Publicidade

Turismo

Manaus recebe 2ª edição da Invasão Couchsurfing no feriadão de Páscoa

Evento pretende reunir 100 turistas que chegarão de todo o Brasil para uma imersão na cultura amazônida


Férias chegando e o planejamento a todo vapor. Quanto aos destinos, há sempre dúvidas, mas de certeza é a vontade de viajar. Se a ideia for gastar menos e ter uma imersão maior na cultura de onde se quer explorar, o CouchSurfing pode ser um ótima ajuda.

O programa, que nasceu na era da internet, é um serviço de hospitalidade que conecta pessoas em diferentes lugares do mundo. Você pode ser o viajante (guest) ou o anfitrião (host), que é aquele que te levará para as atividades do local onde escolheu chegar.

Em Manaus, há um grupo que realiza a 2ª edição da Invasão Couchsurfing Manaus, onde estão previstos 100 participantes que chegarão de todo o Brasil e alguns de outros países para uma imersão na cultura amazônida.
   
Foto: Divulgação
 

Marcus Camargo, é dos coordenadores do Invasão Manaus e ressalta que o objetivo da ação é imergir e interagir com a cultura local.

"O objetivo é a interação e o intercâmbio cultural, além de movimentar a economia local com a presença dos viajantes. O evento não tem nenhum fim lucrativo. É feito um orçamento dos passeios e as despesas são dividas igualmente, cada um paga o seu passeio, no caso eu sou o responsável por fazer essa ponte entre os viajantes e o pagamento dos passeios", conta.

Uma das participante quem vem à Manaus, é a jornalista, design e ilustradora Cíntia Machado, que também é embaixadora Couchsurfing em Porto Alegre, e conta que já viajou quase o Brasil todo e se hospedou através da plataforma.

"Já viajei pelo Brasil praticamente todo, conheço 22 estados, mais o Distrito Federal, em praticamente todos eles já me hospedei através do Couchsurfing. Já usei em alguns outros países também. Será minha segunda vez em Manaus. A expectativa sempre é grande. É ótimo viajar, é ótimo reencontrar os amigos, fazer novos, conhecer novos lugares ou revisitar outros. Essas invasões são sempre muito intensas e divertidas. As pessoas costuma sair delas muito felizes e querendo mais", conta Cíntia.
 
Foto: Divulgação
 
Marcus, um dos anfitriões do Couchsurfing na cidade, adianta o quê esperar da programação em Manaus.

"Preparamos a Invasão de 18 a 21 de abril, e colocamos nessa programação uma rota cultural, saindo da parte turístico-comercial e fazendo com que o viajante (guest) possa ter uma imersão na cultura local, essa vivência pode ser melhor aproveitada com a troca de hospedagem, nós anfitriões receberemos o guest e proporcionaremos uma experiência que ele não vai encontrar ficando em hotel. Teremos também visita ao Bar Caldeira (um dos mais tradicionais de Manaus) walk tour no centro histórico, visita ao Museu do Seringal, praia da Lua, vamos fazer uma festa amazônica no Bar Curupira Mãe do Mato, passeio a Presidente Figueiredo, por do sol na Ponta Negra, Festa no flutuante, entre outras atrações", conta Marcus.

Cíntia ressalta que o Couchsurfing não é só uma plataforma de hospedagem gratuita, mas o projeto vai além, é de imersão cultural.

"É importante ressaltar que o Couchsurfing é, antes de qualquer coisa, uma oportunidade de troca e enriquecimento cultural, uma forma de ter amigos pelo mundo todo e conhecer os lugares a partir do ponto de vista daqueles que vivem lá. Digo isso, porque, hoje em dia, como está muito difundido, muita gente vê apenas como hospedagem gratuita e não é isso, esse é apenas um detalhe. Se a pessoa está apenas a procura disso e não se identifica com a proposta, acaba que não dá muito certo", conta Cíntia.

Na programação do Invasão Manaus, uma das atrações é o Baile da Papaizinha, que acontece na sexta-feira (19), no Espaço Cultural Curupira (av. 7 de setembro, 1710, Centro). E terá a presença da cantora Márcia Novo, e dos cantores Klinger Araújo e Frederico da banda The Stone Ramos, além de Dj e músicas com ritmos regionais, como o brega, boi-bumbá, lambada, beiradão e rala-coxas caribenhos. O Show começa a partir das 22 horas, e os ingressos custam R$ 10, até as 23h, na bilheteria do local.

Quem não faz parte do Couchsurfing, também pode participar. "é só baixar o aplicativo (Android e IOS) e fazer o cadastro, se não quiser ou tiver receio de fazer o cadastro, o evento é uma forma de os participantes interagirem com os membros e conhecer a comunidade", finaliza Marcus.

Para quem quiser saber mais sobre a Invasão Manaus, entrar em contato pelo  (92) 982259051, ou ainda pelas redes sociais através do @couchsurfingmao.

