Publicidade

Turismo

Visitas monitoradas no Utinga retornam no dia 14 de janeiro

O Parque realiza até duas visitas diárias, sempre pela manhã, às 8h e às 9h. Todas as visitas solicitadas são acompanhadas por profissionais do Ideflor-bio

Portal Amazônia, com informações da Agência Pará

jornalismo@portalamazonia.com


A partir da segunda-feira (14) serão retomadas as visitas monitoradas ao Parque Estadual do Utinga. Elas são gratuitas e podem ser solicitadas por instituições de ensino e pesquisa, entidades públicas, projetos sociais e sociedade civil. Os interessados devem fazer a solicitação de visita monitorada por e-mail, com no mínimo 10 dias de antecedência da data desejada. As solicitações podem ser enviadas para o e-mail visitacao.peut@ideflorbio.pa.gov.br.

A mensagem deve conter nome e endereço da instituição proponente, dados do responsável pelo grupo (nome, RG, CPF) e também a quantidade de pessoas que compõem o grupo. O Parque Estadual do Utinga faz visitas para grupos de até 40 pessoas, entre segunda e sexta-feira, com exceção aos feriados e às terças-feiras, em que o Parque está fechado para manutenção.


   
Foto: Divulgação
 

As visitas monitoradas tem caráter educativo e buscam promover a convivência com a natureza e a conscientização com relação à importância da preservação do meio ambiente.

O percurso da visita monitorada inicia no Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio), onde as instituições poderão estacionar ônibus e van. Em seguida, os visitantes andam pela pista principal do Parque até a entrada da trilha do Patauá, em que são realizadas atividades de educação ambiental. As visitas passam, ainda, pelo mirante do Lago Bolonha e, em caso de grupos formados por maiores de 14 anos, retornam pela trilha do canal Yuna.

O Parque realiza até duas visitas diárias, sempre pela manhã, às 8h e às 9h. Todas as visitas solicitadas são acompanhadas por profissionais do Ideflor-bio. O transporte dos visitantes ao Parque, assim como alimentação e hidratação ficam por conta da instituição solicitante.

Turismo

Home > Cultura > null

Visitas monitoradas no Utinga retornam no dia 14 de janeiro

O Parque realiza até duas visitas diárias, sempre pela manhã, às 8h e às 9h. Todas as visitas solicitadas são acompanhadas por profissionais do Ideflor-bio

Portal Amazônia, com informações da Agência Pará

jornalismo@portalamazonia.com


A partir da segunda-feira (14) serão retomadas as visitas monitoradas ao Parque Estadual do Utinga. Elas são gratuitas e podem ser solicitadas por instituições de ensino e pesquisa, entidades públicas, projetos sociais e sociedade civil. Os interessados devem fazer a solicitação de visita monitorada por e-mail, com no mínimo 10 dias de antecedência da data desejada. As solicitações podem ser enviadas para o e-mail visitacao.peut@ideflorbio.pa.gov.br.

A mensagem deve conter nome e endereço da instituição proponente, dados do responsável pelo grupo (nome, RG, CPF) e também a quantidade de pessoas que compõem o grupo. O Parque Estadual do Utinga faz visitas para grupos de até 40 pessoas, entre segunda e sexta-feira, com exceção aos feriados e às terças-feiras, em que o Parque está fechado para manutenção.


   
Foto: Divulgação
 

As visitas monitoradas tem caráter educativo e buscam promover a convivência com a natureza e a conscientização com relação à importância da preservação do meio ambiente.

O percurso da visita monitorada inicia no Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade (Ideflor-bio), onde as instituições poderão estacionar ônibus e van. Em seguida, os visitantes andam pela pista principal do Parque até a entrada da trilha do Patauá, em que são realizadas atividades de educação ambiental. As visitas passam, ainda, pelo mirante do Lago Bolonha e, em caso de grupos formados por maiores de 14 anos, retornam pela trilha do canal Yuna.

O Parque realiza até duas visitas diárias, sempre pela manhã, às 8h e às 9h. Todas as visitas solicitadas são acompanhadas por profissionais do Ideflor-bio. O transporte dos visitantes ao Parque, assim como alimentação e hidratação ficam por conta da instituição solicitante.

TAG parabelemUtingaprogramacao