Variedades

Perfil no Instagram avalia banheiros de Manaus

A equipe visita um local e utiliza o banheiro, entre outras coisas, eles analisam a limpeza do sanitário


Quem nunca precisou usar o banheiro nos momentos mais inusitados? É, realmente é complicado, ainda mais quando os estabelecimentos não prezam pela limpeza e infraestrutura de seus banheiros. Pensando em ajudar os manauaras nessa missão, um grupo de amigos decidiu criar a página 'Onde Cagar em Manaus', que mostra de forma humorada onde estão localizados os banheiros públicos da cidade, e fazem ainda, uma análise sincera do estado de cada um . 

A página conta com três administradores, Rafael Vicente, Flávio Oliveira e Patrícia Assayag. De acordo com Vicente, a ideia de criar o perfil é antiga, mas foi deixada de lado. “A gente não ia só falar dos banheiros, era praticamente todo tipo de serviço, o tempo passou e deixamos a ideia esfriar.  Então, vi na internet a página 'Onde Cagar Rio de Janeiro', e percebi que estávamos atrasados e criamos uma versão manauara”, explicou.


       
Foto: Divulgação
 

A primeira postagem na página 'Onde Cagar em Manaus' foi no dia 31 de agosto deste ano. Até a publicação desta matéria, o perfil contava com 1.142 seguidores, e 35 postagens. Os internautas, claro, aprovaram a ideia. "Melhor página", escreveu uma seguidora. Enquanto, outro decidiu dar dicas para os administradores. "Banheiro do ensino fundamental", aconselhou. 

O processo é simples. A equipe visita um local e utiliza o banheiro, entre outras coisas, eles analisam a limpeza do sanitário, se existe papel disponível para os usuários, e a partir daí, fazem a critica que pode ser tanto positiva, quanto negativa. Eles possuem um acervo grande de banheiros espalhados por Manaus, mas estão colocando as análises aos poucos para não poluir a página. O trio conta, também, com a ajuda dos internautas que mandam sugestões e fotos.

Ainda segundo Vicente, depois da experiência inicial, o grupo percebeu que muitos estabelecimentos de Manaus estão deixando a desejar quando se trata dos banheiros públicos. Ele acredita que todo consumidor espera receber um tratamento no mínimo satisfatório, e que cada detalhe faz a diferença. “Sempre prestei atenção nos banheiros, como por exemplo, se estão limpos ou possuem papel, afinal, quem nunca passou por uma situação de aperto, né?”, questionou. 


       
Foto: Divulgação
 


Conhecendo a lei

E não pense que a instalação de banheiros é apenas uma cortesia dos empresários. De acordo com a Lei Municipal n.º 1729 de maio de 2013, ficam obrigados as agências bancárias, instituições financeiras, agências de correios e lotéricas localizadas no município de Manaus a instalar banheiros para uso público no interior de seus estabelecimentos. Já a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) fica responsável pela fiscalização e operacionalização dos dispositivos desta lei.

Já segundo a Lei n.º 1937. de 27 de novembro de 2014, os estabelecimentos públicos e privados ficam obrigados a disponibilizar aos usuários, em seus banheiros, revestimento descartável de assento sanitário. Os infratores dessa Lei estarão sujeitos a punição, como por exemplo, multa de R$ 100 a R$ 1000, duplicado em caso de reincidência; nos casos de estabelecimento privado, a suspensão do seu funcionamento por período de até 30 dias, e até mesmo, a interdição do mesmo. 

Variedades

Home > Cultura > null

Perfil no Instagram avalia banheiros de Manaus

A equipe visita um local e utiliza o banheiro, entre outras coisas, eles analisam a limpeza do sanitário

Diego Oliveira

jornalismo@portalamazonia.com


Quem nunca precisou usar o banheiro nos momentos mais inusitados? É, realmente é complicado, ainda mais quando os estabelecimentos não prezam pela limpeza e infraestrutura de seus banheiros. Pensando em ajudar os manauaras nessa missão, um grupo de amigos decidiu criar a página 'Onde Cagar em Manaus', que mostra de forma humorada onde estão localizados os banheiros públicos da cidade, e fazem ainda, uma análise sincera do estado de cada um . 

A página conta com três administradores, Rafael Vicente, Flávio Oliveira e Patrícia Assayag. De acordo com Vicente, a ideia de criar o perfil é antiga, mas foi deixada de lado. “A gente não ia só falar dos banheiros, era praticamente todo tipo de serviço, o tempo passou e deixamos a ideia esfriar.  Então, vi na internet a página 'Onde Cagar Rio de Janeiro', e percebi que estávamos atrasados e criamos uma versão manauara”, explicou.


       
Foto: Divulgação
 

A primeira postagem na página 'Onde Cagar em Manaus' foi no dia 31 de agosto deste ano. Até a publicação desta matéria, o perfil contava com 1.142 seguidores, e 35 postagens. Os internautas, claro, aprovaram a ideia. "Melhor página", escreveu uma seguidora. Enquanto, outro decidiu dar dicas para os administradores. "Banheiro do ensino fundamental", aconselhou. 

O processo é simples. A equipe visita um local e utiliza o banheiro, entre outras coisas, eles analisam a limpeza do sanitário, se existe papel disponível para os usuários, e a partir daí, fazem a critica que pode ser tanto positiva, quanto negativa. Eles possuem um acervo grande de banheiros espalhados por Manaus, mas estão colocando as análises aos poucos para não poluir a página. O trio conta, também, com a ajuda dos internautas que mandam sugestões e fotos.

Ainda segundo Vicente, depois da experiência inicial, o grupo percebeu que muitos estabelecimentos de Manaus estão deixando a desejar quando se trata dos banheiros públicos. Ele acredita que todo consumidor espera receber um tratamento no mínimo satisfatório, e que cada detalhe faz a diferença. “Sempre prestei atenção nos banheiros, como por exemplo, se estão limpos ou possuem papel, afinal, quem nunca passou por uma situação de aperto, né?”, questionou. 


       
Foto: Divulgação
 


Conhecendo a lei

E não pense que a instalação de banheiros é apenas uma cortesia dos empresários. De acordo com a Lei Municipal n.º 1729 de maio de 2013, ficam obrigados as agências bancárias, instituições financeiras, agências de correios e lotéricas localizadas no município de Manaus a instalar banheiros para uso público no interior de seus estabelecimentos. Já a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) fica responsável pela fiscalização e operacionalização dos dispositivos desta lei.

Já segundo a Lei n.º 1937. de 27 de novembro de 2014, os estabelecimentos públicos e privados ficam obrigados a disponibilizar aos usuários, em seus banheiros, revestimento descartável de assento sanitário. Os infratores dessa Lei estarão sujeitos a punição, como por exemplo, multa de R$ 100 a R$ 1000, duplicado em caso de reincidência; nos casos de estabelecimento privado, a suspensão do seu funcionamento por período de até 30 dias, e até mesmo, a interdição do mesmo. 

TAG manausamazonasInstagramanalise de banheirobanheiro publico