Publicidade

Variedades

Home > Cultura > null

Repórter da Amazônia: novo programa faz tour pela história da Amazônia Oriental

Estreia no Amazon Sat apresenta a Amazônia e seus mistérios, terra cheia de diversidades, muito falada e ainda pouco conhecida

Rianna Carvalho


MANAUS - O Amazon Sat apresenta neste mês de outubro o novo programa 'Repórter da Amazônia’. O documentário apresenta histórias, lendas e curiosidades sobre a região. Produzido pelo jornalista Olimpio Guarany, a atração desbrava por meio de pesquisas, viagens e aventuras esse universo verde denominado Amazônia. “A ideia da série de documentários sobre a Amazônia surgiu a partir da constatação de que a população amazônica, brasileira e mundial sabe pouco sobre a história, cultura, arqueologia, geopolítica e questões sócio, econômicas e ambientais da região” completa Olimpio, produtor da série.O programa faz um tour na história da Amazônia Oriental, que começa com descobertas arqueológicas que comprovam a existência de habitantes na região há mais de 11 mil anos. Conta também o processo de descoberta da Amazônia, como ocorreu a colonização pelos portugueses, a instalação de Belém, primeira cidade da região e sua transformação em capital da Coroa Portuguesa, além de revelar peculiaridades como a ilha do Marajó, primeira e única cidade que possui polícia montada em búfalos.
Jornalista Olimpio Guarany, apresentador do Repórter da Amazônia. Foto: DivulgaçãoO Repórter da Amazônia vai desvendar ainda quem foi a Paris da América nos áureos tempos da borracha. Contestar os mitos de criação do mundo pela cultura indígena, as lendas do imaginário caboclo e outros assuntos recentes e de alto foco, como as mudanças climáticas, reservas naturais, desmatamentos e os conflitos ambientais também estão na pauta programa.Mobilizar pessoas e equipamentos para produzir esse documentário foi árduo, mas, segundo Olimpio, os meses de trabalho serão recompensados. “Foram mais de 13 meses de gravações e deslocamentos pela Amazônia, muitas vezes interrompidos pelo rigoroso inverno e o regime de chuvas típico da região. Mas temos absoluta certeza de que o esforço valerá a pena, o programa vai provocar e aguçar a curiosidades de quem assistir” relata o produtor.Anderson Mendes, gerente de Produção do Amazon Sat, destaca a importância da obra para o Amazon Sat. “O documentário com temática de aventura e curiosidades sobre a Amazônia vai agregar ainda mais valor ao canal, que possui essa pegada regional. É nossa oportunidade de mostrar às outras partes do mundo essa imensa Amazônia que vai muito além do estado do Amazonas” complementa Anderson.A primeira temporada do Repórter da Amazônia tem estreia no dia 17 de outubro, às 21h30, no Amazon Sat. Serão 24 episódios com duração de 30 minutos cada.
Variedades

Repórter da Amazônia: novo programa faz tour pela história da Amazônia Oriental

Estreia no Amazon Sat apresenta a Amazônia e seus mistérios, terra cheia de diversidades, muito falada e ainda pouco conhecida

Rianna Carvalho


MANAUS - O Amazon Sat apresenta neste mês de outubro o novo programa 'Repórter da Amazônia’. O documentário apresenta histórias, lendas e curiosidades sobre a região. Produzido pelo jornalista Olimpio Guarany, a atração desbrava por meio de pesquisas, viagens e aventuras esse universo verde denominado Amazônia. “A ideia da série de documentários sobre a Amazônia surgiu a partir da constatação de que a população amazônica, brasileira e mundial sabe pouco sobre a história, cultura, arqueologia, geopolítica e questões sócio, econômicas e ambientais da região” completa Olimpio, produtor da série.O programa faz um tour na história da Amazônia Oriental, que começa com descobertas arqueológicas que comprovam a existência de habitantes na região há mais de 11 mil anos. Conta também o processo de descoberta da Amazônia, como ocorreu a colonização pelos portugueses, a instalação de Belém, primeira cidade da região e sua transformação em capital da Coroa Portuguesa, além de revelar peculiaridades como a ilha do Marajó, primeira e única cidade que possui polícia montada em búfalos.
Jornalista Olimpio Guarany, apresentador do Repórter da Amazônia. Foto: DivulgaçãoO Repórter da Amazônia vai desvendar ainda quem foi a Paris da América nos áureos tempos da borracha. Contestar os mitos de criação do mundo pela cultura indígena, as lendas do imaginário caboclo e outros assuntos recentes e de alto foco, como as mudanças climáticas, reservas naturais, desmatamentos e os conflitos ambientais também estão na pauta programa.Mobilizar pessoas e equipamentos para produzir esse documentário foi árduo, mas, segundo Olimpio, os meses de trabalho serão recompensados. “Foram mais de 13 meses de gravações e deslocamentos pela Amazônia, muitas vezes interrompidos pelo rigoroso inverno e o regime de chuvas típico da região. Mas temos absoluta certeza de que o esforço valerá a pena, o programa vai provocar e aguçar a curiosidades de quem assistir” relata o produtor.Anderson Mendes, gerente de Produção do Amazon Sat, destaca a importância da obra para o Amazon Sat. “O documentário com temática de aventura e curiosidades sobre a Amazônia vai agregar ainda mais valor ao canal, que possui essa pegada regional. É nossa oportunidade de mostrar às outras partes do mundo essa imensa Amazônia que vai muito além do estado do Amazonas” complementa Anderson.A primeira temporada do Repórter da Amazônia tem estreia no dia 17 de outubro, às 21h30, no Amazon Sat. Serão 24 episódios com duração de 30 minutos cada.

TAG