Publicidade

Educação

Home > Educacao > null
Educação

Com barco movido à energia solar, alunos da UEA conquistam quarto lugar em competição nacional

Os representantes da UEA foram os primeiros da Região Norte a participar desse evento nacional.

Portal Amazônia, com informações da UEA

jornalismo@portalamazonia.com


A equipe do Leviatã da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) conquistou o quarto lugar com o barco Poraquê no Desafio Solar Brasil 2020 (DSB). Os alunos competiram com outras dez equipes na Categoria Catamarã. O evento reconhece os melhores projetos de barcos movidos à energia solar e aconteceu de 27 de janeiro a 2 de fevereiro na cidade de São Francisco do Sul - Santa Catarina.

Foto:Arquivo/Equipe Leviatã


"Finalizamos o último dia do DSB com o sentimento de gratidão a todos que nos apoiaram e acreditaram em nós. Demos o nosso máximo e a experiência foi muito boa, se pudessem dar um prêmio para a equipe que nunca dorme seríamos nós. Ano que vem vamos precisar de muito apoio para chegar aqui, pois haverá mudanças na categoria para se adequar mais ao estilo internacional de Mônaco. 2020 será um ano bem trabalhoso e vamos buscar o melhor", disse o capitão da equipe, Daniel Braga.


A equipe Leviatã é formada por um grupo de universitários amazonenses dos cursos das Engenharias Naval, Produção, Mecânica, Controle e Automação da Escola Superior de Tecnologia (EST/UEA). Os representantes da UEA foram os primeiros da Região Norte a participar desse evento nacional.

Foto:Arquivo/Equipe Leviatã



Sobre o Desafio Solar Brasil


O Desafio Solar Brasil (DSB) é uma competição de barcos movidos à energia solar que visa estimular o desenvolvimento de tecnologias para fontes limpas de energias alternativas, bem como divulgar o potencial dessas tecnologias aplicadas em embarcações de serviço, recreio e transporte de passageiros. É uma realização da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).


Têm objetivos de formar jovens, estudantes de ciências e tecnologias no uso de fontes alternativas energia, promover o intercâmbio entre estudantes e pesquisadores de ciências e tecnologias do mundo inteiro, além de popularizar a cultura marítima e as fontes alternativas de energias.



   

Com barco movido à energia solar, alunos da UEA conquistam quarto lugar em competição nacional

Os representantes da UEA foram os primeiros da Região Norte a participar desse evento nacional.

Portal Amazônia, com informações da UEA

jornalismo@portalamazonia.com


A equipe do Leviatã da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) conquistou o quarto lugar com o barco Poraquê no Desafio Solar Brasil 2020 (DSB). Os alunos competiram com outras dez equipes na Categoria Catamarã. O evento reconhece os melhores projetos de barcos movidos à energia solar e aconteceu de 27 de janeiro a 2 de fevereiro na cidade de São Francisco do Sul - Santa Catarina.

Foto:Arquivo/Equipe Leviatã


"Finalizamos o último dia do DSB com o sentimento de gratidão a todos que nos apoiaram e acreditaram em nós. Demos o nosso máximo e a experiência foi muito boa, se pudessem dar um prêmio para a equipe que nunca dorme seríamos nós. Ano que vem vamos precisar de muito apoio para chegar aqui, pois haverá mudanças na categoria para se adequar mais ao estilo internacional de Mônaco. 2020 será um ano bem trabalhoso e vamos buscar o melhor", disse o capitão da equipe, Daniel Braga.


A equipe Leviatã é formada por um grupo de universitários amazonenses dos cursos das Engenharias Naval, Produção, Mecânica, Controle e Automação da Escola Superior de Tecnologia (EST/UEA). Os representantes da UEA foram os primeiros da Região Norte a participar desse evento nacional.

Foto:Arquivo/Equipe Leviatã



Sobre o Desafio Solar Brasil


O Desafio Solar Brasil (DSB) é uma competição de barcos movidos à energia solar que visa estimular o desenvolvimento de tecnologias para fontes limpas de energias alternativas, bem como divulgar o potencial dessas tecnologias aplicadas em embarcações de serviço, recreio e transporte de passageiros. É uma realização da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).


Têm objetivos de formar jovens, estudantes de ciências e tecnologias no uso de fontes alternativas energia, promover o intercâmbio entre estudantes e pesquisadores de ciências e tecnologias do mundo inteiro, além de popularizar a cultura marítima e as fontes alternativas de energias.



   

TAG ueaequipe leviata barco Poraquêuea barco energia solar barco Poraquêbarco energia solarbarco