Arte

Sesc AM recebe exposição fotográfica "Já fui Floresta"

Fotógrafo sul-mato-grossense José Medeiros apresentas detalhes do cotidiano do Parque Indígena do Médio Xingu


Com entrada gratuita, no dia 24/3 (sexta-feira), às 19h, na galeria Moacir Andrade, o Sesc AM promove a abertura da exposição fotográfica "Já fui Floresta", do artista plástico sul-mato-grossense José Medeiros, que estará presente na abertura.

 

 

Foto:Divulgação/José Medeiros

 

Os registros do fotógrafo foram realizados no Parque Indígena do Médio Xingu, onde Medeiros redescobriu o universo rico e complexo dos índios Ikpeng. A exposição “Já Fui Floresta” vem mostrar a realidade, a convivência do índio que, em meio ao mundo globalizado, vê o futuro em perspectiva.

 

 

 

Foto:Divulgação/José Medeiros

 

A intenção é apresentar a vivência do fotógrafo no local, onde presenciou os detalhes do cotidiano indígena.A mostra já passou por outros países, como Portugal e ganhou três prêmios, um do Instituto Internacional de Fotografia, em São Paulo e o outro no 10° Leica-Fotografe, quando ganhou dois prêmios com fotos do ‘Já fui Floresta’ e dois com fotos de ‘O Pantanal de José Medeiros’.


O artista

José Medeiros nasceu em Campo Grande/MS, mas mora em Cuiabá/MT desde 1996. Já trabalhou no Diário de Cuiabá, Diário da Serra e na Folha de S. Paulo como freelancer. Seus projetos englobam trabalhos com indígenas e também no Pantanal mato-grossense.A exposição ficará aberta ao público no período de 27/03 a 05/05 das 13h às 17h.

A galeria Moacir Andrade fica localizada na rua Henrique Martins, 427, Centro.
 

 

 

Foto:Divulgação/José Medeiros

 

 

 

 


Arte

Sesc AM recebe exposição fotográfica "Já fui Floresta"

Fotógrafo sul-mato-grossense José Medeiros apresentas detalhes do cotidiano do Parque Indígena do Médio Xingu


Com entrada gratuita, no dia 24/3 (sexta-feira), às 19h, na galeria Moacir Andrade, o Sesc AM promove a abertura da exposição fotográfica "Já fui Floresta", do artista plástico sul-mato-grossense José Medeiros, que estará presente na abertura.

 

 

Foto:Divulgação/José Medeiros

 

Os registros do fotógrafo foram realizados no Parque Indígena do Médio Xingu, onde Medeiros redescobriu o universo rico e complexo dos índios Ikpeng. A exposição “Já Fui Floresta” vem mostrar a realidade, a convivência do índio que, em meio ao mundo globalizado, vê o futuro em perspectiva.

 

 

 

Foto:Divulgação/José Medeiros

 

A intenção é apresentar a vivência do fotógrafo no local, onde presenciou os detalhes do cotidiano indígena.A mostra já passou por outros países, como Portugal e ganhou três prêmios, um do Instituto Internacional de Fotografia, em São Paulo e o outro no 10° Leica-Fotografe, quando ganhou dois prêmios com fotos do ‘Já fui Floresta’ e dois com fotos de ‘O Pantanal de José Medeiros’.


O artista

José Medeiros nasceu em Campo Grande/MS, mas mora em Cuiabá/MT desde 1996. Já trabalhou no Diário de Cuiabá, Diário da Serra e na Folha de S. Paulo como freelancer. Seus projetos englobam trabalhos com indígenas e também no Pantanal mato-grossense.A exposição ficará aberta ao público no período de 27/03 a 05/05 das 13h às 17h.

A galeria Moacir Andrade fica localizada na rua Henrique Martins, 427, Centro.
 

 

 

Foto:Divulgação/José Medeiros

 

 

 

 

TAG