Publicidade

Educação

Home > Educacao > null
Educação

Professores da Amazônia podem se inscrever em projeto para pedir colaboração extra nas escolas

Na Amazônia, professores do Pará foram os únicos a enviar pedidos nas duas últimas edições do Quero na Escola, porém, qualquer professor de escola pública pode participar


Com o objetivo de envolver a comunidade na educação de crianças e adolescentes em escolas públicas, o projeto Quero na Escola Especial Professor, uma parceria com a Fundação SM, está com inscrições abertas até 10 de setembro. Professores dos estados da Amazônia Legal também podem enviar seus pedidos, informando que gostariam de receber voluntários em suas escolas para ajudar em algum projeto ou promover uma atividade extraordinária. 

 

Em sua quarta edição, o projeto Quero na Escola já levou voluntários para ajudar educadores em diversas escolas do país. Na Amazônia, professores do Pará foram os únicos a enviar pedidos nas duas últimas edições do projeto, porém, qualquer professor de escola pública pode enviar.

 

Assista ao vídeo convite feito por educadores:

 

 




Os professores podem pedir tanto um colaborador específico que vá complementar uma atividade, como um fotógrafo que documente uma apresentação de trabalhos escolares, até alguém que ensine algo tanto aos professores quanto a seus alunos.

 

Há pedidos sobre como lidar com alguma determinada tecnologia ou dificuldades enfrentadas no cotidiano escolar, demandas por apresentações artísticas ou demonstrações científicas, profissionais de uma carreira específica e pessoas que possam ajudar com espaços escolares como uma horta em construção. 

 

A partir dos pedidos dos educadores, o projeto busca voluntários em sua rede prévia e divulga as demandas para que mais pessoas se engajem na educação pública. Já há dezenas de pedidos que podem ser vistos em queronaescola.com.br/professor/pedidos

 

Para se inscrever, basta acessar: queronaescola.com.br/professor 

 

 


 


Professores da Amazônia podem se inscrever em projeto para pedir colaboração extra nas escolas

Na Amazônia, professores do Pará foram os únicos a enviar pedidos nas duas últimas edições do Quero na Escola, porém, qualquer professor de escola pública pode participar

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Com o objetivo de envolver a comunidade na educação de crianças e adolescentes em escolas públicas, o projeto Quero na Escola Especial Professor, uma parceria com a Fundação SM, está com inscrições abertas até 10 de setembro. Professores dos estados da Amazônia Legal também podem enviar seus pedidos, informando que gostariam de receber voluntários em suas escolas para ajudar em algum projeto ou promover uma atividade extraordinária. 

 

Em sua quarta edição, o projeto Quero na Escola já levou voluntários para ajudar educadores em diversas escolas do país. Na Amazônia, professores do Pará foram os únicos a enviar pedidos nas duas últimas edições do projeto, porém, qualquer professor de escola pública pode enviar.

 

Assista ao vídeo convite feito por educadores:

 

 




Os professores podem pedir tanto um colaborador específico que vá complementar uma atividade, como um fotógrafo que documente uma apresentação de trabalhos escolares, até alguém que ensine algo tanto aos professores quanto a seus alunos.

 

Há pedidos sobre como lidar com alguma determinada tecnologia ou dificuldades enfrentadas no cotidiano escolar, demandas por apresentações artísticas ou demonstrações científicas, profissionais de uma carreira específica e pessoas que possam ajudar com espaços escolares como uma horta em construção. 

 

A partir dos pedidos dos educadores, o projeto busca voluntários em sua rede prévia e divulga as demandas para que mais pessoas se engajem na educação pública. Já há dezenas de pedidos que podem ser vistos em queronaescola.com.br/professor/pedidos

 

Para se inscrever, basta acessar: queronaescola.com.br/professor 

 

 


 

TAG projeto quero na escolaquero na escolavoluntarios na educacaovoluntariadoprofessores do brasilescolasods 4 educacao qualidadeeducacao