Publicidade

Variedades

Sustentabilidade também fez parte da edição 2017 do NEMA

Foram apresentadas e debatidas a importância dos 17 objetivos sustentáveis propostos em 2015 por uma conferência da ONU


Falar sobre negócios é sempre necessário, e esse era um dos compromissos do NEMA Talk, que completou o ciclo de 3 painéis onde grandes profissionais puderam, ao longo dos 3 dias, debater e apresentar suas ideias e o que desenvolvem em relação à cultura, energia e sustentabilidade.  
Neste último dia, o painel foi mediado pela jornalista Ana Maria Reis, da CBN Amazônia, debateu os 17 objetivos do desenvolvimento sustentável, com o mestre em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade da Universidade Federal do Amazonas, Eduardo Taveira, que também é superintendente técnico-científico da Fundação Amazonas Sustentável e falou da importância de pensar de forma a sustentabilidade, além de convidados como a Márcia Novo e a equipe do Tarumã Alive, evento que pensa a sustentabilidade a partir de ações de preservação e limpeza do rio Tarumã, em Manaus.   Taveira falou da responsabilidade de que temos de ter com a agenda do desenvolvimento sustentável.
  " Ela é uma agenda que é para países, empresas e para pessoas. Então, os resultados que se tem na implementação dos 17 objetivos sustentáveis pra 2030 só dará certo se tiver esse nível de engajamento, para mudarmos a maneira que a gente vive, tanto nas cidades, quanto o cuidado das florestas, senão tiver engajamento, teremos problemas sérios para enfrentar ao término dos 15 anos propostos por essa agenda aprovada em 2015 durante uma conferência das Nações Unidas", disse.      
 
Foto: William Costa / Portal Amazônia
 
  Balanço
  Para o gestor de Marketing da Equador Petróleo e um dos coordenadores do festival David Freidzon, o NEMA 2017 superou as expectativas.   "O festival trouxe discussões muito interessantes sobre produção cultural, sustentabilidade e questões energéticas. O lançamento da corrida Kids que foi um sucesso e a corrida adulto, pela primeira vez no formato revezamento e dentro da Arena da Amazônia. Foram 3 dias de evento, 17 atrações musicais entre locais e nacionais, isso proporcionou um grande intercâmbio entre artistas. Um marco, um evento único na região norte e que superou nossas expectativas", concluiu.

Variedades

Home > Cultura > null

Sustentabilidade também fez parte da edição 2017 do NEMA

Foram apresentadas e debatidas a importância dos 17 objetivos sustentáveis propostos em 2015 por uma conferência da ONU

William Costa

william.costa@portalamazonia.com


Falar sobre negócios é sempre necessário, e esse era um dos compromissos do NEMA Talk, que completou o ciclo de 3 painéis onde grandes profissionais puderam, ao longo dos 3 dias, debater e apresentar suas ideias e o que desenvolvem em relação à cultura, energia e sustentabilidade.  
Neste último dia, o painel foi mediado pela jornalista Ana Maria Reis, da CBN Amazônia, debateu os 17 objetivos do desenvolvimento sustentável, com o mestre em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade da Universidade Federal do Amazonas, Eduardo Taveira, que também é superintendente técnico-científico da Fundação Amazonas Sustentável e falou da importância de pensar de forma a sustentabilidade, além de convidados como a Márcia Novo e a equipe do Tarumã Alive, evento que pensa a sustentabilidade a partir de ações de preservação e limpeza do rio Tarumã, em Manaus.   Taveira falou da responsabilidade de que temos de ter com a agenda do desenvolvimento sustentável.
  " Ela é uma agenda que é para países, empresas e para pessoas. Então, os resultados que se tem na implementação dos 17 objetivos sustentáveis pra 2030 só dará certo se tiver esse nível de engajamento, para mudarmos a maneira que a gente vive, tanto nas cidades, quanto o cuidado das florestas, senão tiver engajamento, teremos problemas sérios para enfrentar ao término dos 15 anos propostos por essa agenda aprovada em 2015 durante uma conferência das Nações Unidas", disse.      
 
Foto: William Costa / Portal Amazônia
 
  Balanço
  Para o gestor de Marketing da Equador Petróleo e um dos coordenadores do festival David Freidzon, o NEMA 2017 superou as expectativas.   "O festival trouxe discussões muito interessantes sobre produção cultural, sustentabilidade e questões energéticas. O lançamento da corrida Kids que foi um sucesso e a corrida adulto, pela primeira vez no formato revezamento e dentro da Arena da Amazônia. Foram 3 dias de evento, 17 atrações musicais entre locais e nacionais, isso proporcionou um grande intercâmbio entre artistas. Um marco, um evento único na região norte e que superou nossas expectativas", concluiu.

TAG NEMA 2017Nema TalksNemaFundação Amazonas Sustentavelsustentabilidade