Publicidade

Educação

Home > Educacao > null
Educação

Escolas inscritas na Olimpíada de Língua Portuguesa têm até 19 de agosto para enviar textos e vídeos

Os trabalhos inscritos são divididos em cinco gêneros, de acordo com as séries: poema, memórias literárias, crônica, documentário e artigo de opinião


Diretores de escolas públicas de todo o Brasil, que se inscreveram na 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa, têm até o dia 19 de agosto para enviarem os textos e vídeos produzidos por seus alunos. Informações, regulamento e o passo a passo para o envio das produções estão no Portal Escrevendo o Futuro.

 

Para conhecer o passo a passo de envio dos textos e documentários, assista ao tutorial abaixo:

 

 

 

Os materiais selecionados serão enviados para as etapas municipal e estadual em que serão escolhidos os 569 estudantes e 443 professores semifinalistas. Na etapa seguinte, serão realizados cinco encontros, um para cada categoria, para a seleção dos 173 alunos e 135 professores finalistas. Ainda nessa fase, serão conhecidos os 20 professores-autores dos melhores Relatos de Prática.

 

Os trabalhos inscritos são divididos em cinco gêneros, de acordo com as séries: poema (5º ano), memórias literárias (6º e 7º), crônica (8º e 9º), documentário (1º e 2º anos do Ensino Médio) e artigo de opinião (3º ano do Ensino Médio). As produções abordam o tema “O Lugar Onde Vivo”, um estímulo à reflexão sobre as realidades locais.

 

As comissões julgadoras são compostas por pais, membros da comunidade, especialistas de universidades, representantes das instituições parceiras, do MEC e do Itaú Social. Na final, programada para dezembro, serão anunciados os 28 estudantes vencedores nacionais.

 

A Olimpíada de Língua Portuguesa, que objetiva apoiar os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita, recebeu mais de 170 mil inscrições nesta 6ª edição e teve a adesão de todos os estados brasileiros, 4.876 municípios e mais de 40 mil escolas.

 

O concurso integra o Programa Escrevendo o Futuro, desenvolvido pelo Itaú Social e pelo Ministério da Educação (MEC) com a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). Conta com a parceria da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura.

 


Escolas inscritas na Olimpíada de Língua Portuguesa têm até 19 de agosto para enviar textos e vídeos

Os trabalhos inscritos são divididos em cinco gêneros, de acordo com as séries: poema, memórias literárias, crônica, documentário e artigo de opinião

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


Diretores de escolas públicas de todo o Brasil, que se inscreveram na 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa, têm até o dia 19 de agosto para enviarem os textos e vídeos produzidos por seus alunos. Informações, regulamento e o passo a passo para o envio das produções estão no Portal Escrevendo o Futuro.

 

Para conhecer o passo a passo de envio dos textos e documentários, assista ao tutorial abaixo:

 

 

 

Os materiais selecionados serão enviados para as etapas municipal e estadual em que serão escolhidos os 569 estudantes e 443 professores semifinalistas. Na etapa seguinte, serão realizados cinco encontros, um para cada categoria, para a seleção dos 173 alunos e 135 professores finalistas. Ainda nessa fase, serão conhecidos os 20 professores-autores dos melhores Relatos de Prática.

 

Os trabalhos inscritos são divididos em cinco gêneros, de acordo com as séries: poema (5º ano), memórias literárias (6º e 7º), crônica (8º e 9º), documentário (1º e 2º anos do Ensino Médio) e artigo de opinião (3º ano do Ensino Médio). As produções abordam o tema “O Lugar Onde Vivo”, um estímulo à reflexão sobre as realidades locais.

 

As comissões julgadoras são compostas por pais, membros da comunidade, especialistas de universidades, representantes das instituições parceiras, do MEC e do Itaú Social. Na final, programada para dezembro, serão anunciados os 28 estudantes vencedores nacionais.

 

A Olimpíada de Língua Portuguesa, que objetiva apoiar os professores da rede pública no aprimoramento das práticas de ensino de leitura e escrita, recebeu mais de 170 mil inscrições nesta 6ª edição e teve a adesão de todos os estados brasileiros, 4.876 municípios e mais de 40 mil escolas.

 

O concurso integra o Programa Escrevendo o Futuro, desenvolvido pelo Itaú Social e pelo Ministério da Educação (MEC) com a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec). Conta com a parceria da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da Fundação Roberto Marinho e do Canal Futura.

 

TAG Olimpiada de Lingua Portuguesa do Amazonas olimpiada de lingua portuguesa