   

Turismo

Home > Cultura > null

Manaus recebe 2ª edição da Invasão Couchsurfing no feriadão de Páscoa

Evento pretende reunir 100 turistas que chegarão de todo o Brasil para uma imersão na cultura amazônida

William Costa

william.costa@portalamazonia.com


Férias chegando e o planejamento a todo vapor. Quanto aos destinos, há sempre dúvidas, mas de certeza é a vontade de viajar. Se a ideia for gastar menos e ter uma imersão maior na cultura de onde se quer explorar, o CouchSurfing pode ser um ótima ajuda.

O programa, que nasceu na era da internet, é um serviço de hospitalidade que conecta pessoas em diferentes lugares do mundo. Você pode ser o viajante (guest) ou o anfitrião (host), que é aquele que te levará para as atividades do local onde escolheu chegar.

Em Manaus, há um grupo que realiza a 2ª edição da Invasão Couchsurfing Manaus, onde estão previstos 100 participantes que chegarão de todo o Brasil e alguns de outros países para uma imersão na cultura amazônida.
   
Foto: Divulgação
 

Marcus Camargo, é dos coordenadores do Invasão Manaus e ressalta que o objetivo da ação é imergir e interagir com a cultura local.

"O objetivo é a interação e o intercâmbio cultural, além de movimentar a economia local com a presença dos viajantes. O evento não tem nenhum fim lucrativo. É feito um orçamento dos passeios e as despesas são dividas igualmente, cada um paga o seu passeio, no caso eu sou o responsável por fazer essa ponte entre os viajantes e o pagamento dos passeios", conta.

Uma das participante quem vem à Manaus, é a jornalista, design e ilustradora Cíntia Machado, que também é embaixadora Couchsurfing em Porto Alegre, e conta que já viajou quase o Brasil todo e se hospedou através da plataforma.

"Já viajei pelo Brasil praticamente todo, conheço 22 estados, mais o Distrito Federal, em praticamente todos eles já me hospedei através do Couchsurfing. Já usei em alguns outros países também. Será minha segunda vez em Manaus. A expectativa sempre é grande. É ótimo viajar, é ótimo reencontrar os amigos, fazer novos, conhecer novos lugares ou revisitar outros. Essas invasões são sempre muito intensas e divertidas. As pessoas costuma sair delas muito felizes e querendo mais", conta Cíntia.
 
Foto: Divulgação
 
Marcus, um dos anfitriões do Couchsurfing na cidade, adianta o quê esperar da programação em Manaus.

"Preparamos a Invasão de 18 a 21 de abril, e colocamos nessa programação uma rota cultural, saindo da parte turístico-comercial e fazendo com que o viajante (guest) possa ter uma imersão na cultura local, essa vivência pode ser melhor aproveitada com a troca de hospedagem, nós anfitriões receberemos o guest e proporcionaremos uma experiência que ele não vai encontrar ficando em hotel. Teremos também visita ao Bar Caldeira (um dos mais tradicionais de Manaus) walk tour no centro histórico, visita ao Museu do Seringal, praia da Lua, vamos fazer uma festa amazônica no Bar Curupira Mãe do Mato, passeio a Presidente Figueiredo, por do sol na Ponta Negra, Festa no flutuante, entre outras atrações", conta Marcus.

Cíntia ressalta que o Couchsurfing não é só uma plataforma de hospedagem gratuita, mas o projeto vai além, é de imersão cultural.

"É importante ressaltar que o Couchsurfing é, antes de qualquer coisa, uma oportunidade de troca e enriquecimento cultural, uma forma de ter amigos pelo mundo todo e conhecer os lugares a partir do ponto de vista daqueles que vivem lá. Digo isso, porque, hoje em dia, como está muito difundido, muita gente vê apenas como hospedagem gratuita e não é isso, esse é apenas um detalhe. Se a pessoa está apenas a procura disso e não se identifica com a proposta, acaba que não dá muito certo", conta Cíntia.

Na programação do Invasão Manaus, uma das atrações é o Baile da Papaizinha, que acontece na sexta-feira (19), no Espaço Cultural Curupira (av. 7 de setembro, 1710, Centro). E terá a presença da cantora Márcia Novo, e dos cantores Klinger Araújo e Frederico da banda The Stone Ramos, além de Dj e músicas com ritmos regionais, como o brega, boi-bumbá, lambada, beiradão e rala-coxas caribenhos. O Show começa a partir das 22 horas, e os ingressos custam R$ 10, até as 23h, na bilheteria do local.

Quem não faz parte do Couchsurfing, também pode participar. "é só baixar o aplicativo (Android e IOS) e fazer o cadastro, se não quiser ou tiver receio de fazer o cadastro, o evento é uma forma de os participantes interagirem com os membros e conhecer a comunidade", finaliza Marcus.

Para quem quiser saber mais sobre a Invasão Manaus, entrar em contato pelo  (92) 982259051, ou ainda pelas redes sociais através do @couchsurfingmao.

   

TAG couchsurfing manausinvasao manaus manausamazonas