Publicidade

Variedades

Venezuelano e cadela de Manaus fazem sucesso no nordeste com performance de 'estátua viva' (em dupla); confira

Em Fortaleza, capital do Ceará, Yorge e Jasper trabalham juntos, se apresentando como estátuas vivas


 

Ele é da Venezuela, ela de Manaus, e, juntos, a dupla está conquistando as redes sociais. Você não tem ideia do que estou falando, né? Vou te atualizar. Na última semana, o venezuelano Yorge Luís  Ruiz chamou a atenção dos internautas ao viralizar em um vídeo dele atuando junto a uma cadela, como estátuas vivas. Claro que a performance da cachorrinha fez sucesso na web e ganhou o coração dos brasileiros.


 

Confira o vídeo:

 

 

 

 

A história de Yorge no Brasil começou como a de outros milhares de venezuelanos. O jovem fugiu da crise no país vizinho, por Roraima, em 2014. Ele não esperou muito tempo e seguiu para a capital do Amazonas, onde trabalhou durante um ano. Na época em que se apresentava em Manaus, Yorge pegou a pequena Jasper para cuidar. Em busca de novas oportunidades, o jovem e a esposa decidiram se mudar para o nordeste.

 

 


Em entrevista ao Portal Amazônia, Yorge afirmou que se mudar para o Brasil lhe trouxe muitos benefícios, uma vez que a profissão não era valorizada em seu país de origem. "A Venezuela vive uma crise nunca vista antes, agora imagina, um artista de rua não tinha como sobreviver lá. Então, juntei todas as minhas economias para sair de lá. Durante a minha jornada, encontrei muitas pessoas boas que me ajudaram, inclusive, a Jasper", contou. 

 

 

                   
Foto: Reprodução/Instagram
 

 

 


Repercussão


 

Em Fortaleza, capital do Ceará, Yorge e Jasper trabalham juntos, se apresentando como estátuas vivas. A cachorrinha chama atenção de quem passa pelas ruas. A performance da pequena ganhou repercussão nacional quando os internautas começaram a divulgar seus vídeos nas redes sociais. "Jasper começou a se apresentar comigo recentemente, pois eu não tinha com quem deixá-la. Ela passou por um treinamento, mas não chegou a ser adestramento. Ela sempre foi muito esperta, fiquei surpreso com o desempenho dela", explicou Yorge.

 

 

 

 

 

 


Apesar da repercussão na internet, algumas pessoas fazem comentários negativos. Inclusive, em seus primeiros dias nas ruas de Fortaleza, uma pessoa, que afirmou ser representante da defesa animal, tentou levar Jasper. “Foi uma situação bem complicada, mas algumas pessoas me ajudaram no momento. Eu nunca maltrataria a Jasper, ela sempre esteve comigo, me deu carinho no momento que mais precisei, então, não poderia machucar alguém que amo”, destacou o Venezuelano. 

 

 

 

 

 

Quando a reportagem do Portal Amazônia entrou em contato com Yorge, na última semana, ele contava com 50 mil seguidores no Instagram. Já nesta terça-feira (21), a conta tinha mais de 70 mil.

 

Para combater críticas de maus-tratos, ele fez questão de destacar no perfil comprovantes de vacinação e laudos veterinários que atestam a boa saúde da cadela. “Como já disse, a nossa relação é sadia, quero que todos vejam o respeito que tenho pelos meus animais”, disse. 

 

 

                       
Foto: Reprodução/Instagram
 

 

 

 

 

 


Variedades

Home > Cultura > null

Venezuelano e cadela de Manaus fazem sucesso no nordeste com performance de 'estátua viva' (em dupla); confira

Em Fortaleza, capital do Ceará, Yorge e Jasper trabalham juntos, se apresentando como estátuas vivas

Diego Oliveira

jornalismo@portalamazonia.com


 

Ele é da Venezuela, ela de Manaus, e, juntos, a dupla está conquistando as redes sociais. Você não tem ideia do que estou falando, né? Vou te atualizar. Na última semana, o venezuelano Yorge Luís  Ruiz chamou a atenção dos internautas ao viralizar em um vídeo dele atuando junto a uma cadela, como estátuas vivas. Claro que a performance da cachorrinha fez sucesso na web e ganhou o coração dos brasileiros.


 

Confira o vídeo:

 

 

 

 

A história de Yorge no Brasil começou como a de outros milhares de venezuelanos. O jovem fugiu da crise no país vizinho, por Roraima, em 2014. Ele não esperou muito tempo e seguiu para a capital do Amazonas, onde trabalhou durante um ano. Na época em que se apresentava em Manaus, Yorge pegou a pequena Jasper para cuidar. Em busca de novas oportunidades, o jovem e a esposa decidiram se mudar para o nordeste.

 

 


Em entrevista ao Portal Amazônia, Yorge afirmou que se mudar para o Brasil lhe trouxe muitos benefícios, uma vez que a profissão não era valorizada em seu país de origem. "A Venezuela vive uma crise nunca vista antes, agora imagina, um artista de rua não tinha como sobreviver lá. Então, juntei todas as minhas economias para sair de lá. Durante a minha jornada, encontrei muitas pessoas boas que me ajudaram, inclusive, a Jasper", contou. 

 

 

                   
Foto: Reprodução/Instagram
 

 

 


Repercussão


 

Em Fortaleza, capital do Ceará, Yorge e Jasper trabalham juntos, se apresentando como estátuas vivas. A cachorrinha chama atenção de quem passa pelas ruas. A performance da pequena ganhou repercussão nacional quando os internautas começaram a divulgar seus vídeos nas redes sociais. "Jasper começou a se apresentar comigo recentemente, pois eu não tinha com quem deixá-la. Ela passou por um treinamento, mas não chegou a ser adestramento. Ela sempre foi muito esperta, fiquei surpreso com o desempenho dela", explicou Yorge.

 

 

 

 

 

 


Apesar da repercussão na internet, algumas pessoas fazem comentários negativos. Inclusive, em seus primeiros dias nas ruas de Fortaleza, uma pessoa, que afirmou ser representante da defesa animal, tentou levar Jasper. “Foi uma situação bem complicada, mas algumas pessoas me ajudaram no momento. Eu nunca maltrataria a Jasper, ela sempre esteve comigo, me deu carinho no momento que mais precisei, então, não poderia machucar alguém que amo”, destacou o Venezuelano. 

 

 

 

 

 

Quando a reportagem do Portal Amazônia entrou em contato com Yorge, na última semana, ele contava com 50 mil seguidores no Instagram. Já nesta terça-feira (21), a conta tinha mais de 70 mil.

 

Para combater críticas de maus-tratos, ele fez questão de destacar no perfil comprovantes de vacinação e laudos veterinários que atestam a boa saúde da cadela. “Como já disse, a nossa relação é sadia, quero que todos vejam o respeito que tenho pelos meus animais”, disse. 

 

 

                       
Foto: Reprodução/Instagram
 

 

 

 

 

 

TAG