Publicidade

Variedades

Home > Cultura > null

Mapa do Boto Rock Festival 2019: veja posição dos palcos e atrações, em RO

O festival está marcado para os dias 24 e 25 de maio no Parque Circuito de Porto Velho e terá dois palcos principais, o palco Boto Rosa e o Boto Tucuxi

Redação

jornalismo@portalamazonia.com


A estrutura da "cidade do boto" foi apresentada embaixo das históricas seringueiras do Parque Circuito de Porto Velho nesta quarta-feira (8).


O festival Boto Rock divulgou o mapa dos três palcos e a disposição das outras áreas que compõem o evento, como camping com espaço para 100 barracas, estúdio para gravação de músicas, exposição de carros antigos, área para tatuagem, tirolesa e ainda roda gigante.




 

 

 

"Ao invés de chamar Parque Circuito, estamos chamando de Cidade do Boto por causa de toda essa estrutura. Vamos ter um house mix, onde as pessoas vão poder gravar suas músicas. Tem o espaço para alimentação, espaço para cadeirantes, vamos ter oficina do rock que é uma homenagem ao Heavy Nei e muito mais", disse Ocampo Fernandes, presidente da Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural).

   
Foto: Divulgação
 


Heavy Nei

 

O ícone homenageado na 2ª edição do festival é o Heavy Nei, um pioneiro do rock em Porto Velho, que faleceu há quatro anos.


Ele transformava a própria oficina mecânica em palco de apresentações de várias bandas regionais. O local ficou conhecido como “Oficina do Rock”, inspirando músicos da cidade a formarem bandas.


"Ele era um visionário, um roqueiro de manhã, de tarde, de noite e de madrugada. Muitos que vão estar no palco passaram pela Oficina do Rock. Aqui vai ter uma tenda com fotografias, roupas, os dois carros dele. Eu acho que é uma justa homenagem para os amantes do rock", disse Ocampo.

 

 

   
Foto: Divulgação
 

"É bom ver que ele é lembrado não só por mim e pela minha família, mas por todos que ele ajudou, por todo o legado que ele deixou. Ele lutou muito para trazer o rock para essa cidade e que fosse acessível para todos. É muito bom ter lembrança dele, por tudo que ele fez, ele precisava ser lembrado em um evento como esse", disse Higor.

Renato Gomez compõe a banda "Os indecentes'', que se apresenta no festival na sexta-feira (24). Ele foi um dos artistas influenciados pelo som do Heavy Nei na capital.


"Eu estive algumas vezes na Oficina do Rock com o Nei, então fazer essa homenagem para um cara que foi icônico na cena da musical da cidade é muito válido. Eu acredito que fazer música, fazer arte de um modo geral em Porto Velho é realmente um desafio. Vamos lutar aqui para fortalecer a cena e engrandecer todo esse trabalho da música autoral em Porto Velho", disse Renato.

 

O festival está marcado para os dias 24 e 25 de maio no Parque Circuito de Porto Velho e terá dois palcos principais, o palco Boto Rosa e o Boto Tucuxi. O terceiro palco é reservado para as apresentações de rap e hip hop.

Variedades

Mapa do Boto Rock Festival 2019: veja posição dos palcos e atrações, em RO

O festival está marcado para os dias 24 e 25 de maio no Parque Circuito de Porto Velho e terá dois palcos principais, o palco Boto Rosa e o Boto Tucuxi


A estrutura da "cidade do boto" foi apresentada embaixo das históricas seringueiras do Parque Circuito de Porto Velho nesta quarta-feira (8).


O festival Boto Rock divulgou o mapa dos três palcos e a disposição das outras áreas que compõem o evento, como camping com espaço para 100 barracas, estúdio para gravação de músicas, exposição de carros antigos, área para tatuagem, tirolesa e ainda roda gigante.




 

 

 

"Ao invés de chamar Parque Circuito, estamos chamando de Cidade do Boto por causa de toda essa estrutura. Vamos ter um house mix, onde as pessoas vão poder gravar suas músicas. Tem o espaço para alimentação, espaço para cadeirantes, vamos ter oficina do rock que é uma homenagem ao Heavy Nei e muito mais", disse Ocampo Fernandes, presidente da Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural).

   
Foto: Divulgação
 


Heavy Nei

 

O ícone homenageado na 2ª edição do festival é o Heavy Nei, um pioneiro do rock em Porto Velho, que faleceu há quatro anos.


Ele transformava a própria oficina mecânica em palco de apresentações de várias bandas regionais. O local ficou conhecido como “Oficina do Rock”, inspirando músicos da cidade a formarem bandas.


"Ele era um visionário, um roqueiro de manhã, de tarde, de noite e de madrugada. Muitos que vão estar no palco passaram pela Oficina do Rock. Aqui vai ter uma tenda com fotografias, roupas, os dois carros dele. Eu acho que é uma justa homenagem para os amantes do rock", disse Ocampo.

 

 

   
Foto: Divulgação
 

"É bom ver que ele é lembrado não só por mim e pela minha família, mas por todos que ele ajudou, por todo o legado que ele deixou. Ele lutou muito para trazer o rock para essa cidade e que fosse acessível para todos. É muito bom ter lembrança dele, por tudo que ele fez, ele precisava ser lembrado em um evento como esse", disse Higor.

Renato Gomez compõe a banda "Os indecentes'', que se apresenta no festival na sexta-feira (24). Ele foi um dos artistas influenciados pelo som do Heavy Nei na capital.


"Eu estive algumas vezes na Oficina do Rock com o Nei, então fazer essa homenagem para um cara que foi icônico na cena da musical da cidade é muito válido. Eu acredito que fazer música, fazer arte de um modo geral em Porto Velho é realmente um desafio. Vamos lutar aqui para fortalecer a cena e engrandecer todo esse trabalho da música autoral em Porto Velho", disse Renato.

 

O festival está marcado para os dias 24 e 25 de maio no Parque Circuito de Porto Velho e terá dois palcos principais, o palco Boto Rosa e o Boto Tucuxi. O terceiro palco é reservado para as apresentações de rap e hip hop.


TAG Porto VelhorondoniaBoto Rock Festival