nas áreas de pedagogia, psicologia entre outras especialidades.

O projeto é anual e voltado aos jovens de 7 a 16 anos que tem baixo rendimento escolar e risco social. Os interessados podem procurar as unidades da Corporação dos municípios, para informações sobre o curso e data de inscrição.

TAG IrandubaAmazonasbombeiros