Publicidade

Educação

Home > Educacao > null
Educação

Amapá tem o menor índice de analfabetismo do Norte e Nordeste, aponta estudo

Movimento 'Todos Pela Educação' indica que 5,9% da população amapaense com 15 anos ou mais ainda não sabe ler


A taxa de analfabetismo entre pessoas com 15 anos ou mais aumentou no Amapá. Apesar disso, o Estado apresenta os melhores índices na comparação com os demais no Norte e Nordeste do País, de acordo com estatísticas do Anuário da Educação Brasileira 2017.

O estudo foi divulgado este mês pelo movimento 'Todos Pela Educação' e analisou dados de 2015 do Ministério da Educação e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Foto: Lorena Kubota/G1 Amapá
O Amapá apresenta 5,9% da população de 15 anos ou mais ainda sem saber ler, dado maior que o registrado em 2014, onde 4,2% dos amapaenses estavam nessa situação. A média nacional é de 8%.

Entre os Estados do Norte e Nordeste, a pior situação é a de Alagoas, com 20% da população nessa faixa sem alfabetização, seguida por Maranhão (18,8%) e Piauí (18,2%).

Quando divididos por raças, os dados do Amapá reduzem ainda mais, sendo a população negra a mais prejudicada, com 18,2% dos cidadãos acima de 15 anos sem sabem ler.

Fora da escola

Em outro estudo do Todos Pela Educação, divulgado em abril, e que também usou dados da Pnad 2015, o Amapá aparece com 21.016 crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos fora da escola.

A quantidade, de acordo com os dados, aponta que 9,6% dos amapaenses nessa faixa etária não estão matriculados em nenhuma instituição de ensino. A cobertura de 90,4% está bem abaixo da meta prevista para o ano, que era de 96%. As informações são do G1 Amapá.   

Amapá tem o menor índice de analfabetismo do Norte e Nordeste, aponta estudo

Movimento 'Todos Pela Educação' indica que 5,9% da população amapaense com 15 anos ou mais ainda não sabe ler

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


A taxa de analfabetismo entre pessoas com 15 anos ou mais aumentou no Amapá. Apesar disso, o Estado apresenta os melhores índices na comparação com os demais no Norte e Nordeste do País, de acordo com estatísticas do Anuário da Educação Brasileira 2017.

O estudo foi divulgado este mês pelo movimento 'Todos Pela Educação' e analisou dados de 2015 do Ministério da Educação e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Foto: Lorena Kubota/G1 Amapá
O Amapá apresenta 5,9% da população de 15 anos ou mais ainda sem saber ler, dado maior que o registrado em 2014, onde 4,2% dos amapaenses estavam nessa situação. A média nacional é de 8%.

Entre os Estados do Norte e Nordeste, a pior situação é a de Alagoas, com 20% da população nessa faixa sem alfabetização, seguida por Maranhão (18,8%) e Piauí (18,2%).

Quando divididos por raças, os dados do Amapá reduzem ainda mais, sendo a população negra a mais prejudicada, com 18,2% dos cidadãos acima de 15 anos sem sabem ler.

Fora da escola

Em outro estudo do Todos Pela Educação, divulgado em abril, e que também usou dados da Pnad 2015, o Amapá aparece com 21.016 crianças e adolescentes entre 4 e 17 anos fora da escola.

A quantidade, de acordo com os dados, aponta que 9,6% dos amapaenses nessa faixa etária não estão matriculados em nenhuma instituição de ensino. A cobertura de 90,4% está bem abaixo da meta prevista para o ano, que era de 96%. As informações são do G1 Amapá.   

TAG Amapaeducacaoanalfabetismo